TIM oferece vagas para Programa Jovem Aprendiz em Curitiba

Inovação, criatividade, empatia e espírito colaborativo. Estas são algumas das características que a TIM procura para a contratação de 43 jovens aprendizes. O programa, que busca a inclusão social de estudantes com o ingresso no mercado de trabalho, refletirá também o compromisso da companhia em valorizar a diversidade: a operadora incentiva a participação e seleção de mulheres, negros, LGBTI+ e pessoas com deficiência.

As vagas são para trabalhar nos escritórios de Curitiba. No entanto, por conta da pandemia de Covid-19, as pessoas selecionadas atuarão de forma remota em um primeiro momento, o que também se configura como um importante aprendizado para um modelo de trabalho que se popularizou no último ano.

A TIM vem revisando o perfil profissional exigido em seus processos de seleção para torná-los ainda mais inclusivos. Quem se candidatar deve ter apenas o Ensino Médio completo ou em curso. Serão valorizadas características como criatividade, empatia, colaboração e mente aberta.

O contrato será de 15 meses, com carga horária de seis horas, e há possibilidade de efetivação. Além da bolsa-auxílio, são oferecidos um smartphone com chip de dados e voz e benefícios como vales para alimentação, refeição e transporte, planos de saúde e odontológico, seguro de vida, auxílio-funeral, participação no programa de convênios da TIM e folga no dia do aniversário. As inscrições encerram nesta sexta-feira (30) e podem ser feitas neste link: Programa de Jovem Aprendiz TIM 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscrições para o Enem 2021 começam nesta quarta-feira

As inscrições para o Enem 2021 começam nesta quarta (30) e vão até 14 de julho. A prova está marcada para os dias 21 e 28 de novembro.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e pode ser pago até o dia 19 de julho. No momento da inscrição, que deve ser feita pela página do participante, o candidato deve escolher se quer fazer a prova impressa ou digital.

Nesta edição, o Inep disponibilizou mais de 101 mil inscrições para a modalidade digital do exame, que é exclusiva para quem já concluiu o ensino médio, ou está concluindo em 2021.

A novidade para a edição deste ano é que as provas impressa e digital serão feitas na mesma data, nos dias 21 e 28 de novembro. No Enem 2020, a aplicação ocorreu em finais de semana diferentes.

Como acontecerão na mesma data, as provas dos dois formatos terão as mesmas questões e proposta de redação.

Essa é a segunda edição do exame a ser realizada durante a pandemia. Apesar dos problemas ocorridos na última aplicação, o edital não trouxe nenhuma alteração nas regras para dar mais segurança aos candidatos.

O Enem 2020 realizado em janeiro deste ano teve a maior abstenção da história. Mais da metade dos cerca de 5,7 milhões de inscritos (55,3%) não compareceu ao exame.

Candidatos faltaram por estarem doentes ou com suspeita de infecção, desistiram do exame por não se sentirem preparados, já que as aulas presenciais foram suspensas e eles tiveram dificuldade de acompanhar as atividades remotas, e houve ainda o caso de estudantes barrados de fazer a prova por terem encontrado salas superlotadas, e muitos estudantes

A única mudança no edital relacionada à pandemia se refere ao uso obrigatório de máscara pelos participantes e aplicadores. Não há informação sobre o número de participantes por sala ou a possibilidade de adiamento em locais onde os casos de infecção possam estar em alta.

A equipe do ministro da Educação, Milton Ribeiro, planejava adiar esta edição do exame para janeiro de 2022 por causa da pandemia e por questões orçamentárias, mas voltou atrás diante da repercussão negativa.

Depois da incerteza em relação à realização da prova, o governo Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a se mobilizar para criar uma espécie de “tribunal ideológico” para avaliar quais questões poderão ser usadas no Enem. O documento prevê veto a “questões subjetivas” e atenção a “valores morais”.

Informações Banda B

Agências do Trabalhador disponibilizam 2.409 vagas de emprego; Curitiba retoma atendimento presencial

As Agências do Trabalhador do Paraná disponibilizam nesta semana 2.409 oportunidades de empregos com carteira assinada em empresas do Estado. Do total, 1.052 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana. As Agências do Trabalhador são vinculadas à Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

A unidade de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento é feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados em buscar uma oportunidade de emprego devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria, através do endereço www.justica.pr.gov.br/trabalho

Nas demais Agências do Trabalhador o horário de funcionamento dos postos de atendimento do Sine nos municípios segue as determinações das prefeituras, em consonância com os decretos municipais de enfrentamento da Covid-19.

As vagas ofertadas nas unidades do Estado são para os setores da indústria, serviços e comércio. As principais oportunidades disponíveis são para auxiliar de linha de produção (1.283 vagas), abatedor de aves (188 vagas) e alimentador da linha de produção (164 vagas).

MICROCRÉDITO

Além de oferecer vagas de emprego, a Agência do Trabalhador de Curitiba também oferta os serviços de cadastro e consulta de vagas, habilitação do seguro desemprego e oferta de linhas de microcrédito para pequenos negócios. O empréstimo é feito por meio de uma parceria com a Fomento Paraná, por meio das linhas Banco do Empreendedor e Banco da Mulher Paranaense, e oferece crédito de até R$ 20 mil com três meses de carência e prazo total de 36 meses para pagamento.

“Este é mais um caminho para promover a retomada da economia e facilitar a geração de emprego e renda”, comenta o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

ATENDIMENTOS

Os interessados devem buscar orientações entrando em contato por meio deste LINK, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos telefones (41) 3883-2214, 3883-2251, 3883-2252 e 3883-2256. É possível habilitar o Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS 

Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram colaboradpres ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho  (AQUI).

Na Capital, o contato para ofertar vagas pode ser através dos telefones (41) 3883.2220 / 3883.2218 / 3883.2241 / 3883.2245 e 3883.2236.