Tarifa Zero é solução para crise no transporte público, diz Romanelli

A superlotação do transporte coletivo, entre outros problemas, se evidenciou mais ainda nesta pandemia do coronavírus e, novamente, entrou na pauta dos pré-candidatos a prefeito. Em Curitiba, a prefeitura pediu prorrogação até dezembro do auxílio mensal (R$ 20 milhões) e a Câmara dos Deputados pretende votar um aporte de até R$ 4 bilhões aos sistemas de transporte público dos estados e municípios.

As empresas sinalizam para um colapso no setor caso não tenha qualquer apoio financeiro aos sistemas. “Não há melhor solução do que a tarifa zero. Estados e municípios não têm dinheiro para bancar um sistema de transporte público. Tem que ter um projeto analisado, debatido e aprovado no Congresso Nacional”, disse o ex-deputado Acir Mezzadri, presidente do IBT (Instituto Brasil Transportes).

O IBT tem sido procurado por pré-candidatos a prefeitos e vereadores de todo o país e ressalta a importância do projeto de iniciativa popular Tarifa Zero, que prevê gratuidade no transporte público, como já funciona em 13 cidades brasileiras.”É um projeto que propõe a criação de um fundo nacional de transporte urbano, a ser formado com recursos de rubricas legais já existentes”, explica o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) que tem conversado com prefeitos e dirigentes do IBT.

“Já fizemos uma audiência pública sobre o tema na Assembleia Legislativa. Temos  que terminar a coleta de 1,5 milhão de assinaturas e protocolar o projeto na Câmara dos Deputados. A proposta é perfeitamente factível”, completa.

Garantia 

O presidente do instituto disse que uma das formas de financiamento do transporte público pode vir da Cide – a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, incidente sobre o comércio de combustíveis. “O sistema de transporte no Brasil, custa hoje R$ 46 bilhões e só a Cide arrecada R$ 72 bilhões”.

Mezadri afirma que o IBT fez estudos sobre essa viabilidade durante três anos. O estudo aponta que o Brasil tem hoje 39 milhões de usuários do transporte coletivo e outros 37 milhões de usuários estão excluídos do sistema devido ao alto valor das tarifas, “O transporte público do Brasil demonstra a profunda desigualdade social do país. Num universo de 150 milhões de brasileiros considerados economicamente ativos, o transporte público atende apenas 37% dos trabalhadores” disse.

Com a aproximação das eleições municipais, os pré-candidatos dos grandes e médios centros urbanos devem incluir o Tarifa Zero na pauta da campanha. “Queremos o apoio de todos os futuros ocupantes dos cargos eletivos, seja de direita, esquerda ou centro, pois quem sairá ganhando é o povo trabalhador”, afirma Mezzadri.

“É necessário não apenas apoiar o projeto nacional, como também se comprometer em aplicar na sua cidade caso eleito”,, completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1º Festival de Jägermeister de Curitiba terá drinks exclusivos com preços a partir de R$ 15

O evento, promovido pelo restobar The Weknd em parceria com a marca alemã, será realizado entre os dias 21 de janeiro e 4 de fevereiro, com seis opções de coquetéis

O Jägermeister, um dos destilados mais famosos do planeta, ganhará um evento especial na capital paranaense. Entre os dias 21 de janeiro e 04 de fevereiro, o restobar The Weknd, em parceria com a marca alemã, vai promover o 1° Festival de Jägermeister de Curitiba, que contará com seis drinks exclusivos com preços a partir de R$ 15.

Elaborado com 56 ervas, raízes e temperos, o Jägermeister já é saboroso puro. Prova disso é o Shot Jäger, um grande sucesso mundial, que no festival custará R$ 15. Outra pedida no formato será o Shot Jäger Weknd, preparado com o destilado, xarope de maracujá e espuma de gengibre (R$ 15). Para quem gosta de coquetéis clássicos, uma ótima opção será a releitura do famoso Negroni, o Negroni Jäger, que combina gim e Ramazzoti com a bebida estrela do evento (R$ 25).

Divulgação

Para quem busca uma opção mais refrescante, com a cara do verão, o Jägersummer será uma ótima pedida: Jägermeister com limão tahiti e tônica (R$ 25). Outro coquetel interessante para os dias mais quente será o Jägermatte, preparado com o destilado combinado a suco de limão e chá mate (R$ 25). Para fechar o menu, o clássico Jägerbomb, que alia Jägermeister com energético Red Bull (R$ 25).

Rock e Gastronomia

Inaugurado no último mês de novembro, o The Weknd surgiu para aliar música ao vivo, drinks, cervejas especiais e churrasco completo em um só ambiente. Com capacidade para cerca de 200 pessoas, o espaço é dedicado ao rock, seja com bandas covers de clássicos, de rock independente e discotecagens que celebram o estilo.

O 1° Festival de Jägermeister de Curitiba será realizado entre os dias 21 de janeiro a 04 de fevereiro, no The Weknd (Av. Nossa Senhora da Penha, 148), no bairro Cristo Rei. O restobar funciona de terça-feira a domingo, das 18h às 01h. Mais informações no perfil oficial do bar no Instagram (@thewekndcwb).

Teatro da Vila terá oficina de teatro para crianças e adolescentes

Que tal aproveitar as férias para fazer uma oficina de teatro? O encontro para crianças e adolescentes de 10 a 18 anos, será feito no novo espaço cultural, o Teatro da Vila, na CIC, nas tardes dos dias 26 a 28 de janeiro. As inscrições são gratuitas e estão abertas no espaço, de terça a domingo das 9h às 18h.

A oficina Jogos Teatrais como estímulos na formação de leitores será conduzida pelo arte-educador Victor Carlim. Com alegria e diversão, serão ensinadas técnicas de cena que estimulam a integração com os outros, consigo mesmo e com o universo de histórias clássicas, repleto de reflexões sobre natureza, vida e paixões.

Jogos teatrais, trechos de textos literários e processos criativos de construção de história serão os principais conteúdos trabalhados. A intenção é proporcionar uma nova percepção do público sobre como as histórias criam o que vemos no mundo e abrir os olhares para diferentes culturas.

Facilitador

Mestrando em Artes, Victor Carlim é ator e professor de artes. Com ênfase em teatro, em exercício desde 2012, estuda as relações de teatro, improviso e comédia desde 2015. Possui sua pesquisa e experiência voltada para a comédia,inserções de outras linguagens no trabalho do ator e modalidades de mediação artística para o espectador contemporâneo. Em meio a isso, estuda e desenvolve projetos de arte-educação e roteiros cinematográficos de forma independente.

Serviço:

Oficina gratuita de teatro
Jogos teatrais como estímulos na formação de leitores
de 26 a 28 de janeiro, 14h às 17h

Inscrições:
É grátis!
Bilheteria do Teatro da Vila: de terça a domingo das 9h às 18h.
Local: R. Davi Xavier da Silva, 451 – Cidade Industrial de Curitiba