15 reações dentro do busão

15 reações dentro do busão

Continuando as 7 reações dentro do busão, vamos lá?! 😉

Um FDP “furou” pela porta 4…

A pessoa fecha a janela depois que você acabou de abrir…

O motorista passa correndo na lombada…

Meu CARTÃO TRANSPORTE não passa e fico tentando várias vezes…

Uma pessoa começa a falar alto no celular…

Você entra no busão e ele está vazio…

Uma idosa fica te encarando para você dar o lugar, mas você não está no banco amarelo…

O busão está lotado e você encontra um lugar vazio…

Alguém vomitou…

Você entrega uma nota de 20 para o cobrador…

Você entra no busão e tem uma torcida organizada…

Cheguei no terminal e o busão que eu vou pegar está quase saindo…

Quando durmo com a cabeça encostada na janela…

Entra um monte de idosas no busão…

O busão tá lotado…

Acho que é isso, tem algum sugestão de assunto? Envie para: busaocuritiba@hotmail.com

0 Comments

  1. e tem aqueles idosos que vc faz sua obrigação de educado oferecendo o teu lugar, mas eles acham que ainda possuem a força de um jovem e te respondem; não obrigada filho pode continuar sentadinho ai eu já vou descer. mas nunca descem e na primeira FREIADA, eles quase caem por cima de vc ai fica todo mundo te olhando por baixo e te criticando com o vizinho de banco porque vc não deu o teu lugar. mas você já fez sua parte e eles não perceberam….

  2. foda quando você é o unico que da lugar pros idosos independente da situação, então quando chega um idoso, é sempre voce que se fode. não importa se voce não ta no assento preferencial, é sempre voce quem tem que ceder o lugar…

  3. Na real nem era pra existir bancos de cores diferenciadas, todos os lugares são preferenciais pra idosos, gestantes,… Mas como tem muita gente mal educada aí, tem que existir.

  4. o pior é quando vc vai ceder o lugar, o idoso(a) não senta e ai vem um FDP (não idoso uaheuah) e senta no seu lugar. Cara da vontade de fazer como no 1 GIF.

  5. Pior quando vc tá no busão (já de pé) e de repente ouve alguem gritar: "alguém por favor pode dar lugar pra moça aqui que ta com um bebê no colo?!"….

  6. cara, na Alemanha, se voce oferecer lugar pra um idoso, é capaz de ele te pregar a mão na cara e dizer que voce ta chamando ele de incapacitado..

  7. Nunca curti um comentário com tanta vontade, sempre levantei pra idosos, gestantes, deficientes, e até pessoas com braço quebrado, isso mesmo sem estar no banco preferencial. Hoje estou grávida, uma gravidez de alto risco, não posso ficar muito tempo de pé pois o colo do útero não suporta o peso e minha filha pode nascer prematura, semana passada tive que ir ao médico e como estou sem carro fui de ônibus, subi no ônibus com 6 bancos preferenciais um do lado do outro, nenhum idoso , gestante ou deficiente sentado, pedi um lugar e uma das moças quase me bateu, disse que não levantaria pq estava na fila, 2 fingiram que não eram com elas, 2 pegaram um livro pra ler e 1 delas levantou, mas fui a viagem inteira que leva 40 min, com uma delas reclamando e dizendo que levantou só por desaforo, nesse dia chorei demais, além de vc ter que pedir algo que tem direito ainda passa por isso, deveriam fazer mais campanhas a esse repeito, já vi um caso de uma gestante que perdeu trigêmeos, uma gravidez de risco ela estava com 4 meses e caiu no ônibus. Gente isso é sério.

