Prefeitura entrega mais 50 novos ônibus

O prefeito Rafael Greca apresentou nesta terça-feira (17/12) na Praça Rui Barbosa mais 50 ônibus que passam a integrar a frota de transporte coletivo da capital. Com esses novos veículos, somam 317 ônibus novos desde dezembro de 2017, a maior renovação dos últimos anos. Ao todo, a Prefeitura de Curitiba renovou 25% da frota de ônibus operante em apenas dois anos.

Foto: Franklin Freitas

Os novos ônibus vão atender as regiões do Sítio Cercado, Pinheirinho, CIC e Tatuquara.

“Estamos entregando 317 ônibus, 17 a mais do que o prometido para o ano e chegaremos a 450 veículos no aniversário de Curitiba em março. Temos o compromisso com a população de oferecer um serviço de qualidade. Temos um metrô sob pneus que custa mil vezes menos que um metrô ferroviário e que transporta 1,2 milhão de passageiros por dia”, disse Greca.

O processo de renovação dos ônibus do transporte coletivo de Curitiba, retomado em dezembro de 2017 pelo prefeito Rafael Greca, depois de mais de quatro anos parado, evitou e cessou o envelhecimento da idade média da frota operante.

Caso nada fosse feito, hoje os 1.250 ônibus que transportam diariamente 1,23 milhão de passageiros estariam juntos com uma idade média de quase uma década, 9,8 anos. De 2013 até o fim de 2017 nenhum ônibus novo havia sido adquirido e assim, a idade média da frota aumentava continuamente. Com a renovação já feita, ela está em 7,43 e chegará a 7,02 anos com os novos ônibus.

“Esse processo nunca deveria ter sido interrompido, pois gerou um grande acúmulo de frota vencida e prejuízo para a cidade. O esforço de retomada da renovação foi grande e não poderá parar”, destaca Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs)

Principal meio de deslocamento dos cidadãos curitibanos, o sistema de transporte da capital conta atualmente com 254 linhas urbanas operadas por três consórcios de empresas privadas que disponibilizam uma frota operante de 1.231 ônibus.

As linhas realizam, em média, 14,1 mil viagens por dia, percorrendo mais de 273 mil quilômetros.

Os 50 veículos entregues hoje são do tipo comum (motor dianteiro, de 12 metros de comprimento, cor laranja) para operação nas linhas convencionais e alimentadoras. O chassi é Mercedes Benz OF1721L, a motorização é EURO V/PROCONVE P7, e o ônibus tem capacidade para 87 passageiros. Serão 30 ônibus da empresa Sorriso e 20 da Redentor.

Outros equipamentos

O veículos contam com quatro câmeras internas, dois  espaços para cadeirantes, sistema de monitoramento por câmeras, sinais sonoro e visual de fechamento das portas, plaqueta com o prefixo do ônibus em braille, mensagem de voz na solicitação de parada do cadeirante, 20% de bancos destinados às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e iluminação interna em LED.

Presenças: Estiveram presentes à apresentação dos ônibus, o vice-prefeito Eduardo Pimentel, o presidente do Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp), Mauricio Gulin, o administrador da regional da Matriz, José Dirceu Matos, o presidente da Cohab, José Lupion Neto, o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Antonio Trautwein, o presidente da FAS, Thiago Ferro e o vereador Oscalino do Povo, além de representantes de empresas e funcionários da Urbs.

Sérgio Moro recebe carteira da OAB e abre escritório em Curitiba

Antes de começar a advogar, no entanto, Moro deverá acabar de cumprir a quarentena de seis meses determinada pela Comissão de Ética da Presidência.

O ex-juiz federal que conduziu a Lava Jato e colecionou desafetos entre alguns criminalistas vai atender sua futura clientela em um endereço de Curitiba, base e origem da maior operação já desencadeada no País contra a corrupção.

Antes de começar a advogar, no entanto, Moro deverá acabar de cumprir a quarentena de seis meses determinada pela Comissão de Ética da Presidência. Levando em consideração a data em que anunciou sua renúncia e acusou o presidente de suposta tentativa de interferência na Polícia Federal, 24 de abril, a quarentena do ex-juiz terminará no fim de outubro.

Informações Banda B.

Curitiba tem 362 novos casos e sete mortes por covid-19

Curitiba registrou nesta quarta-feira (16/9), 362 novos casos de covid-19 e sete óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde.

As novas vítimas são três homens e quatro mulheres, com idades entre 39 e 92 anos. Quatro destes óbitos ocorreram nas últimas 48 horas. Os demais foram nos dias 9 e 14 de agosto.

Apenas um dos pacientes não apresentava fator de risco para as complicações da covid-19.  

Até agora são 1.156 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, sobre 39.631 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 33.831 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 4.644 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

UTIs do SUS

Nesta quarta-feira (16/9), a taxa de ocupação dos 334 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 é de 87%. Todos os pacientes que são internados com quadro de síndrome respiratória aguda grave vão para os leitos exclusivos covid-19 e não apenas os casos confirmados da doença. No momento restam 47 leitos livres.

Números da covid-19 em 16 de setembro

362 novos casos
7 novos óbitos

Números totais

Confirmados – 39.631
Investigação: 630
Recuperados – 33.831
Óbitos – 1.156