Vacina canadense contra covid19 está sendo testada em Curitiba; saiba como participar

Uma nova vacina contra a covid-19, desenvolvida pela farmacêutica canadense Medicago, em parceria com a britânica GlaxoSmithKline, está em fase 3 de testes no Brasil. Na região de Curitiba, o Hospital do Rocio, em Campo Largo, selecionará 400 voluntários para testar o imunizante, que já teve o ensaio clínico aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Estudos também estão sendo realizados em São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Os interessados em participar do estudo devem morar em Curitiba ou na Região Metropolitana. Os voluntários devem ter 18 anos ou mais e atender a todos os requisitos (veja abaixo como se candidatar).

É preciso ter disponibilidade para comparecer às consultas agendadas, preencher diários sobre sintomas no seu celular — será necessário baixar um aplicativo —, coletar amostras de sangue e atender às ligações e mensagens que serão enviadas pela equipe. No mundo, serão recrutados 30 mil participantes na Europa, na América Latina, além de Estados Unidos e Canadá.

A vacina em teste é desenvolvida com partículas que são semelhantes ao vírus Sars-CoV-2, chamadas de VLPs (do inglês, viral-like particles). Porém, elas não são infecciosas, pois não contêm material genético viral. Essas VLPs foram inseridas na planta Nicotiana benthamiana — usada para produzir a vacina. O estudo vai avaliar se essa semelhança é suficiente para fazer o organismo produzir anticorpos capazes de prevenir a covid-19.

O cadastramento dos interessados não garante a inclusão no estudo, que só será efetivada no dia da primeira consulta, quando todos os critérios de elegibilidade estiverem revisados pela equipe de pesquisa. Os voluntários serão sorteados por um sistema informatizado para tomar a vacina ou placebo (sem o princípio ativo) e, se constatada a eficácia, todos receberão a vacina.

Como participar

Inscrições, informações detalhadas sobre o estudo e critérios: acesse o site svriglobal.com 

 Quem pode participar 

  • Ter 18 anos ou mais
  • Não ter recebido vacina para covid-19
  • Não ter diagnóstico prévio de covid-19
  • Podem ter condições clínicas que aumentam risco de covid-19 mas que não foram cobertas pelo Programa de Vacinação do SUS, como, por exemplo, tabagismo, obesidade leve, alcoolismo e doença psiquiátrica
  • Mulheres em idade fértil devem estar utilizando método anticoncepcional por até um mês após a segunda dose da vacina (duas doses, zero e 21 dias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.