  8. Nunca curti um comentário com tanta vontade, sempre levantei pra idosos, gestantes, deficientes, e até pessoas com braço quebrado, isso mesmo sem estar no banco preferencial. Hoje estou grávida, uma gravidez de alto risco, não posso ficar muito tempo de pé pois o colo do útero não suporta o peso e minha filha pode nascer prematura, semana passada tive que ir ao médico e como estou sem carro fui de ônibus, subi no ônibus com 6 bancos preferenciais um do lado do outro, nenhum idoso , gestante ou deficiente sentado, pedi um lugar e uma das moças quase me bateu, disse que não levantaria pq estava na fila, 2 fingiram que não eram com elas, 2 pegaram um livro pra ler e 1 delas levantou, mas fui a viagem inteira que leva 40 min, com uma delas reclamando e dizendo que levantou só por desaforo, nesse dia chorei demais, além de vc ter que pedir algo que tem direito ainda passa por isso, deveriam fazer mais campanhas a esse repeito, já vi um caso de uma gestante que perdeu trigêmeos, uma gravidez de risco ela estava com 4 meses e caiu no ônibus. Gente isso é sério.

  9. Nunca curti um comentário com tanta vontade, sempre levantei pra idosos, gestantes, deficientes, e até pessoas com braço quebrado, isso mesmo sem estar no banco preferencial. Hoje estou grávida, uma gravidez de alto risco, não posso ficar muito tempo de pé pois o colo do útero não suporta o peso e minha filha pode nascer prematura, semana passada tive que ir ao médico e como estou sem carro fui de ônibus, subi no ônibus com 6 bancos preferenciais um do lado do outro, nenhum idoso , gestante ou deficiente sentado, pedi um lugar e uma das moças quase me bateu, disse que não levantaria pq estava na fila, 2 fingiram que não eram com elas, 2 pegaram um livro pra ler e 1 delas levantou, mas fui a viagem inteira que leva 40 min, com uma delas reclamando e dizendo que levantou só por desaforo, nesse dia chorei demais, além de vc ter que pedir algo que tem direito ainda passa por isso, deveriam fazer mais campanhas a esse repeito, já vi um caso de uma gestante que perdeu trigêmeos, uma gravidez de risco ela estava com 4 meses e caiu no ônibus. Gente isso é sério.

  10. daí voce faz faculdade, trabalha, faz cursos, cuida da casa, anda sempre cheia de coisa (bolsa, mochila, blusa, sombrinha, liiiivros…) e quando voce consegue sentar, vem uma pessoa infeliz, fica bem do seu lado e ainda fica falando: ESSES JOVENS DE HOJE EM DIA QUE NAO FAZ NADA DA VIDA E AINDA É CAPAZ DE NAO DAR LUGAR PRA QUEM TEM MAIS IDADE! –'

  11. kkkkk muito legal, mas também tem a reação de quando o motorista não para no teu ponto, quando o onibus tá lotado e entra uma pesoa que comprou metade do mercado(umas trocentas sacolas) e quando vc ve o segundo onibus passando pelo teu e todo mundo sentado enquanto vc ta esprimido no teu e pensa pq eu num peguei o segundo….rrrrrr fica dica ai.

  12. o sta cândida sta felicidade é campeão em ser ultrapassado pelo próximo :/ e não adianta pegar o próximo que o terceiro lá atras passa ele…. kkkkkkkkkk

  13. eu todo dia saio do trabalho pego banco pq o ônibus ta sobrando banco ai uma unas 5 estações depois o onibus lota e sempre sobe uma velha e eu uma vez dei o lugar p ela sendo q eu não tava no banco amarelo
    ai todo o santo dia essa velha desgraçada vem e fica se encostando no ombro da gente p eu da o banco só q eu num do rumm veia folgada
    isso é 3 da tarde ela ta indo bate perna

  14. não precisa nem ser funkeiro, qualquer pessoa que ouça música sem fone de ouvido é mal educada.. ou aquelas que usam o fone, mas ouvem tão alto que é como se estivessem sem!!

  15. Gente que nao respeita o desembarque e te empurra quando você ta descendo do ônibus e ainda acha que tá no direito de ser mal educado.

