Rua 24 Horas promove o 2º Festival do Strogonoff de Curitiba neste final de semana

Rua 24 Horas – O strogonoff é um prato da culinária russa feito de cubos de carne bovina num delicioso molho de creme de leite. Criado em meados do século XIX, popularizou-se rapidamente e se espalhou pelo mundo. A receita é simples, dourar e flambar a carne, adicionar mostarda e finalizar com creme de leite. Mas a criatividade dos chefs possibilita versões diferentes do clássico, oferecendo novos sabores e experiências.

Pensando neste preparo extremamente saboroso e difundido em todo planeta, a Rua 24 Horas, um dos pontos turísticos e de entretenimento mais tradicionais da capital paranaense, vai promover, nos dias 26 e 27 de outubro, o 2º Festival do Strogonoff de Curitiba. Durante os dois dias do festival, os restaurantes Bávaro, James Hill, Pezzo Italian Food, Prinzen, Fresh Juice e KODA vão servir várias releituras do strogonoff. Serão mais de 20 opções comercializadas pelo preço máximo de R$ 20, além de um buffet livre com seis variações da iguaria por R$ 22,90.

Entre os destaques do evento estão o suculento Strogonoff Burger do Bávaro; o penne gratinado ao molho de strogonoff de alcatra do Prizen; e o sanduíche Blue Cheese & Bacon Strogonoff do James Hill. Para os vegetarianos, o festival também terá ótimas opções, entre elas o strogonoff de palmito, preparado pelo Bávaro, e o strogonoff de palmito com grão de bico e alho poró, desenvolvido pelo Pezzo.

Para finalizar o cardápio incrível, o festival ainda conta com versões doces da iguaria. Que tal uma torta de strogonoff de doce de leite com nozes e bola de sorvete? Ou quem sabe o strogonoff de morango com suspiros? Na dúvida, pega um de cada, o que importa é não deixar de aproveitar o 2º Festival do Strogonoff de Curitiba.

 

Chef Karine Pacheco

Durante o festival, a chef Karina Pacheco, consultora gastronômica especializada em comida brasileira, assumirá a cozinha do Pezzo para oferecer um buffet livre especial, que terá releituras de strogonoff como grande destaque. A chef é proprietária do restaurante Ancoradouro, da cidade de Guarapuava (PR), e pós-graduanda em Gastronomia Autoral pela PUCRS. Karina tem uma carreira brilhante na gastronomia e vem surpreendendo cada vez mais na cena local, com prato ganhador no evento Inverno Gastronômico.

 

Confira o cardápio completo de cada operação:

 

Bávaro Chopperia e Hamburgueria: Strogonoff Burguer – pão macio, hambúrguer de 150g, cogumelos flambados, creme de strogonoff na versão gorgonzola e batata palha; Russian Strogonoff – strogonoff de contrafilé com purê de batata e arroz branco; Volcano Strogonoff – base de purê de batata, batatas cozidas e strogonoff de frango coberto com batata palha; Fritas Strogonoff – 400g de batata frita coberta com creme de strogonoff com bacon e queijo muçarela gratinado no maçarico; e Veggie Strogonoff – strogonoff de palmito com arroz branco.

James Hill Sandwich Company: Blue Cheese & Bacon Strogonoff – baguete de 22 centímetros, strogonoff de frango com molho cremoso de gorgonzola, bacon crocante e cogumelo opcional; Taco Strogonoff – taco crocante de strogonoff de frango, lombinho ou carne com salada; e Bolinhos indianos – cinco bolinhos indianos com duas opções de cobertura, strogonoff de doce de leite ou strogonoff de nozes.

Prinzen: Penne gratinado ao molho de strogonoff de alcatra coberto com batata palha; Strogonoff de lombinho com purê de batata artesanal e arroz branco; Strogonoff de frango com bacon, purê de batata artesanal e arroz branco; Strogonoff de costela, purê de batata artesanal e arroz branco; e Batata Suíça – batata assada recheada com strogonoff de frango com bacon, lombinho ou costela coberto com batata palha.

Fresh Juice: Milkshake de Strogonoff de nozes 300ml; Brownie com sorvete e calda de strogonoff de doce de leite; Strogonoff de doce de leite com sorvete; Strogonoff de morango e suspiro com bola de sorvete; e Torta de strogonoff de doce de leite com nozes e bola de sorvete.

KODA: Strogonoff com tiras de frango, arroz e batata palha; e Strogonoff com tiras de carne, arroz e batata palha.

