Arquivos

Universidades buscam criar arquivo de memórias da escola, qualquer pessoa pode doar documentos 

O grupo de pesquisa Currículo, Espaço, Movimento (CEM), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEnsino) da Universidade do Vale do Taquari – Univates, em parceria com pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), criou o projeto “Brocantes: palavras e coisas da escola”. 

O projeto tem como objetivo recolher, arquivar e produzir um repositório de papéis escolares, gerados a partir do início do início do século XX, em diferentes épocas e lugares do Brasil e do mundo. A iniciativa criará um arquivo público sobre documentos de escolas, recebendo doações de materiais de qualquer local.  

Os documentos podem ser enviados por meio digital, utilizando este formulário. Para mais informações sobre as doações, o interessado pode entrar em contato pelo e-mail brocante@univates.br

“Durante os anos escolares, são produzidos todos os tipos de papéis e de documentos, pois nenhuma vida passa pela escola sem que determinadas impressões fiquem registradas. São provas, boletins, pareceres, cartas, desenhos, bilhetes, recados, agendas, cartazes, entre tantos outros papéis escolares que, de algum modo, subjetivam o indivíduo”, destaca o texto de manifesto do projeto. 

Os pesquisadores do CEM convidam a comunidade a participar, doando seus documentos escolares, os quais serão registrados, arquivados e compartilhados de maneira pública por meio de um repositório. “Acreditamos que esse repositório poderá dar visibilidade ao que foi produzido documentalmente pelas escolas nas últimas décadas, servindo também como material para pesquisas”, destaca a coordenadora do CEM, professora doutora Angélica Vier Munhoz.

Fique por dentro de tudo o que acontece na Univates. Clique nos links a seguir e receba diariamente as notícias no seu WhatsApp ou no Telegram