Sanepar diz que pode suspender rodízio de água se nível das barragens chegar a 80%

Após confirmar a flexibilização do rodízio de água a partir da próxima segunda-feira (15), a Sanepar anunciou que pode suspender a medida em breve. Para isso acontecer, é necessário que o nível das barragens chegue a 80%.

De acordo com o diretor-presidente da Companhia, Claudio Stabile, a expectativa é que isso ocorra no fim do verão, em março de 2022, uma vez que as previsões meteorológicas indicam chuvas abaixo da média para novembro e dezembro, com elevação das precipitações para janeiro, fevereiro e março.

“Ainda estamos sob efeito da La Niña e não conseguimos quantificar quão forte o fenômeno vai ser, o quanto abaixo das médias as chuvas vão ser. Se as chuvas forem dentro da média em janeiro, fevereiro e março forem na média ou um pouco acima, teríamos condições de atingir esse número no fim do verão”, disse.

Nesta quinta-feira (11), o nível médio dos reservatórios está em 68,05%.

Flexibilização

A partir de segunda-feira (15), a Sanepar retoma o rodízio de 60 horas de fornecimento de água por até 36 horas de suspensão. Nesse modelo, o abastecimento é feito por 24 horas a mais do que na programação anterior. Os bairros serão divididos em quatro grupos, com cerca de 980 mil pessoas em cada.

Informações Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.