Verão Mundo RIC inaugura no próximo sábado, em Guaratuba

Verão Mundo RIC já é uma ação da tradicional da RICTV | Record TV no litoral paranaense e atrai milhões de pessoas todos os anos | Crédito: Divulgação

A partir do próximo sábado até 04 de fevereiro, a Praia do Morro do Cristo, em Guaratuba, será um dos points mais badalados e com maior concentração de pessoas do litoral paranaense. Isso porque o Verão Mundo RIC – tradicional arena de lazer e entretenimento da RICTV | Record TV preferida dos veranistas paranaenses – traz o slogan “vamos invadir sua praia” com atrações gratuitas para toda a família.

Neste sábado de inauguração – o espaço que já conta com aulas de ginástica, alongamento, dança, paredão de escalada, espaço para massagem, chuveiros de água doce, espaço kids e lounges com internet – terá o show do DJ Wolf, a partir das 17h. Ele, que é natural do interior de São Paulo, atua desde 2010 em casas noturnas e promete colocar os veranistas para dançar no Verão Mundo RIC, com um astral especial para agitar ainda mais o verão. Não perca!

De acordo com a gerente de marketing do Grupo RIC Paraná, Michelle Reffo, a ação faz parte do calendário do verão no litoral paranaense e para a temporada 2018 foi remodelada. “A Arena Mundo RIC agora se chama Verão Mundo RIC, com uma proposta ainda mais interativa e com atrações inéditas, como os Djs, para animar os dias de maior movimento na praia”, declara.

O Verão Mundo RIC funciona todos os dias da semana (exceto nas terças-feiras) das 09h às 19h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guaratuba se prepara para grande movimento no feriado e vai intensificar fiscalizações

A Prefeitura de Guaratuba, espera um grande movimento para o Feriado prolongado de Sete de Setembro, especialmente porque em Curitiba ele terá cinco dias (de sábado até quarta-feira). Em entrevista à Banda B, o prefeito da cidade, Roberto Justus, afirmou que haverá um aumento na fiscalização para o cumprimento do distanciamento social, uso de álcool em gel e máscara.

Estamos pronto para um aumento que deve ser significativo neste período, até porque já há um maior movimento ecônomico na cidade, pela queda das principais restrições com o avanço da vacinação. As pessoas estão com mais interesse de vir ao litoral e isso nos anima”

Roberto Justus

Apesar da expectativa pela chegada dos turistas, o prefeito lembrou que tudo será feito com todos os cuidados necessários.

“Temos aqui um trabalho consolidado de prevenção, firmando um posicionamento de tomar uma medida de cuidado como uso de máscara e álcool em gel e vamos trabalhar intensamente neste sentido, com fiscalizações para que as coisas aconteçam da melhor forma possível”

Com relação às medidas restritivas, o prefeito salientou que está sendo seguido o decreto estadual em vigor.

“Nós acompanhamos o decreto do governo do Paraná. As praias e calçadão estão abertos, com uso de máscara e distanciamento. Também estaremos atentos com relação à manifestação do dia sete de setembro, com relação ao fechamento de algumas entradas da cidade”

Previsão do tempo

Segundo o Sistema Meterológico Simepar, vai dar praia, mas de forma moderada. Entre sábado e terça-feira a previsão é de sol, em alguns momentos entre nuvens, e as temperaturas variando entre 16°C e 27°C.

Informações Banda B

Bolsonaro diz que vetará ‘Fundão’ na íntegra se for impedido de cortar ‘excesso’

 O presidente Jair Bolsonaro afirmou que vai vetar o fundo eleitoral, o “Fundão”, na íntegra caso seja impedido de cortar o que exceder a lei de 2017 de reajuste ao projeto. De acordo com o chefe do Executivo, a ordem dada por ele foi vetar tudo o que extrapolar aquilo previsto em 2017, uma vez que não quer gerar atritos com a Câmara dos Deputados ou o Senado. “Mas vamos supor que não seja possível porque está em um artigo só, então vete tudo”, declarou Bolsonaro à Rádio Capital Notícia – Cuiabá/MT, na manhã desta terça-feira (17)

O chefe do Executivo voltou a declarar que “temos que cumprir a lei” e, não pode vetar ou sancionar “qualquer coisa sem responsabilidade”. “Se eu sancionar o que não devo ou vetar o que não posso, estou em curso em crime de responsabilidade”, afirmou.

Apesar da justificativa utilizada por Bolsonaro, não há obrigação por parte da Presidência da República de reajuste mínimo do chamado “Fundão” pela inflação. Se o presidente confirmar o veto à regra aprovada na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o valor ficará em aberto.

Segundo determina e legislação, o governo e os parlamentares deverão estabelecer o gasto com as campanhas no ano que vem de acordo com o seguinte cálculo: usar o valor dos impostos arrecadados com o fim da propaganda partidária, calculado em R$ 803 milhões no ano que vem, mais um porcentual não definido da reserva destinada às emendas parlamentares de bancada, cuja somatória deve chegar a R$ 8 bilhões no próximo ano.