12 escritoras paulistas contemporâneas que você precisa conhecer

Selecionar escritoras contemporâneas é fazer um recorte de um universo que não para de crescer: o da literatura escrita por mulheres. Movimentos como a foto Grande dia para Escritoras, coletivos como Leia Mais Mulheres, livrarias como a Gato sem Rabo e projetos como a Amora Livros estimulam o mercado editorial feminino e revelam cada dia mais talentos no Brasil. E para te ajudar a conhecer algumas das escritoras contemporâneas de São Paulo, a Amora selecionou doze nomes que vêm ganhando destaque na cena brasileira atual. Confira:

Aline Bei – São Paulo (SP)

Formada em Letras pela PUC-SP e em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Célia-Helena, publicou em 2017 seu primeiro romance, chamando a atenção da crítica, e ganhou o Prêmio São Paulo de Literatura. Algumas de suas obras são: O peso do pássaro morto (Editora Nós, 2017) e A pequena coreografia do adeus (Companhia das Letras, 2021).

Andréa Del Fuego – São Paulo (SP)

Graduada em Filosofia, fez formação técnica em publicidade, quando passou a escrever contos eróticos que lhe renderam um convite para criar uma personagem que respondia às dúvidas sobre sexo. Conquistou as listas dos livros mais vendidos com o romance A Pediatra. Algumas de suas obras são: Os malaquias (lançado em 2011, com nova edição pela Companhia das Letras, 2011) A pediatra (Companhia das Letras, 2021), As miniaturas (Companhia das Letras, 2013).

Djamila Ribeiro – Santos (SP)

Filósofa, feminista negra, escritora e acadêmica. Pesquisadora e mestre em Filosofia Política pela Universidade Federal de São Paulo. Colunista do jornal Folha de S. Paulo. Fez consultoria de conteúdo para a marca Avon, para a Rede Globo no programa Amor e Sexo. É idealizadora e coordenadora do Selo Sueli Carneiro. Algumas de suas obras são: Cartas para minha avó (Companhia das Letras, 2021), Pequeno manual antirracista (Companhia das Letras,  2019), Quem tem medo do feminismo negro? (Companhia das Letras, 2018).

Elizabeth Cardoso – São Paulo (SP)

Doutora em Teoria Literária pela USP e professora do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária na PUC-SP. Sua primeira obra de ficção fala sobre o período da ditadura militar no Brasil e suas consequências em vidas que foram interrompidas pela repressão. Algumas de suas obras são: Depois de tudo tem uma vírgula (Patuá, 2021).

Maria Valéria Rezende – Santos (SP)

Escritora, tradutora, educadora e freira missionária, é um dos maiores nomes da literatura contemporânea brasileira. Formou-se em Língua e Literatura Francesa, Pedagogia, é mestre em Sociologia e dedicou boa parte da sua vida à Educação Popular. É uma das fundadoras do movimento Mulherio das Letras, que busca combater o machismo no meio literário.  Algumas de suas obras são: Carta à rainha louca (Alfaguara, 2019), Outros cantos (Alfaguara, 2016), Vasto mundo (Alfaguara, 2015) e Quarenta dias (Alfaguara, 2014).

Mariana Salomão Carrara – São Paulo (SP)

Escritora, poeta e defensora pública. Já recebeu vários prêmios como o Off-Flip (2012), o SESC-DF, o Felippe D’Oliveira (2015 e 2016), o Sinecol, e o Josué Guimarães. Recebeu, ainda, o 2º lugar no Prêmio Guiões de Roteiros em língua portuguesa (Portugal, 2019) pelo roteiro do longa-metragem É lá que eu quero morar. Algumas de suas obras são: Se deus me chamar não vou (Nós, 2019), É sempre a hora da nossa morte amém (Nós, 2021), Não fossem as sílabas do sábado (Todavia, 2022).

