5 dicas para sair bem em entrevista de emprego em espanhol

O espanhol é um dos idiomas mais procurados por recrutadores durante os processos seletivos, ficando atrás somente do inglês. A justificativa da alta procura por profissionais que o dominam está na sua abrangência. De acordo com dados da Ethnologue, cerca de 540 milhões de pessoas ao redor do globo falam a língua.

Registros históricos apontam que a colonização espanhola foi responsável por levar o idioma para mais de 20 países da América, África e Ásia. Nos Estados Unidos, a língua espanhola é a segunda mais usada. 

Numa realidade global de negócios, em que as tecnologias encurtam as distâncias, a capacidade de se comunicar com diferentes países e mercados é uma habilidade que pode colocar o profissional à frente na disputa por um posto de trabalho.

Para conquistar um diferencial competitivo no mercado de trabalho, fazer um curso de espanhol pode ser o caminho. Além disso, vale apostar em algumas dicas para se preparar para a entrevista na língua espanhola e aumentar as chances de conquistar uma vaga.

A Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) recomenda que o candidato se planeje para o momento da seleção, o que inclui estudos sobre a instituição e a vaga, demonstração de interesse e preparo para se apresentar adequadamente na conversa, além da busca por desenvolvimento de competências. 

Nesse sentido, diversos portais especializados no assunto também reúnem dicas que podem ajudar o candidato a se preparar para o tão aguardado momento da entrevista em outro idioma. Confira cinco delas.

1. Coloque o espanhol em prática

Para se sair bem na entrevista de emprego em espanhol, é preciso praticar o idioma constantemente. Além de materiais didáticos tradicionais, atividades como leitura, séries, filmes e podcasts ajudam no aprendizado prático e mantêm o aluno atualizado. 

Outra recomendação é prestar atenção nas diferenças de pronúncia entre determinadas regiões e conhecer expressões específicas.

2. Mergulhe na cultura

Conhecer as características da empresa onde será feita a entrevista é outro passo-chave. Se ela for internacional, por exemplo, ou negociar com clientes de um país específico, a dica é mostrar conhecimento sobre a história e as peculiaridades dessa nação. 

Caso o candidato já tenha viajado para o tal lugar, vale contar as suas perspectivas em relação à experiência com aquela cultura.

O  cuidado com o aspecto cultural é relevante para não gerar decepções, gafes e até mesmo problemas maiores, como ser desrespeitoso sem intenção. Pesquisar sobre como são as relações de trabalho é essencial para entender como a adaptação pode ser feita e mostrar isso aos recrutadores. 

3. Conheça mais sobre a sua área

Durante a entrevista de emprego, serão realizados questionamentos em relação à área de atuação do candidato e ao cargo pretendido. Por isso, fazer uma pesquisa rápida para compreender como é o universo de determinado campo de trabalho em espanhol faz diferença. 

A dica é descobrir os termos técnicos mais comuns e mostrar na entrevista que se está familiarizado com o dia a dia daquela atividade.

4. Treine a entrevista

Praticar a entrevista em si é um jeito de estudar mais sobre o tema de maneira aplicada, diminuir a ansiedade e prever respostas para as perguntas mais frequentes. Algumas delas incluem:

  •  “¿Puede hablarnos un poco sobre usted?” (Pode falar um pouco sobre você?, em tradução livre);
  • “¿Cuáles son sus principales cualidades?” (Quais são suas principais qualidades?); 
  • “¿Cuáles son sus principales defectos?” (Quais são os seus principais defeitos?)
  • “¿Por qué le interesa nuestra empresa?” (Por que você está interessado em nossa empresa?);
  • “¿Por qué se considera la persona adecuada para este puesto?” (Por que você acha que é a pessoa certa para esta posição?)

Essas são perguntas tradicionais que têm como propósito conhecer melhor o candidato, além de testar sua desenvoltura no idioma. Para respondê-las, o importante é manter a calma e a clareza das ideias.

5. Fuja do “portunhol”

Esse alerta é unanimidade entre os portais especializados no assunto. Por se parecer com o português em alguns aspectos, alguns brasileiros acreditam que o espanhol é um idioma “fácil” de ser falado. No entanto, o “portunhol” não deve ser arriscado na entrevista de emprego, pois pode indicar falta de profissionalismo e de conhecimento verdadeiro sobre a língua. 

É necessário, portanto, saber o vocabulário típico de uma entrevista para evitar a armadilha dos falsos cognatos — palavras estrangeiras parecidas com o português na pronúncia e grafia, mas que têm significados totalmente diferentes. São exemplos puesto (vaga); experiencia laboral (experiência profissional); listo (pronto); apellido (sobrenome); experto (especialista); oficina (escritório); saco (paletó); dirección (endereço); despido (demissão); fecha (data) e sitio (lugar).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mutirão oferta 220 vagas de empregos para rede de supermercados em Curitiba

Quem procura uma oportunidade de emprego pode aproveitar um mutirão de seleção, promovido pela Associação Evangelizar é Preciso, em parceria com o Grupo Muffato, nesta quinta-feira (27). São 220 vagas de trabalhos operacionais disponíveis, sem a necessidade de experiência. 