  16. pior de tudo é fazer tudo isso colega, pegar o inter 2, conseguir um lugar (que não era preferencial), entrar uma senhora falando toda aquela ladainha (detalhe que a mulher tinha uns 40 anos, minha mãe tem 56 trabalha de diarista e ninguém dá lugar à ela no ônibus) enfim, depois de toda aquela humilhação do discurso da "senhora" eu levantei, ela se sentou e começou a FAZER AS UNHAS!! eu sempre cedi o lugar, mas esse tipo de situação te faz ficar "menos educado" INFELIZMENTE

  17. Fernanda Cordeiro De Oliveira F. Couto Estou totalmente de acordo com o que tu disse! Mas o povo so olha pro proprio umbigo e nao se importa com o proximo. Uma vergonha! Agora estou gravida, e se te digo a vdd me sinto abençoada por nao esta em CWB. Povo egocentrico e egoistas. E olha que eu sou daí, mas isso me doi!

  18. bem dessa Tatá!
    falou o que eu ia falar!
    Se eu não tenho condições, eu não dou lugar… ninguem sabe como foi o meu dia.
    Obviamente, se eu não estivesse morta de cansada (e unha do pé encrada kkk) eu daria lugar, sem problemas.

    Muito demagogo ai querendo falar bonito, e na hora finge que ta dormindo pra nao dar lugar pros velhinhos uahauhauhauha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto de lei quer dar licença para que bares e casas noturnas abram como restaurantes em Curitiba

Projeto de lei que propõe um licenciamento extraordinário para que casas noturnas e bares de Curitiba funcionem como lanchonetes e restaurantes está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A reunião ordinária acontece nesta terça-feira (20) às 14h30.

De iniciativa conjunta de Alexandre Leprevost (SD) e Tico Kuzma (Pros), a iniciativa prevê que essa autorização para que bares e casas noturnas funcionem como restaurantes e lanchonetes ocorrerá enquanto durar a situação de emergência em saúde pública devido à pandemia da covid-19, estando condicionada à readequação dos espaços, que devem estar caracterizados para a nova atividade.

Além da caracterização para a nova atividade, o projeto de lei ainda determina que “o estabelecimento deverá atender todas as medidas de enfrentamento à pandemia previstas em legislação específica e nas orientações, protocolos e normas da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e da Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa)”. “Com a aprovação da lei, poderíamos amenizar um pouco as dificuldades que esses estabelecimentos enfrentam em decorrência da pandemia”, dizem os autores.

Outros projetos

Outro destaque da CCJ nesta semana é a análise do requerimento de Professor Euler (PSD) que solicita a instalação de uma comissão especial para debater projeto de lei de sua autoria que tem por objetivo revogar três mil leis municipais. Protocolada em março do ano passado, a matéria visa, segundo o autor, “eliminar leis desnecessárias, que perderam eficácia, com redação inadequada ou obsoleta e que não fazem mais sentido, mas causam confusão por estarem em vigor”.

A sugestão de revogar as leis veio depois de a equipe do parlamentar analisar 15.587 leis ordinárias de Curitiba elaboradas nos últimos 71 anos (de 1948 a 2019). No final de 2020, o plenário da CMC chegou aprovar um primeiro requerimento que pedia a constituição dessa mesma comissão especial, protocolado pela Comissão de Constituição e Justiça, para analisar a proposta de Professor Euler.

Completam a pauta outros 13 projetos: a lista completa pode ser consultada aqui. A reunião será a partir de 14h30. São integrantes da comissão os vereadores Osias Moraes (Republicanos), presidente; Pier Petruzziello (PTB), vice; além de Beto Moraes (PSD), Dalton Borba (PDT), Denian Couto (Pode), Indiara Barbosa (Novo), Marcelo Fachinello (PSC), Mauro Ignácio (DEM) e Renato Freitas (PT).