Pezzo Italian Food: Buffet livre com opções de saladas; Strogonoff de alcatra e cogumelo flambado na cachaça; Strogonoff de alcatra clássico; Strogonoff de lombo na cerveja preta; Escondidinho de strogonoff de frango com açafrão e cogumelo; Strogonoff de palmito com grão de bico e alho poró; arroz branco; arroz carreteiro; batata rosti; batata palha; e fritas com cheddar. Para a sobremesa, o Strogonoff de morango com suspiros também está incluso.

2º Festival do Strogonoff de Curitiba será realizado nos dias 26 e 27 de outubro, das 10h às 23h. A Rua 24 Horas fica na Rua Visconde de Nácar – sem número, no Centro de Curitiba. Mais informações pelo telefone (41) 3078-9777.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba pode ganhar Rota Gastronômica da Comida Sem Glúten

Capital dos Celíacos, Curitiba também pode ganhar uma Rota Gastronômica da Comida Sem Glúten. O vereador Bruno Pessuti (Podemos) protocolou na Câmara Municipal o projeto de lei que institui o guia dedicado ao tema na cidade.

De acordo com o autor do Projeto, a ideia é dar visibilidade à causa e fomentar o turismo gastronômico: “A Doença Celíaca é um tema que merece a atenção das autoridades. Pensamos nessa Rota Gastronômica não apenas para instituir uma Lei, mas também para criar um Guia que realmente incentive o comércio, a gastronomia e o crescimento das campanhas voltadas aos Celíacos”, explica.

Para criar atrações que aqueçam o setor, Pessuti conta que já há conversas com o Instituto Municipal de Turismo. Além da identificação visual dos estabelecimentos integrantes da Rota, também será possível o mapeamento dos estabelecimentos por aplicativos de geolocalização. Uma linha de ônibus especial, para fazer um itinerário gastronômico da alimentação sem glúten em datas específicas, também está sendo avaliada.

Licenciamento
Na redação do Projeto de Lei, está definido que a Rota Gastronômica será composta por estabelecimentos devidamente licenciados pela Associação dos Celíacos do Paraná (ACELPAR). 

Este processo de credenciamento envolve treinamento de funcionários dos estabelecimentos, fiscalização da matéria-prima fornecida, adequação da comunicação visual além da adesão a um termo de compromisso junto à Associação.

Para a presidente da ACELPAR, Ana Claudia Cendofanti, a expectativa é que a Rota amplie as ações de conscientização: “Essa rota é importante também para inclusão social, para o Celíaco não se sentir um estranho. É uma forma de mostrar que a gente existe. Vai ser uma ação para despertar o interesse do curitibano. Mostrar que há público, mercado e qualidade na gastronomia sem glúten em Curitiba”, disse.

Legislação
Além deste Projeto que tramita na Câmara Municipal, em Curitiba já foi sancionada a Lei 15.648/2020, também de autoria de Bruno Pessuti, que reconhece Curitiba como a Capital dos Celíacos e institui uma Semana de Conscientização dedicada ao tema.

Em 120 dias Curitiba dobra número de UTIs do SUS

Curitiba dobrou o número de leitos de UTIs para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) nos últimos 128 dias. De 324 unidades no início de março, a Secretaria Municipal da Saúde abriu outras 325 novas vagas exclusivas para tratamento da covid-19, totalizando hoje 649 UTIs SUS na cidade.

As ativações das UTIs foram feitas de forma programada, atendendo a demanda de pacientes gerada pela pandemia. Os leitos foram ativados dentro da rede hospitalar já existente na cidade, e também em dois novos hospitais abertos nesse período: um no Alto da XV e outro na CIC. Os dois novos hospitais foram abertos nos últimos 30 dias.

Nesta sexta-feira (17/7) foram abertos mais 12 leitos de UTIs para covid-19 no complexo Hospital do Idoso-Vitória. Outras 20 serão ativadas ainda neste mês, no Instituto de Medicina, no Alto da XV, ampliando para 345 o número de UTI do SUS para covid-19.

“Não são leitos transformados, são 325 novas vagas até agora exclusivamente para pacientes graves de covid-19, ou seja, são leitos extras na rede”, explica Márcia Huçulak, secretária municipal da Saúde de Curitiba.  

Os novos leitos fazem parte do plano de contingência de enfrentamento à pandemia do município e integram os 1.088 leitos de UTI da rede hospitalar pública e privada da cidade.

Além das novas UTIs, Curitiba conta ainda com 393 enfermarias totalizando 649 leitos na capital exclusivamente para covid-19, que recebem pacientes SUS.