Uso de máscara em locais públicos é obrigatório em todo o Paraná

O governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou nesta terça-feira (28) a lei 20.189/20 que torna obrigatório o uso de máscara em ambientes coletivos em todo o Paraná. O objetivo é reduzir os riscos de contágio do novo Coronavírus. Até segunda-feira, o Estado registrava 1.186 casos confirmados e 75 óbitos por Covid-19. Quem descumprir a legislação estará sujeito à multa.

O texto, proposto por deputados estaduais, determina que a população use máscaras de tecido em espaços abertos ao público ou de uso coletivo, como ruas, parques e praças, estabelecimentos comerciais, industriais e bancários, repartições públicas, assim como no transporte público de passageiros (ônibus, trens, aviões, taxis e aplicativos de transporte) e onde houver aglomeração de pessoas.

De acordo com o governador, o isolamento social é a melhor forma de prevenção, mas quem precisar sair de casa, a partir de agora, deverá usar máscara para ajudar a evitar a contaminação. “Nosso grande desafio é reduzir a proliferação do vírus”, explica.

Ratinho Junior reforça que o Paraná está respeitando as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias do País e do Estado para conter a proliferação da Covid-19. “O uso de máscara é uma atitude importante e reconhecida como ação preventiva”, acrescenta.

PARCERIA – O chefe da Casa Civil, Guto Silva, destaca a parceria entre os poderes no enfrentamento ao coronavírus. Na semana passada, o governador já havia transformado em lei uma proposta assinada por todos os deputados estaduais, proibindo o corte do fornecimento de luz, água e gás enquanto durar a pandemia de coronavírus no Estado.

“Estamos vivendo um momento único, diferente de tudo o que já passamos, e o governo e os deputados estão unidos no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus”, afirma Guto Silva, reforçando a importância da nova legislação para a prevenção de toda a sociedade.

O QUE DIZ A LEI – A lei sancionada nesta terça-feira determina que os estabelecimentos em funcionamento devam fornecer gratuitamente as máscaras para seus funcionários, além de locais para higienização das mãos ou pontos de álcool gel a 70%. O álcool gel deve estar disponível também para os clientes e o público em geral.

Caberá aos estabelecimentos exigir que as pessoas utilizem máscara durante o horário de funcionamento, independentemente de estarem ou não em contato direto com o público.

A multa para quem descumprir a lei varia de uma até cinco Unidades Padrão Fiscal do Paraná (UPF/PR), para pessoas físicas, e de 20 a 100 Unidades Padrão Fiscal do Paraná (UPF/PR), para pessoas jurídicas. A unidade fiscal equivale hoje a R$ 106,60.

Em caso de reincidência os valores poderão ser dobrados. Os recursos das multas serão destinados às ações de combate à Covid-19. O governo estadual deverá editar decreto nos próximos dias regulamentando a forma de fiscalização.

Fonte: AEN

Após reunião, prefeitos da RMC decidem manter aulas suspensas

O encontro contou com a presença de representantes das escolas particulares e técnicos da Saúde que trouxeram os números atualizados da pandemia

Prefeitos da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) decidiram por unanimidade, na tarde de ontem (21), manter suspensas as aulas da rede municipal de ensino. A decisão aconteceu após reunião do Fórum Metropolitano de Saúde.

O encontro contou com a presença de representantes das escolas particulares e técnicos da Saúde que trouxeram os números atualizados da pandemia na região metropolitana. O presidente da Assomec, Márcio Wozniack, que também é prefeito de Fazenda Rio Grande, afirmou que após a apresentação dos dados todos os gestores municipais entenderam que o momento ainda não é propício para o retorno das aulas.

A maioria dos pais também seria contra o retorno das atividades escolares. “Pesquisas apresentadas pelos municípios na reunião mostraram que em torno de 80% dos pais dizem que não querem que seus filhos retornem para as atividades escolares municipais agora”, revelou o presidente da Assomec.

Wozniack explicou ainda que a volta das aulas na rede privada e estadual é de responsabilidade do governo estadual. “Decreto do dia 18 regrou que a decisão de volta das atividades escolares estaduais e particulares é de responsabilidade do Governo do Estado. O documento diz que é necessário pelo menos três semanas de estabilidade nos números da pandemia para que possa ser iniciado um protocolo de volta de algumas atividades escolares”, esclareceu ele.

Informações Banda B.

São José dos Pinhais vai ganhar a primeira loja da Mais1 – Café

Curitiba é hoje considerada a capital nacional dos cafés especiais, abrigando os melhores baristas e as mais deliciosas receitas do país. Mas não é apenas na capital paranaense que se encontram os amantes de cafés especiais. Pensando nisso, a partir desta sexta-feira, dia 25 de setembro, São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, vai receber a 1ª loja da Mais1 – Café, rede curitibana consolidada como a maior franquia de cafés “to go” do Brasil, com mais de 100 unidades espalhadas pelas cinco regiões do país.

“A Mais1 – Café encanta pela tendência de praticidade que nossas bebidas oferecem, todas desenvolvidas com matérias-primas de excelência e preços acessíveis”, conta Vinicius Delatorre, sócio fundador e diretor operacional da Mais1 – Café. “Estamos crescendo de forma bastante audaciosa pelo território nacional, com diversas inaugurações previstas para os próximos meses, incluindo outras cidades da Região Metropolitana de Curitiba”, complementa ele.

Foto: Divulgação

Seguindo modelos internacionais, a Mais1 – Café aposta em uma operação enxuta e descolada, sem garçons, e com toda a praticidade do estilo “to go”, que se torna ainda mais importante neste momento em que o isolamento social se faz tão necessário, disponibilizando copos especiais para que os clientes consumam a bebida na rua ou levem para qualquer lugar. No cardápio, o cliente poderá encontrar cinco opções de drinks frios com café, três de drinks quentes, duas bebidas quentes sem café e três cafés quentes, além de uma pequena variedade de salgados, doces e cafés moídos.

Nos próximos meses, a Mais1 – Café abrirá as portas, também, em outras importantes cidades do país, entre elas São Paulo (SP), Belo Horizonto (MG), Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Teresina (PI), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC).

Foto: Divulgação

A unidade da Mais1 em São José dos Pinhais vai funcionar na Rua Quinze de Novembro (nº 2214 – loja 03), no Centro da cidade. O empreendimento será inaugurado na próxima sexta-feira, dia 25 de setembro. Mais informações no site www.mais1cafe.com ou no perfil oficial da rede no Instagram (@mais1.cafe).