Serviço Público

A Comissão de Serviço Público também se reúne nesta terça, às 8h15, para analisar duas proposições. A primeira é de Tico Kuzma (Pros) e determina o aumento da vida útil dos táxis em circulação de Curitiba para 10 anos. Conforme a lei municipal 13.957/2012, que regulamenta a prestação do serviço, a idade máxima da frota hoje é de 5 anos, considerando-se o ano de fabricação do veículo. Já o decreto 100/2018, que alterou dispositivos da regulamentação da norma vigente, possibilita a prorrogação do prazo por 2 anos, sujeita à vistoria semestral pela Urbs e à emissão de laudo de inspeção técnica anual a partir do 6º ano.

A segunda proposta que será analisada pelo colegiado retorna à pauta após pedido de vista de Professora Josete (PT), solicitado na reunião do dia 6 de abril. Trata-se da iniciativa de Professor Euler (PSD) que condiciona a assinatura de contratos com a prefeitura às empresas comprovarem possuir programas de compliance e práticas anticorrupção. É sugerida que a exigência seja implantada de forma gradual ao longo de quatro anos. A obrigação valeria imediatamente para consórcios, concessões públicas e parcerias público-privadas.

Além de Josete, também integra a Comissão de Serviço Público: Ezequias Barros (PMB), presidente; Leonidas Dias (SD), vice; Hernani (PSB) e Mauro Bobato (Pode).

Economia

Na quinta-feira (22), após o feriado de Tiradentes, a Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização se reúne às 11h30 em agenda extraordinária. A pauta ainda não foi divulgada. São membros do colegiado os vereadores Serginho do Posto (DEM), presidente; Indiara Barbosa (Novo), vice; além de Flávia Francischini (PSL), Hernani (PSB), João da 5 Irmãos (PSL), Jornalista Marcio Barros (PSD), Osias Moraes (Republicanos), Professora Josete (PT) e Tito Zeglin (PDT).

As reuniões das três comissões serão remotas, com transmissão ao vivo pelas redes sociais da CMC: YouTube, no Facebook e no Twitter.

Informações Banda B

Com menos chuva na primeira quinzena de abril, Sanepar alerta para uso racional da água

A Sanepar alerta para a necessidade de manter o uso racional da água, já que a primeira quinzena de abril repete o cenário de crise hídrica com seca severa em todas as regiões do Paraná. Em Curitiba e Região Metropolitana, choveu apenas 0,6 milímetro, volume que dificulta atingir a média histórica para o mês de abril, que é de 81,2 mm.

Em Guarapuava, Ponta Grossa, Londrina, Maringá e Umuarama, não foi registrada nenhuma chuva. As regiões Oeste e Sudoeste já se encontram em estado de alerta para o abastecimento de água, uma vez que a falta de chuvas baixou a vazão de rios e poços.

Na Região Metropolitana de Curitiba o rodízio no abastecimento continua em vigor há mais de um ano. No primeiro trimestre de 2021, segundo dados do Simepar, as chuvas na RMC somaram 380 milímetros, abaixo da média histórica para o período, que é de 460 mm. Em 2020, o volume de precipitações do primeiro trimestre foi de 247 mm.

“Esse balanço trimestral abaixo da média mostra que ainda não conseguimos recuperar os passivos anteriores que baixaram os níveis das nossas barragens ao longo de 2020”, afirma o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky.

Ele afirma que as informações meteorológicas disponíveis no momento indicam que estamos a caminho da superação da crise hídrica com o término do fenômeno La Niña ainda no primeiro semestre. Mas é preciso precaução.

“Existe um déficit hídrico a ser superado, o que só vai ocorrer quando tivermos chuvas acima da média por um período regular. Isso ainda não ocorreu. Portanto, temos que manter a cautela e o uso econômico da água. Tanto o rodízio como a economia por parte da população podem assegurar níveis de reservação suficientes para os próximos meses”, completa.

Confira o nível dos reservatórios da RMC no site da Sanepar.