12º Festival de Cinema da Lapa acontece na próxima semana com dezenas de atrações gratuitas

Entre os dias 07 e 10 de novembro, será realizada a 12ª edição do tradicional Festival de Cinema da Lapa, na histórica cidade da Lapa (PR), localizada na Região Metropolitana de Curitiba. Promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa, em parceria com o Instituto Borges da Silveira, o evento se consolidou como uma das principais celebrações do cinema nacional e contará com uma programação gratuita repleta de atrações especiais.

Durante a programação oficial, serão exibidos gratuitamente, ao longo de quatro dias, dezenas de filmes, que serão divididos em diferentes mostras, além da realização de shows, homenagens e exposições. O evento acontece em espaços selecionados especialmente para o festival. Um dos destaques da programação ficará por conta da Mostra Competitiva de longa-metragem, que contará com a exibição dos filmes “O Amor dá Trabalho”, “Eu sou Brasileiro”, “Nóis por Nóis” e “Maria do Caritó”. Estarão em disputa, entre outros, os prêmios de Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Diretor e Melhor Filme.

A programação oficial trará, também, diversos filmes de curta e longa-metragem que vão ser exibidos na “Mostra Infantil” voltadas para as escolas, com destaque para a produção “Turma da Mônica: Laços”; na “Mostra Filmados na Lapa”, somente com produções locais; e nas mostras “Curtas-metragens Paranaenses” e “Celulapa”, com filmes produzidos em celular. Para completar a programação oficial, duas exposições fazem parte do evento: “O Cinema no Olhar ”, que trará fotografias do acervo do Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS – PR), com curadoria de Gefferson Vaz e produção de Tiomkim, em cartaz na Casa Ney Braga; e “Projeções através do tempo”, que vai apresentar o acervo do do colecionador Orlando Gonçalves, disponível para visitação no Theatro São João.

Assim como aconteceu em todas suas edições, o 12º Festival de Cinema da Lapa vai homenagear grandes nomes do cinema nacional com o Troféu Tropeiro da Lapa, que destaca a carreira de grandes artistas brasileiros. Neste ano, o festival vai celebrar a carreira da atriz Lilia Cabral, que desembarca na cidade no sábado (09). Além  da tradicional homenagem, o festival entregará a Comenda Tropeiro da Lapa para o Dr. Luiz Lauro Lacks e o Diploma de Mérito para o ator paranaense Licurgo Espínola e para o exibidor Milton Durski.

Mostra competitiva

A primeira exibição da Mostra Competitiva será o filme “O Amor dá Trabalho”, que será apresentado na quinta-feira (07), a partir das 21h. O filme é dirigido por Ale McHaddo e conta a história de Ancelmo, interpretado pelo ator Leandro Hassun, um malandro e aproveitador que morre e acaba ficando preso no limbo. Para garantir seu lugar no céu, o personagem precisa praticar uma boa ação cumprindo a missão de unir um homem e uma mulher com personalidades muito divergentes. O elenco conta, ainda, com Flávia Alessandra e Bruno Garcia.

Na sexta-feira (08), a partir das 20h, será a vez da exibição do filme “Eu sou brasileiro”, dirigido por Alessandro Barros, cujo enredo aborda a vida de Léo, homem que passou a sua vida inteira tentando se tornar um jogador de futebol famoso e bem-sucedido, mas nunca teve sucesso e encontra sua força na família e na vocação ao unir o amor por futebol com a escrita. A sessão contará com a presença do ator Daniel Rocha, interprete do protagonista do longa-metragem. Já no sábado (09), a partir das 20h, será a vez do filme “Nóis por Nóis”, dirigido por Jandir Santir e Aly Muritiba, que mostra a trajetória de quatro jovens  que vagam pela pista de um baile de rap, com vidas e objetivos completamente distintos, mas que terão seus destinos selados para sempre após a noite.

Para completar a Mostra Competitiva, também no sábado (09), a partir das 21h, acontece a exibição do filme “Maria do Caritó”, dirigido por João Paulo Jabur. O filme aborda a história de Maria do Caritó, interpretada pela atriz Lilia Cabral, que nas vésperas de completar 50 anos vive em uma pequena cidade do Nordeste e se vê em meio a simpatias para que, enfim, consiga se casar. Prometida a São Djalminha assim que nasceu, devido a um parto difícil, Maria do Caritó nunca encontrou um companheiro de verdade, mas vê suas esperanças ressurgirem com a chegada de um circo, já que uma cartomante lhe disse que seu pretendente seria um homem de fora.

O 12º Festival de Cinema da Lapa é promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa e Instituto Borges da Silveira, com produção à cargo de A Labirinto Produtora. Toda programação é gratuita e aberta para a população da cidade e turistas. A organização do evento disponibilizará uma van para transporte gratuito, durante os 4 dias de evento,  com saídas do Guairinha ao 12h30 e retorno ás 23h.  Mais informações no site www.festivalcinemalapa.com.br, nas redes sociais do evento ou pelo telefone (41) 3622-0055.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Saulo Fernandes se apresenta hoje em transmissão da Copa do Mundo em Curitiba

É hoje! Finalmente chegou o dia da estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo do Catar. Para os curitibanos que querem acompanhar a  luta pelo tão sonhado hexa em uma experiência diferenciada para torcer e compartilhar a emoção do evento esportivo mais esperado do ano, o Festival Ginga Brasil é o lugar certo! 

