6 lugares para um primeiro encontro em Curitiba

Escolher onde ir em um primeiro encontro é sempre uma tarefa complicada. Uma balada pode ser uma boa pra quem gosta de dançar, mas terrível para se conversar. Um filminho no cinema pode ser bem estranho, quando mal se conhece a pessoa. Já restaurantes podem ser formais demais, o que não é bom para uma impressão. Mas calma, pensamos direitinho nisso e vamos ajudar você. Confira 6 lugares casuais, aconchegantes e perfeitos para se ter um primeiro encontro de qualidade em Curitiba.

 

  1. Cookie Stories

Partindo do pressuposto que você já conversou com a pessoa que pretende sair, pode descobrir se ela gosta de café ou não. Caso vocês sejam amantes do bom e velho café com doce, a Cookie Stories é o lugar ideal para o seu date. Inspirada nas docerias americanas, a loja conta com um menu impecável e que podem até servir de inspiração para puxar assunto e deixar o clima mais agradável.

Onde: Moyses Marcondes, 429
Horário: de segunda à sexta, das 12h às 19h e sábado, das 11h30 às 18h

2.    Cinemateca

Caso vocês queiram partir para a ideia tradicional do filminho, por que não apostar em obras independentes? A Cinemateca de Curitiba tem como atribuições a preservação da memória cinematográfica, a pesquisa e documentação, a formação e a difusão do cinema de arte. Além disso, também há minicursos e oficinas oferecidas pela própria instituição, que procura preservar o cinema local.

Onde: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174
Horário: De terça à sexta, das 9h às 12h e 14h às 22h. Sábados e domingos, das 14h às 22h

3.    Zapata Mexican Bar

Zapata Mexican Bar é a casa mais mexicana de Curitiba e é uma ótima ideia para quem procura um encontro com drinks deliciosos. O ambiente é bem decorado e agradável, além da música mexicana ao vivo, que ajuda a dar um clima mais alegre e pode deixar a sua noite romântica mais caliente. E se a fome bater, o bar conta com pratos mexicanos, perfeito para os pombinhos que procuram algo mais picante.

Onde: R. José Sabóia Cortês, 383
Horário: De terça à quinta, das 11h30 à 00h30 e de sexta à domingo, das 11h30 às 02h

4.    Café do MON

Com muito romantismo envolvido, o Café do MON é a opção perfeita para quem deseja saborear pratos deliciosos com um café único, após uma visita ao Museu Oscar Niemeyer. O café conta com as mais tradicionais delícias de um típico café curitibano, onde também é possível se deliciar com as refeições servidas no horário do almoço, com ingredientes de alta gastronomia.

Onde: Rua Marechal Hermes, 999
Horário: De terça a domingo, das 10h às 19h.

5.    HotZone

Calma! Apesar do nome, o HotZone é apenas um parque de diversões, dentro do ParkShopping Barigui. O lugar é perfeito para quem quer se sentir em um filme americano, onde você e o seu futuro amor podem se divertir nos diversos brinquedos, ganhar fichas e ainda trocá-las por prêmios. E não é por nada, não, mas o lugar também é propício para várias fotos legais, com todas as luzes que há. Já pensou começar um namoro e de brinde ter uma foto maravilhosa de recordação?

Onde: Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 600
Horário: De segunda a sábado, das 13h às 22h    e nos domingos, das 13h às 21h

6.    Rua 24 Horas

Queridinha de Curitiba, a Rua 24 Horas é um dos principais cartões postais da cidade e conta com diversas opções de lugares para comer, tomar um chopp ou até dar uma voltinha pra descontrair. Além disso, a Rua é um lugar muito bonito, o que pode servir até de assunto inicial para quebrar o gelo do primeiro encontro. A nossa dica é o Bávaro Chopperia & Hamburgueria, onde você pode aproveitar uma boa companhia com pratos e drinks a preços bem convidativos.