Mel Duarte – São Paulo (SP)Reúne seus talentos de poesia, literatura e rap para falar da questão das mulheres negras.”Mulher bonita é que vai à luta”, uma de suas frases difundidas em música, slams e redes sociais. Algumas de suas obras são: O ponto de vista da cadeira amarela – (Leituras Rápidas, 2021), Querem nos calar, poemas para serem lidos em voz alta (Planeta, 2019) e Negra Nua Crua (Tocalivros, 2017).

Natália Timerman – São Paulo (SP)

Formada em Medicina e Psicologia, fez curso de Formação de Escritores do Instituto Superior de Educação Vera Cruz e tornou-se uma das escritoras brasileiras contemporâneas com maior destaque no Brasil. Em Copo Vazio, escreve sobre ghosting e as complexidades dos relacionamentos na era virtual. Foi um dos livros mais vendidos de 2021. Algumas de suas obras são: Copo vazio (Todavia, 2021) e Rachaduras (Quelônio, 2019).

Noemi Jaffe – São Paulo (SP)Doutora em Literatura Brasileira pela USP, é escritora e professora de literatura, escrita e crítica literária. Está à frente de uma das escolas de cursos livres mais conhecidas do Brasil, a Escrevedeira. Seu livro mais recente, Lili: novela de um luto, fala sobre a perda da sua mãe, Lili, uma sobrevivente do Holocausto. Algumas de suas obras sãos: Lili: novela de um luto (Companhia das Letras, 2021), O que ela sussurra (Companhia das Letras, 2020) e Não está mais aqui quem falou (Companhia das Letras, 2017).

Patrícia Melo – Assis (SP)

Além de escrever romances, é dramaturga, roreirista e artista plástica. A revista Time a incluiu na lista dos cinco escritores latino-americanos mais influentes em 1999. Vive com o marido na Suíça. Algumas de suas obras são: Menos que um (Leya, 2022), Mulheres empilhadas (Leya, 2019), Inferno (Companhia das Letras, 2000) e Acqua Toffana (Rocco, 2009).

Preta Rara – Santos (SP)

Autora-cantora-agitadora social que movimenta as discussões de raça e desigualdade social. Trabalhou como empregada doméstica, assim como sua avó e sua mãe, e formou-se na faculdade de História. Eu, empregada doméstica conta a história de domésticas de todo o Brasil, relatos recolhidos através da página da Preta Rara no Facebook. Algumas de suas obras são: Eu, empregada doméstica (Letramento, 2019).

Tati Bernardi – São Paulo (SP)

Escritora, cronista e roteirista. É colunista da F. de São Paulo, faz parte do time dos podcasts Calcinha Larga e Meu Inconsciente Coletivo. Sua obra é baseada em auto ficção, tema que aborda em cursos de escrita. Algumas de suas obras são: Você nunca mais vai ficar sozinha (Companhia das Letras, 2020, Depois a louca sou eu (Companhia das Letras, 2016), Tô com vontade de alguma coisa que não sei o que é – (Panda Books, 2008).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ana Emília Cardoso lança romance em Curitiba

Quantas pessoas passam pela nossa vida sem que a gente saiba um décimo do que viveram? É num misto de curiosidade e incômodo social que a escritora Ana Cardoso lança seu primeiro romance, a novela A mulher que atravessa a ponte. O livro conta a vida de Elisa, mulher de braços fortes e coração mole, que nasceu e vive numa ilha próxima a Porto Alegre, onde trabalha em diversas casas como diarista. A narrativa dá voz a mulheres tradicionalmente silenciadas.

Seja na relação de Elisa com as patroas ou na crueza de situações vividas pela protagonista, o leitor encontra na obra um texto que vai além do entretenimento da melhor qualidade. Um livro que faz pensar e ouvir diversas vozes. Para a autora, “O real precisa ser friccionado para ser pensado”, por isso sua primeira ficção traz um tom tão realista, ainda que suavizado pela prosa leve que a caracteriza.

Ana Cardoso é jornalista, socióloga e autora de quatro outros livros, entre eles o bestseller A mamãe é rock e o guia para adolescência, A mamãe é punk, ambos pela Ed. Belas-Letras. Nasceu em Curitiba, viveu em Florianópolis – onde conheceu o marido Marcos Piangers – e em Porto Alegre. Há quatro anos, voltou a viver na capital paranaense. 

