Termina hoje inscrição para primeira seleção de 2021 do ProUni

[ad_1]

Terminam hoje (15), às 23h59, as inscrições para a primeira seleção de 2021 do Programa Universidade para Todos (ProUni), que seleciona candidatos a bolsas de ensino integral e parcial em instituições particulares de ensino superior.

Nessa primeira seleção, o ProUni oferta 162.022 bolsas, sendo 76.855 integrais e 85.167 parciais, segundo o Ministério da Educação (MEC). Os estados com o maior número de bolsas ofertadas são São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.

A relação das instituições e dos cursos disponíveis pode ser consultada na página do programa, na internet. Também é possível pesquisar as opções ofertadas por cidade e por tipo de bolsa e modalidade de ensino, presencial e a distância.

Para concorrer à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Neste ano, excepcionalmente, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e ainda não foram realizadas.

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 19 deste mês.

O ProUni oferece ainda duas oportunidades para os candidatos concorrerem às bolsas de estudo, que são a segunda chamada e a lista de espera. O cronograma completo também pode ser consultado na página do programa.

Veja abaixo a tabela de oferta de vagas por estado:

Tabela de ofertas de vagas do ProUni 2021 por estado.

Arte/Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil registra maior queda na média móvel de óbitos por covid-19

O Brasil registrou ontem (9) uma redução de 31,24% na média móvel de óbitos por covid-19 em relação aos 14 dias anteriores, o maior recuo desde o início da pandemia. Se a comparação for feita com o registrado no pico da pandemia, em 19 de abril, a diminuição da média móvel de óbitos é de 91,62%. Os dados são do Ministério da Saúde. 

A pasta destacou que ontem (8) foi o terceiro dia consecutivo em que o Brasil obteve a menor média móvel de óbitos pela doença em todo o ano de 2021. Nove estados e o Distrito Federal não registraram óbitos por covid-19.

Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o cenário de diminuição das contaminações se deve à Campanha de Vacinação, que atingiu nesta terça-feira a marca de mais de 279 milhões de doses aplicadas e quase 88,8% da população-alvo vacinada com a primeira dose.

“Hoje, temos um grande número de brasileiros com a primeira dose e estamos prestes a ultrapassar mais de 70% da população-alvo completamente vacinada. Avançamos com quase 10 milhões nas doses de reforço. E o resultado é isso: vários estados e municípios sem nenhum registro de óbito”, disse o ministro.

De acordo com o ministério, a vacinação contra a covid-19 atinge 69,5% da população com as duas doses ou dose única do imunizante. Além disso, cerca de 10 milhões de pessoas acima de 60 anos, profissionais de saúde e imunossuprimidos receberam a dose adicional ou de reforço. A partir desta terça-feira, o Ministério da Saúde vai distribuir mais 1,2 milhão de vacinas para o reforço. Os imunizantes serão entregues aos estados e ao Distrito Federal nas próximas 48 horas.

A pasta destacou ainda que o país aplicou mais de 13 milhões de doses em crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos de idade. Nesse público, a recomendação é que o imunizante da Pfizer seja utilizado, pois é a única vacina autorizada pela Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa) para essa faixa etária.

Balanço

Até o momento, segundo o governo federal, foram distribuídas mais de 344 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Dessas, mais de 279 milhões foram aplicadas.

Para a Campanha da Vacinação de 2022, o governo federal informou que garantiu mais de 354 milhões de doses: 100 milhões da Pfizer e 120 milhões da AstraZeneca e mais 134 milhões de vacinas, remanescentes da campanha de 2021, que serão utilizadas no próximo ano.

Vem aí o casamento coletivo gratuito. Veja como se inscrever

* As fotos que ilustram essa matéria foram feitas antes da pandemia, por isso os participantes estão sem máscaras

Estão abertas as inscrições para o casamento coletivo gratuito de 2021 em Curitiba. Os interessados têm até o dia 19 de novembro para se inscrever no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo da casa onde um dos noivos mora. Em Curitiba há 39 Cras. Veja aqui os endereços.

O evento, promovido pelo programa Justiça no Bairro, do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, será realizado em 18 de dezembro, em local ainda a ser definido. Dependendo do número de inscritos, o casamento poderá ocorrer em dois horários.

Nos Cras, os noivos deverão apresentar a documentação e comprovar que atendem aos critérios exigidos para participar do evento, como ter renda de um salário mínimo e meio por pessoa ou três salários mínimos por casal. É preciso também comprovar que pelo menos um dos noivos reside na capital.

Se cumprir os requisitos para inscrição, o casal será encaminhado para cadastro nos Cartórios de Registro Civil, onde deverão apresentar a documentação exigida.

Documentos exigidos

Noivos maiores de 18 anos e solteiros
Documento de identidade: RG e CPF;
Comprovante de residência dos noivos, original e atualizada (conta de luz ou água);
Certidão de nascimento (atualizada há 90 dias).

Noivos maiores de 18 anos e divorciados
Documento de identidade: RG e CPF;
Certidão de casamento com averbação de divórcio atualizada (90 dias) e original;
Formal de partilha de bens do processo de divórcio ou certidão negativa de bens;
Comprovante de residência dos noivos atualizada (conta de luz ou água) e original.

Noivos menores de 18 anos e solteiros (obrigatório pelo menos 16 anos)
Documento de identidade: RG e CPF;
Comprovante de residência dos noivos atualizada (conta de luz ou água) e original;
Certidão de nascimento (atualizada há 90 dias);
Presença dos pais com identidade original (RG e CPF).