Onde: Rua Visconde de Nácar, s/n
Horário: Todos os dias, das 9h às 22h

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Homem fantasiado de Batman faz sucesso em Curitiba e na internet

Marcos Vinicius da Silva, o famoso “Batman de Curitiba”, viu no sorriso das pessoas uma oportunidade para “fazer o bem”. Com direito a Batmóvel, o homem tem feito sucesso em Curitiba e viralizou nas redes sociais.

“Minha história com o Batman teve início em 2017. Como eu tinha o carro, um Corvette Stingray, eu parei e pensei: esse carro parece o Batmóvel. Depois disso, comprei a roupa do Batman e comecei a fazer algumas ações sociais por Curitiba”, disse Silva, em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (29).

Entre as ações promovidas pelo “Batman de Curitiba”, há entrega de cestas básicas, visitas a hospitais e distribuição de ovos das páscoa.

“Vi que aquilo levou muita alegria às pessoas e resolvi unir o útil ao agradável. No dia a dia eu tenho distribuído cestas básicas, ido a hospitais…”, afirmou.

Foto: Arquivo pessoal

Marcos conta que não existem dias específicos, como datas comemorativas, para levar alegria para as pessoas. De acordo com ele, até os finais de semana são destinados para algumas ações.

Bem como o próprio personagem inspirado nos quadrinhos da DC Comics, os carros de Souza também fazem sucesso por onde passam.

“Sempre gostei de carros antigos e tenho dois Batmóveis, um deles até abre a porta para cima”, disse.

Questionado sobre alguma ação já realizada por ele que o marcou, o “Batman de Curitiba” não hesitou em relembrar o dia em que incentivou uma criança a continuar seu tratamento no Hospital Pequeno Príncipe, porém com outro personagem.

“O hospital tinha um paciente de 5 anos que não queria mais fazer o tratamento. A médica dele me ligou e explicou que o menino era fã do Capitão América. Ele [paciente] precisava de um incentivo. Vesti a roupa e fui até lá. Foram umas 8 horas desde a preparação até o convencimento”, afirmou.

Informações Banda B

Para conter nova variante, Curitiba orienta quarentena e quer testar viajantes do exterior

Como plano para conter o avanço da nova variante Ômicron, Curitiba quer testar contra a Covid-19 o maior número possível de pessoas vindas do exterior. A informação foi confirmada pela secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, em entrevista concedida à Banda B nesta segunda-feira (29).

Segundo ela, o trabalho de monitoramento feito agora é o mesmo adotado pela cidade desde o início da pandemia, mas que ganha reforço com a identificação da variante Ômicron.

“Desde que tivemos o alerta da pandemia em março de 2020, a gente já montou todo um esquema e protocolos, que são bastante conhecidos pela população. Mesmo com a queda de casos, a gente insiste na testagem. Temos coletado de todas as pessoas que nos procuram, incluindo aquelas sem sintomas, mas que tiveram contato com infectados. Com o anúncio da nova variante, a orientação que fazemos para os viajantes que chegam a Curitiba, não só do Sul da África, mas de todos os países, é que façam quarentena usando máscara e nos procurem para testar”, disse a secretária.

O protocolo, porém, também trata dos países do Sul da África com a identificação da Ômicron. Segundo Huçulak, o alerta feito a todos os viajantes é que entrem em contato pela central (41) 3350-9000. “Desses países, especialmente do sul do continente africano, nós vamos testar independentemente de sintomas ou não, para a gente acompanhar bem de perto a situação da pandemia”, disse.

Também nesta segunda-feira (29), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que monitora seis passageiros que desembarcaram no Paraná e estavam no mesmo voo do brasileiro que veio da África do Sul e testou positivo para Covid-19, podendo estar com a variante ômicron.

Novas variantes

Para evitar novas variantes, porém, Huçulak lembra da necessidade de cuidados. “O uso de máscara, o distanciamento social, ventilar os ambientes e a higienização constante das mãos são medidas fundamentais. Só a vacina não dá conta do vírus e essa variante está mostrando isso, a Europa está mostrando isso para nós. É uma variante que pode ter surgido em qualquer lugar e levada por conta das viagens que as pessoas fazem”, concluiu.

Informações Banda B