A autora estará na Amora Pop Up, neste sábado, dia 22 de outubro, para o lançamento de A mulher que atravessa ponte. O espaço, que fica ao lado do The Coffee e da Prestinaria Petit, no Juvevê, vende livros de autoras contemporâneas, camisetas, sacolas ecológicas, canecas e outros itens para quem aprecia literatura. Durante o lançamento, haverá ainda jazz ao vivo, sem couvert artístico ou entrada. 

O lançamento de A mulher que atravessa ponte (Editora Zouk, 2022, 204 p., R$ 52) vai acontecer neste sábado, dia 22/10, a partir das 16h, na Amora Pop Up (Rua Moysés Marcondes, 422, Juvevê).

Exterminador de desculpas: livro mostra a importância de diferenciar desculpas de justificativas

A obra “Exterminador de desculpas: a importância de diferenciar desculpas de justificativas”, com coordenação editorial de Alexandre Sita, especialista em franchising e vendas, professor ABF e palestrante, tem o objetivo de ajudar o leitor a libertar-se do hábito da procrastinação e de tudo aquilo que o impede de atingir suas metas e conquistar seus objetivos, por meio de técnicas e relatos de experiências, que o auxiliarão a ter comprometimento, foco e equilíbrio em todos os aspectos de sua vida.

Neste livro, será possível encontrar textos de 14 profissionais de diversos nichos que, por meio de métodos variados, o auxiliarão a lidar com as pequenas desculpas diárias, fazendo com que você possa ser mais sincero consigo mesmo e com aqueles à sua volta. São autores dessa obra: Amilcar Alves Tupiassu Filho, Daniele Bicho do Nascimento, Daniele Pomari, Fernando Tadeu Perez, Karla Cunha, Márcia Tejo, Marciani Badziak, Oberdan Siqueira, Paulo Milton, Pedro Carlos de Carvalho, Roseli Faleiro, Sara T. Lima, Sheila Malta Santos e Wilson Santos.

Publicado pela Literare Books International, a obra aborda os temas, como e se você trocar as desculpas por assumir 100% a responsabilidade pela sua vida?; educação financeira; realizando seus sonhos; não me conte histórias, mostre-me seu comprometimento no trabalho; nossos porquês e para quês; autossabotagem; autocoaching; e muito mais.

SOBRE O COORDENADOR

Alexandre Sita – CEO da Proselling. Administrador de Empresas, com MBA pela University of Dallas e especialização na FGV. Entrou no franchising como diretor de expansão de uma franqueadora e acabou atuando como diretor de operações e marketing. Especialista em vendas consultivas, já treinou times comerciais com aumentos consistentes que vão de 30% a 100% no faturamento anual. Desenvolveu o MACPRO (Método de Aceleração Comercial Proselling) e o Desenvolvendo Leões, um sistema meritocrático de reconhecimento e valorização para times de vendas. Com experiência de mais de 25 anos, ocupou cargos estratégicos em multinacionais como American Airlines e Avaya. Atua como instrutor da ABF e professor do MBA do Sebrae. Instrutor e palestrante, tem como foco acelerar vendas de franqueadores e franqueados. Autor do livro “Franqueado feliz vende bem”, pela Literare Books International.

Ficha técnica

Exterminador de desculpas: a importância de diferenciar desculpas de justificativas Coordenação editorial: Alexandre Sita

Editora: Literare Books International

Formato: 13,5 x 20,8 cm – 1ª edição – 152 páginas – 2022 – Preço de capa sugerido: R$ 49,90

Categoria: Não ficção

ISBN (físico): 9786559224241

ISBN (digital): 9786559224258

Loja Literare Books: https://bit.ly/literare-exterminador

Amazon: https://amzn.to/3PRYmO4

E-book: https://amzn.to/3y4XVcO

À venda nas principais livrarias e plataformas digitais.