A abertura do evento acontece nesta quinta-feira, dia 24 de novembro, com a transmissão do primeiro jogo da seleção brasileira na competição, contra a Sérvia. Para embalar a estreia, o festival vai receber a apresentação de Saulo Fernandes. O cantor baiano, que esteve à frente da Banda Eva por 11 anos, trará para a capital paranaense toda a sua musicalidade e carisma para agitar o público ao som de hits da banda como “Eva”, “Arerê”, e “Vem meu amor”, além de sucessos da sua carreira solo, entre eles “Outra Vez”, “Não precisa mudar” e “Esquadros”. Além do cantor Saulo Fernandes, a programação do dia também vai contar as apresentações de Rafa Almeida, Baile do Pita e DJ Lemmy.

Em sua 3º edição e realizado simultaneamente em diversas capitais brasileiras, o Festival, chancelado pela FIFA, desembarca pela primeira vez na capital paranaense trazendo música, gastronomia e muita diversão para as transmissões oficiais das principais partidas. Com uma estrutura com mais de 2 mil m2montada na Sociedade Hípica Paranaense, o evento contará com telões HD, bares e áreas exclusivas com ações especiais.

Confira a programação completa:

24 de novembro – Brasil X Sérvia

Saulo Fernandes – Rafa Almeida – Baile do Pita – DJ Lemmy

28 de novembro – Brasil X Suíça

Menos é Mais – Vitor Fernandes – DJ Lemmy – DJ Hall

02 de dezembro – Brasil X Camarões

Fica Comigo – Lucas & Leonardo – Pagode BBB – DJ Lemmy

05 de dezembro – Oitavas de Final  * pode sofrer alterações de acordo com a classificação da seleção brasileira

Bruninho & Davi – Locos DJs – Makinada – DJ Lemmy

13 de dezembro – Semifinal * pode sofrer alterações de acordo com a classificação da seleção brasileira

João Gomes – Juan Mansur – Pagode BBB – DJ Lemmy

16 de dezembro

Retrôzinho – Richard Teixeira – DJ MK

18 de dezembro – Final

Dennis DJ – João Mar – Makinada – DJ Lemmy – Repl4y


O Festival Ginga Brasil acontece entre os dias 24 de novembro e 18 de dezembro, na Sociedade Hípica Paranaense, com a transmissão ao vivo da Copa do Mundo 2022 e shows com artistas locais e nacionais. Os ingressos estão disponíveis na plataforma Ingresse (www.ingresse.com). Mais informações nos perfis oficiais do evento (@ginga_oficial) e da CWB Brasil (@cwbbrasil) no Instagram.

No mês da Consciência Negra, Sesi Cultura apresenta espetáculo infantil sobre a História das Áfricas

Há muito o que aprender com nossas raízes. No Brasil, de norte a sul, elas passam pela África. E não poderia haver melhor época para tratar de questões étnico-raciais sob novas perspectivas com as crianças e adultos que novembro, quando é celebrado o dia da consciência negra. O espetáculo “Karingana Ua Karingana! Histórias de Áfricas” é uma concepção do Grupo Baquetá e aproxima temas que fazem parte da história e cultura brasileira e que, muitas vezes, são vistos de forma afastada ou exótica.

De acordo com o último Censo Demográfico, a maioria da população brasileira é afrodescendente e, muitas vezes, os jovens e as crianças não se veem representados na mídia ou nos livros, especialmente no sul do país. Nesse sentido, “Karingana Ua Karingana” foi pensado para ser um espaço de representatividade, pois os três atores/músicos são afrodescendentes e apresentam a riqueza de elementos africanos e afro-brasileiros por meio dos figurinos, adereços, turbantes e penteados.

Composto por contos de origem africana e afro-brasileira, o espetáculo traça uma rota de identificação com nossas raízes negras, a contribuição para a construção do país e herança cultural. Temas como diáspora, autoestima, ancestralidade, circularidade, meio ambiente, espiritualidade, escravização da população negra, linguagem e diversidade são abordados por meio de técnicas de contação de histórias, danças de matrizes africanas, cantos e brincadeiras.

Uma das preocupações do grupo Baquetá é aplicar as leis 10.639/03 e 11.645/08 que tratam da obrigatoriedade do ensino das histórias e culturas africanas, afro-brasileiras e dos povos indígenas para todos os âmbitos da educação. Dessa forma, a proposta é ajudar a desmistificar a idealização de África como um lugar longe, antigo, arcaico e pequeno e apresentar a potência de um vasto continente, berço da civilização, mãe de grandes saberes científicos e tecnológicos.

O Grupo Baquetá nasceu na cidade de Curitiba, em 2009. Pesquisa e desenvolve projetos para adultos e crianças com base nos saberes da diáspora africana e dos povos originários do Brasil. O grupo que circula participando de eventos, mostras e festivais pela região sul, estado de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, lançou seu primeiro disco no ano de 2021, disponível gratuitamente nas plataformas online de música.

SERVIÇO:

Sesi Cultura Paraná apresenta “Karingana Ua Karingana! Histórias de Áfricas”

Data: 26 de novembro, sábado

Horário: 15h

Local: Centro Cultural Sesi – Unidade Dr. Celso Charuri – Rua Paula Gomes, 270 São Francisco – Curitiba

Entrada franca