120 mil veículos devem viajar ao litoral no feriado

A concessionária Ecovia Caminho do Mar, que administra a BR-277 Curitiba/Litoral e as PRs 407/508, prevê que mais de 120 mil veículos viajem durante o feriado prolongado de Finados. O maior movimento está previsto já para a noite de quarta-feira (1º), quando mais de 1,5 mil veículos devem viajar por hora na rodovia.

Para a quinta-feira (02), mais 20 mil veículos devem descer a Serra do Mar. Nesse dia, o pico deve ser atingido entre 11 e 12 horas, com 1,7 mil veículos por hora. No domingo (05), retorno do feriado, mais de 26 mil veículos devem passar pela praça de pedágio no sentido Litoral-Curitiba. O maior tráfego deve ser registrado entre 18 e 19 horas, com pico de dois mil veículos.

“Com a aproximação da temporada de verão de 2018, a dica é sempre planejar a viagem, levando frutas, águas e comidas, além de evitar horários com grande movimentação na rodovia”, destaca o gerente de Atendimento ao Usuário e Engenharia da Ecovia, Fabiano Medeiros. “A cada 60 minutos na direção, os viajantes podem usar uma das nossas bases de Atendimento ao Usuário, para tomar um café, usar o banheiro e fazer um pit stop”, conclui Fabiano.

A empresa relembra que já aceita todas as bandeiras do cartão de débito e o usuário pode utilizar tanto na ida quanto na volta pela BR-277. Para dúvida, o telefone da Ecovia é 0800 410 277. Siga @ecovia e fique bem informado sobre as condições de trafegabilidade da rodovia.

Sobre a Ecovia – A Ecovia é uma empresa do Grupo Ecorodovias. No Paraná é responsável pela operação e manutenção da BR-277 – rodovia de grande importância comercial e turística na Região Sul, por ligar Curitiba ao Porto de Paranaguá, numa extensão de 84 quilômetros em pista dupla, além dos segmentos rodoviários PR-508 (Alexandra-Matinhos), e PR-407 (Pontal do Paraná). A empresa também presta manutenção nas rodovias de oferta que ligam a BR-277 às cidades de Morretes e Antonina. A Ecovia oferece ainda os Serviços de Atendimento ao Usuário (SAU) nos km 35 e 11 (sentido Paranaguá) e km 61,2 (sentido Curitiba) onde há banheiro, fraldário, café, água e telefone público.

Sobre o Grupo Ecorodovias – Ecorodovias é um dos maiores grupos de infraestrutura e logística intermodal do Brasil. Conta com sete concessões rodoviárias nas regiões Sul e Sudeste, somando mais de 1.900 quilômetros de rodovias por onde passam 120 milhões de veículos por ano, representando 52,8% do fluxo de passageiros e turistas, e 48% de toda a carga nacional movimentada no país.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feriado começa com lentidão nas estradas que deixam Curitiba; 220 mil veículos são esperados na BR-277

Começou a subir, na tarde desta sexta-feira (3), o movimento nas estradas que saem de Curitiba e levam os motoristas ao Litoral. Tanto na BR-277, quanto na BR-376, o movimento é intenso por conta de um acidente ocorrido no Contorno Leste. A lentidão no Contorno percorreu todo o trecho entre Piraquara e Curitiba.

Segundo a concessionária Ecovia, a previsão é de que o maior movimento ocorra no sábado (4), quando são esperados mais de 43 mil veículos trafegando pela rodovia em direção ao Litoral. Na sexta, mais de 24 mil veículos são esperados na descida da Serra do Mar.

“Nossas previsões indicam fluxo intenso entre esta sexta e sábado em direção ao litoral e entre terça-feira, final da tarde do dia 07, e quarta-feira pela manhã, no retorno para Curitiba. Por isso recomendamos que os motoristas programem suas viagens evitando os horários de pico”, informa o gerente de Atendimento ao Usuário, Vanderlei Simão.

Apesar da previsão de grande movimento devido ao feriado prolongado, a Ecovia recomenda que as viagens sejam feitas apenas se necessária. A concessionária lembra que a pandemia ainda restringe a circulação normal de pessoas e também as aglomerações.

Santa Catarina

Em direção ao Litoral de Santa Catarina, a Arteris Litoral Sul orienta que motoristas pratiquem a direção defensiva – com atenção para a possibilidade de diminuição repentina da velocidade em trechos com grande concentração de veículos, como nos acessos das cidades, e trechos com aclives – Serra da BR-376/PR, Morro do Boi e Morro dos Cavalos.

Os horários de pico na saída do feriado ocorrem na sexta-feira, 03, das 16h à meia-noite, e sábado das 08h às 20h. Já no retorno, o maior movimento se concentra na terça-feira, 7 de setembro, do meio-dia até meia-noite.

Dias e Horários de maior movimento na BR-376:

Saída para o feriado:

Sexta-feira, 03 de setembro: das 16h às 24h

Sábado, 04 de setembro, das 08h às 20h.

Retorno do feriado:

Terça-feira, 07 de setembro: das 12h às 24h.

Informações Banda B

Bolsonaro diz que vetará ‘Fundão’ na íntegra se for impedido de cortar ‘excesso’

 O presidente Jair Bolsonaro afirmou que vai vetar o fundo eleitoral, o “Fundão”, na íntegra caso seja impedido de cortar o que exceder a lei de 2017 de reajuste ao projeto. De acordo com o chefe do Executivo, a ordem dada por ele foi vetar tudo o que extrapolar aquilo previsto em 2017, uma vez que não quer gerar atritos com a Câmara dos Deputados ou o Senado. “Mas vamos supor que não seja possível porque está em um artigo só, então vete tudo”, declarou Bolsonaro à Rádio Capital Notícia – Cuiabá/MT, na manhã desta terça-feira (17)

O chefe do Executivo voltou a declarar que “temos que cumprir a lei” e, não pode vetar ou sancionar “qualquer coisa sem responsabilidade”. “Se eu sancionar o que não devo ou vetar o que não posso, estou em curso em crime de responsabilidade”, afirmou.

Apesar da justificativa utilizada por Bolsonaro, não há obrigação por parte da Presidência da República de reajuste mínimo do chamado “Fundão” pela inflação. Se o presidente confirmar o veto à regra aprovada na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o valor ficará em aberto.

Segundo determina e legislação, o governo e os parlamentares deverão estabelecer o gasto com as campanhas no ano que vem de acordo com o seguinte cálculo: usar o valor dos impostos arrecadados com o fim da propaganda partidária, calculado em R$ 803 milhões no ano que vem, mais um porcentual não definido da reserva destinada às emendas parlamentares de bancada, cuja somatória deve chegar a R$ 8 bilhões no próximo ano.