6 lugares BARATEZA para um primeiro encontro em Curitiba

Depois de postar 6 lugares para um primeiro encontro em Curitiba, o Yan Dias Barboza entrou em contato comigo e contestou a postagem. Ele disse que teria outras opções mais baratas para aquele encontro do Tinder (sem a Jenifer). Ele mandou algumas opções e outras eu adicionei aqui:

Pastelaria Juvevê

Uma das pastelarias mais tradicionais de Curitiba com MUITAS opções de recheios. O estabelecimento serve lanches, aperitivos e vários pratos.

Créditos: https://ciclistaurbanocwb.wordpress.com/

ENDEREÇO:  Av. João Gualberto, 1817 – Juvevê

FACEBOOK: https://www.facebook.com/pastelariajuveve/

O Torto Bar

O melhor lugar para você tomar aquela BÉRA gelada com seu date.

Crédito: Gazeta do Povo

ENDEREÇO: R. Paula Gomes, 354 – São Francisco

FACEBOOK: https://www.facebook.com/otorto/

Terminal do Carmo

Para cobrir as cotas de terminais, escolho o Terminal do Carmo. Por quê? É claro, por causa da maravilhosa coxinha de lá.

Crédito: Cassio Ferreira/Busão Curitiba

ENDEREÇO: Av. Mal. Floriano Peixoto – Boqueirão

Espetinhos Daniel & Xixo

Restaurante caseiro, com mesas de plástico e decoração simples, serve diversos espetinhos, além de cervejas. Recomendo muuuuuuuuuito!

Crédito: TripAdvisor

ENDEREÇO:  R. Dr. Goulin, 980 – Juvevê

Lanchonete da Lombada

O MAIOR lanche de Curitiba está na Lanchonete da Lombada. O MEGA LOMBADA pesa 5kg, só pra você ter ideia.

Crédito: G1

ENDEREÇO: R. Raposo Tavares, 528 – Pilarzinho

FACEBOOK: https://www.facebook.com/carivaldolombada/

Barraca do Marcão

Uma das mais tradicionais barracas de cachorro-quente do Bairro Alto. O dog é muito bom, fica a dica! 😉

Crédito: Divulgação

ENDEREÇO: R. José de Oliveira Franco, 2923 – Bairro Alto

FACEBOOK: https://www.facebook.com/barracadomarcao/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraná tem 16 cidades sustentáveis e 12 entre as 100 mais competitivas do Brasil

Dezesseis cidades paranaenses aparecem entre as mais sustentáveis e 12 estão entre as 100 mais competitivas do Brasil na segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios. O relatório, que pela primeira vez incluiu a análise de Governança Ambiental, Social e Corporativa (ESG, da sigla em inglês) e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) dos municípios brasileiros, foi divulgado nesta segunda-feira (22) pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com a plataforma Gove e o Sebrae.

A análise do ranking leva em conta as cidades com população acima de 80 mil habitantes, de acordo com a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o ano de 2020. Dos 411 municípios brasileiros incluídos nesse recorte, 27 são do Paraná.

Destes, os que aparecem entre os 100 mais competitivos são Curitiba (6º), Maringá (17º), Francisco Beltrão (31º), Londrina (37º); Cascavel (39º); Toledo (58º); Pato Branco (63º); Campo Mourão (77º); Paranavaí (78º); Umuarama (90º); Ponta Grossa (96º); e Foz do Iguaçu (97º).

O Ranking de Competitividade dos Municípios é composto por 65 indicadores, organizados em 13 pilares, que tratam de temas como economia, acesso e qualidade da saúde, educação, meio ambiente, saneamento, segurança e funcionamento da máquina pública.

SUSTENTÁVEL – Curitiba é destaque no indicador de sustentabilidade, aparecendo em primeiro lugar entre as capitais e na quarta posição geral com relação ao índice ESG, que se refere às melhores práticas sociais, ambientais e de governança de um setor e é também um critério para investimentos. Levando em conta os ODS, elencados pela Organização das Nações Unidas (ONU), a paranaense fica na terceira posição entre as 26 capitais brasileiras.

No Estado, também pontuam entre as 100 primeiras, dentro do índice ESG, as cidades de Maringá (12º), Cascavel (18º), Toledo (28º), Francisco Beltrão (37º), Pato Branco (42º), Campo Mourão (44º), Londrina (49º), Pinhais (50º), Umuarama (63º), Paranavaí (65º), Foz do Iguaçu (71º), São José dos Pinhais (80º), Arapongas (91º), Cianorte (92º) e Ponta Grossa (98º).

Já com relação aos ODS, também foram elencados os municípios de Maringá (20º), Cascavel (24º), Francisco Beltrão (26º), Toledo (44º), Londrina (46º), Pato Branco (51º), Campo Mourão (54º), Foz do Iguaçu (76º), Paranavaí (81º), Umuarama (85º), Pinhais (88º), Ponta Grossa (89º), Cianorte (94º) e São José dos Pinhais (99º).

Semana começa com 11 mil vagas ofertadas pelas Agências do Trabalhador do Paraná

O Paraná começa a semana com 11.002 oportunidades de emprego com carteira assinada nas 216 Agências do Trabalhador do Estado. Nas unidades de Curitiba e Região Metropolitana estão disponíveis 2.516 postos de trabalho. A regional de Toledo é o destaque no Interior, com 1.478 vagas abertas. Destas, 522 são para auxiliar de linha de produção. A regional de Cascavel oferece 1.145 vagas, sendo 382 para auxiliar de linha de produção.

“Nos empenhamos em várias frentes para atrair novos investimentos, ofertar cursos de capacitação, motivar a contratação de jovens para o primeiro emprego, entre outras iniciativas. Emprego é o melhor programa social que existe. Traz renda, dignidade para a população, faz a economia gerar, o Estado prosperar” disse o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

As Agências do Trabalhador são coordenadas pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho. O secretário Ney Leprevost observa que o Paraná é o estado que mais emprega pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine). “Em números absolutos, os resultados das Agências do Trabalhador do Paraná são melhores do que de estados mais populosos como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro”, afirmou Leprevost.

Na sexta-feira (26), a Secretaria vai organizar mais um mutirão de oferta de emprego, desta vez no estacionamento do Santuário do Carmo, no bairro Boqueirão, na Capital, com a oferta de 1.800 vagas. Pela Agência do Trabalhador de Curitiba já foram realizados mutirões setorizados para preenchimento de vagas na área de telemarketing, em supermercado e shoppings centers.

ATENDIMENTOS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato com a Agência do Trabalhador do município. Na capital paranaense, a Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento é feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da secretaria através do link www.justica.pr.gov.br/Trabalho.