Durante todo o dia, analistas de recursos humanos vão ajudar os interessados a preencher as fichas de cadastro para a seleção pela rede supermercadista. Em função da Lei Geral de Proteção de Dados, não serão recebidos currículos prontos. Os candidatos devem levar documentos pessoais (RG e CPF), comprovante de endereço e carteira de trabalho.

A ação de empregabilidade será na frente do Anfiteatro localizado no piso inferior do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe e de Jesus das Santas Chagas, no período da manhã, das 9h às 12h, e à tarde, das 13h30 às 16h30. Os selecionados irão trabalhar nas lojas em Curitiba, localizadas nos bairros Bigorrilho, Centro Cívico, Campo Comprido, Santa Felicidade, Portão, Pinheirinho, Hauer, Fanny, Tarumã, Bairro Alto e municípios da Região Metropolitana. São vagas para: 

✔ Repositores; 

✔ Operadores de Caixa; 

✔ Balconistas; 

✔ Zeladores; 

✔ Açougueiros; 

✔ Padeiros; 

✔ Confeiteiros; 

✔ Auxiliares de Padaria e confeitaria; 

✔ Cozinheiros; 

✔ Auxiliar de Cozinha; 

✔ Auxiliar de Estacionamento; 

✔ Empacotadores; 

✔ Oportunidades para PCD’s 

✔ Programa de Jovem Aprendiz 

SERVIÇO

Mutirão da Empregabilidade na Associação Evangelizar É Preciso

Data: 27 de outubro 

Horário: das 9h às 12h e das 13h30 às 16h30. 

Endereço: Praça Senador Correia, 128 – Centro, Curitiba

Demanda por temporários impulsiona contratação no fim de ano

A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) estima a abertura de 630 mil vagas temporárias, neste último trimestre, sendo 15% delas somente para o comércio. Para quem está em busca de recolocação profissional, este é um momento favorável. Na Luandre, uma das maiores consultorias de RH do país, especializada em temporários, o cenário é o mesmo e há grande oferta de vagas no varejo.

Para Gabriela Mative, diretora de Recursos Humanos da Luandre, o crescimento de vagas temporárias é justificado pela alta demanda de profissionais para datas especiais, a começar pela Black Friday que ano após ano gera mais vendas no país. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) projeta que ela deve movimentar R$6,05 bilhões no comércio eletrônico, um aumento de 3,5% em relação a 2021.

Segundo Gabriela, não só a Black Friday, mas a Copa do Mundo, em novembro, deve estimular o varejo físico e online. “Contratantes já iniciam as seleções para montar os times que devem permanecer em dezembro para auxiliar com uma demanda maior ainda, a do Natal, principal data do comércio brasileiro.”

Vale lembrar que no ano passado alguns dos setores que mais contribuíram com a economia nacional foram serviços e comércio e as vagas de trabalho temporário tiveram resultado acima do esperado neste cenário, com crescimento de 20,6% em relação a 2020, com a criação de *2.415.419 novos postos nesta modalidade. “Sempre destacamos que a vaga temporária é a oportunidade de o profissional demonstrar seu potencial para a empresa. Nossa média de contratação, após o período, na modalidade CLT é de 40%”, diz Gabriela.

Atualmente, a Luandre tem mais de 5.400 vagas abertas em todo país. Os candidatos interessados podem se cadastrar no site candidato.luandre.com.br gratuitamente.

*A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem)

Sobre a Luandre

A Luandre Soluções em Recursos Humanos tem mais de 50 anos de atuação e oferece soluções técnicas e inovadoras na área de RH. Em 2020, a empresa chegou à marca de 4 mil clientes atendidos, 60 mil profissionais administrados ao longo do ano e banco com mais de 3,5 milhões de currículos cadastrados. Há 20 anos consecutivos, concorre ao prêmio Top Of Mind RH, o qual já venceu dez edições, na categoria “Temporários e Efetivos”, sendo a atual vencedora.

Além disso, em 2020, foi reconhecida como um dos “Lugares Incríveis para se trabalhar”, certificação concedida pela Fundação Instituto de Administração (FIA) e UOL. A Luandre atende 200 das 500 melhores empresas do Brasil com todo seu know-how em Recrutamento e Seleção, Administração de Pessoal (Temporários e CLT), Avaliação Profissional, Outsourcing e Programas Especiais (Saúde, Varejo e Logística).

Atualmente, possui 12 unidades: São Paulo (Centro, Sul, Alphaville, Santo André, Guarulhos, Campinas e Jundiaí), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Paraná (Curitiba), Pernambuco (Recife), Minas Gerais (Belo Horizonte) e Rio Grande do Sul (Porto Alegre). Realiza também atendimento à distância em todo o país.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com