Zoo de Curitiba acolhe animais vindos do Zoo do Beto Carrero

Um casal de leões e uma ursa-parda ganharam novo lar no Zoológico de Curitiba, no Alto Boqueirão. Os animais vieram do zoo do Beto Carrero, em Penha, Santa Catarina, em razão de uma reorganização populacional da instituição do estado vizinho.  

“Assim como nós, eles estão em processo de certificação. Na mudança de recintos, para ter mais espaço para os animais, foi necessária essa realocação”, explica o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria do Meio Ambiente, Edson Evaristo. “Como tínhamos experiência no manejo das espécies, nos oferecemos para o recebimento”, completa. 

Por aqui, como resultado das visitas e auditorias para certificação de bem-estar animal, o Zoo também vem construindo novas baterias de recintos e promovendo melhorias nas estruturas existentes. Um recinto ficou vago, ainda, com a perda do urso-de-óculos Andy, em abril do ano passado

O leão Thor, a leoa-branca Zâmbia e a ursa-parda Kiopaa vêm reforçar o time de Educação para Conservação da Fauna do Zoo de Curitiba. O local permanece fechado em razão da pandemia do novo coronavírus, mas a equipes de Educação Ambiental tem buscado alternativas via redes sociais para manter o contato e as informações para os curitibinhas.

O anúncio da chegada de Thor foi feito, em primeira mão, pelo prefeito Rafael Greca na manhã desta terça-feira (4/8) em sua página no Facebook. Os novos animais chegam em meio à tristeza da perda de Simba, que faleceu na manhã da última segunda-feira (3/8). 

Espaço e equipe capacitada

Em razão da sua estrutura física e pessoal capacitado para o cuidado e manejo, a instituição curitibana já foi escolhida para abrigar animais como os cachorros-do-mato Faísca, Fumaça e Fuligem e a monocarvoeiro Monaliza, todos órfãos e sem condições de voltar para a natureza. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pizzaria da Mathilda estreia releitura de sabor clássico

Um dos sabores de pizza mais amados pelos brasileiros ganha sua versão ao estilo napolitano. A Pizzaria da Mathilda estreia sua Portuguesa no dia 04 de outubro, unindo duas tradições gastronômicas para a nova criação. A pizza, que terá valor de R$ 42, sairá pela metade do preço no dia de lançamento, válido para consumo nas três unidades (Juvevê, Vicente e Água Verde), para retirada e venda no site.

Apesar de não ter uma história oficial, diz-se que a Portuguesa nasceu no Brasil, quando imigrantes portugueses adicionaram ingredientes diferentes às pizzas feitas pelos imigrantes italianos. Na receita da Mathilda, os insumos clássicos se aliam ao estilo napolitano que consagrou a pizzaria curitibana. A massa de fermentação lenta, servida individualmente, recebe molho, presunto, basílico, cebola roxa, mozzarella, ovo caipira e azeitona preta.

O estilo napolitano da Pizzaria da Mathilda é celebrado como um dos mais tradicionais, sendo considerado patrimônio imaterial da humanidade pela UNESCO. A Mathilda conquistou o público curitibano ao seguir as regras dessa tradição com as pizzas individuais em sabores clássicos, como Marguerita, e também com criações originais. Renovando o cardápio, traz pedidas favoritas do público como a Portuguesa. A nova pizza Portuguesa estreia nas três lojas no dia 04 de outubro. A Pizzaria da Mathilda conta com três unidades da rede em Curitiba: Vicente (Av. Vicente Machado, 859), Juvevê (R. Rocha Pombo, 265) e Água Verde (Av. dos Estados, 1066). As lojas abrem de terça-feira a domingo, das 18h às 23h. Além disso, os pedidos poderão ser feitos, também, pelo site www.pizzariadamathilda.com.br. Mais informações no perfil oficial no Instagram (@pizzariadamathilda).

População terá ônibus de graça no domingo, dia das eleições

A população curitibana terá ônibus de graça no próximo domingo (2/10), quando será realizado o primeiro turno de eleições majoritárias. Nesse dia, os eleitores vão às urnas votar para presidente da República, governador, senador, deputados federais e estaduais. A gratuidade está prevista no decreto número 1430/2022.

“A ideia é possibilitar que a população possa exercer sua cidadania, se deslocar até os pontos de votação com calma e facilidade e colaborar com a democracia do País”, disse o prefeito Rafael Greca.

Segundo a Urbanização de Curitiba (Urbs), que gerencia o transporte coletivo na capital, a entrada de graça vale para o dia todo nas 254 linhas de ônibus que operam na cidade. A excecão é a Linha Turismo, que percorre os pontos turísticos da capital e funcionará normalmente com pagamento de tarifa de R$ 50 no domingo.

“O transporte coletivo tem importância econômica e social, é caracterizado como serviço de utilidade pública de caráter essencial. Então, nada mais justo que ele se seja gratuito em um momento em que a população exerce sua cidadania, como no dia das eleições”, diz Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs.

No domingo, os ônibus terão reforço e vão funcionar de acordo com a tabela de horário de sábado. A votação acontece das 8h às 17h.