Paraná registra primeira temperatura negativa de 2021

Conforme o outono avança, as temperaturas mais baixas começam a surgir com mais força no Estado pela primeira vez no ano. Na manhã desta quarta-feira (28), o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) registrou a temperatura de -0,1°C no município de General Carneiro, na região Sul.

O registro é consequência de uma massa de ar frio e seco que se estende por boa parte do Paraná ao longo desta semana, mantendo as temperaturas mais baixas até sexta-feira (30). Além disso, as características da região em que o município se encontra favorecem os picos negativos, especialmente no período noturno.

“General Carneiro está em uma região propícia, de vale, em que há uma tendência para o resfriamento. Mas, de modo geral, temos a atuação de uma massa de ar mais seco e mais frio, o que favorece a diminuição das temperaturas como um todo. Teremos esse mesmo cenário até pelo menos o final de semana”, explica Lídia Mota, meteorologista do Simepar.

No entanto, ela aponta que o registro da temperatura negativa foi pontual. “É possível que se repita, mas vai ser muito pontual, como aconteceu hoje (quarta-feira). Esse não é um comportamento anômalo, já que estamos entrando em um período do ano sem muito aquecimento. Mas não estamos em um cenário propício para temperaturas negativas”.

A temperatura máxima registrada no município de General Carneiro nesta quarta-feira foi de 23,8°C, o que demonstra que o frio se intercala com temperaturas amenas, além da predominância de um tempo seco por todo o interior do Estado.

Segundo a meteorologista, as temperaturas mais baixas devem atingir, nestes próximos dias, principalmente as regiões do Litoral, Leste e Centro-Sul do Estado, que já apresentam uma propensão ao resfriamento. A tendência é de variação de nebulosidade entre o Leste e Litoral do Estado pela incursão de umidade do oceano. Essa variação pode alcançar a região mais central do Paraná, chegando até os Campos Gerais.

No Oeste e Noroeste, as temperaturas se mantêm mais altas, e apresentam maior tendência para predomínio de sol.

GEADA – Segundo o instituto, não há alerta de geada no Estado.

MÍNIMAS – Confira abaixo as temperaturas mínimas (°C) registradas pelas estações do Simepar em todo o Estado nesta quarta-feira (28):

Altônia 11,0

Antonina 18,1

Apucarana 13,3

Assis Chateaubriand 10,1

Cambará 11,6

Campo Mourão 8,1

Capanema 8,7

Capitão Leônidas Marques 10,7

Cascavel 8,8

Cerro Azul 14,2

Cianorte 12,3

Cidade Gaúcha 9,4

Clevelândia 7,7

Colombo 13,6

Cornélio Procópio 13,7

Curitiba 14,1

Cândido de Abreu 11,9

Foz do Iguaçu 8,6

Francisco Beltrão 6,8

General Carneiro -0,1

Guarapuava 7,9

Guaratuba 18,1

Guaíra 10,2

Inácio Martins 7,8

Irati 12,3

Ivaí 12,4

Jaguariaíva 11,1

Lapa 13,0

Laranjeiras do Sul 9,8

Loanda 15,1

Londrina 11,0

Marechal Cândido Rondon 7,7

Maringá 12,1

Morretes 17,8

Palmas 6,4

Palmital 12,3

Palotina 5,6

Paranaguá 18,5

Paranavaí 10,2

Pato Branco 9,2

Pinhais 13,6

Pinhão 5,9

Ponta Grossa 12,7

Santa Helena 8,3

Santo Antônio da Platina 14,3

São Mateus do Sul 9,0

Telêmaco Borba 8,8

Toledo 8,6

Ubiratã 11,5

Umuarama 12,1

União da Vitória 6,6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Frio atinge todo o Paraná e 15 municípios registram a temperatura mais baixa do ano

Uma massa de ar frio e seco avançou por diversas regiões do Paraná nesta segunda-feira (19), causando queda brusca das temperaturas. Em 15 cidades foi o dia mais frio do ano, como Guarapuava, na região Centro-Sul, onde os termômetros registraram mínima de -4,4ºC. Municípios do Oeste, Sudoeste e Centro-sul também tiveram temperaturas negativas. Houve, ainda, ocorrência de geada intensa, além de congelamento em algumas localidades.

O vento calmo, vindo do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, invadiu o território paranaense, provocando resfriamento intenso, inclusive da região dos Campos Gerais e na Região Metropolitana de Curitiba.

Além de Guarapuava, as estações do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) indicaram recordes de temperaturas baixas para o ano em União da Vitória (0°C), Toledo (-3.0°C), Ponta Grossa (-4.2°C), Pinhão (-4.5°C), Pato Branco (-2.6°C), Paranavaí (0.9°C), Palmital (-0.9°C), Jaguariaíva (-1.7°C), Guaíra (0.2°C), Francisco Beltrão (-1.8°C), Foz do Iguaçu (-0.9°C), Fernandes Pinheiro (-1.9°C), Cornélio Procópio (2.0°C), Cerro Azul (-1.8°C) e Cândido de Abreu (-1.7°C).

Em General Carneiro, no Sul do Estado, os termômetros marcaram -5,4ºC, a menor do Estado. A rede Simepar também apontou mínimas de -3,3ºC em Palmas, -2,4 em Inácio Martins, -1,9 em Irati, -1,8 em Cerro Azul, -1,7ºC em Cascavel, -1,1ºC em Cambará, -0,6 em Assis Chateaubriand e -0,9ºC em Foz do Iguaçu. Em Curitiba, a menor temperatura foi de 1,5°C, mas o registro de 0,4ºC do dia 30 de junho permanece como a mais baixa de 2021 até agora.

GEADA 

A intensidade do frio no Centro-Sul e no Oeste paranaense, com marcas tão baixas, fez com que a geada fosse intensa em diversos municípios. “No Sudoeste e nos Campos Gerais houve confirmação de geada branca, enquanto a geada negra poderá ser confirmada, apenas, em alguns dias, após a constatação do congelamento do orvalho”, destaca Samuel Brum, meteorologista do Simepar.

A geada negra ocorre quando o ar está muito seco e a planta morre antes que ocorram a formação e o congelamento do orvalho. Em outras palavras, ela acontece quando a atmosfera tem baixa concentração de vapor d’água e a perda radiativa é intensa, causando resfriamento acentuado da vegetação, chegando à temperatura letal.

PREVISÃO 

O frio intenso deverá se manter estável em todas regiões do Estado nesta semana. Há previsão de geada ampla sobre o território paranaense, com exceção do Litoral.

Nesta terça-feira (20), as temperaturas deverão ser novamente baixas, com formação de geadas especialmente nas regiões Sudoeste, Centro-Sul, Campos Gerais e Região Metropolitana de Curitiba. Também há possibilidades da ocorrência de chuvas fracas nos municípios que fazem divisa com Santa Catarina, conforme previsão do Simepar.

A partir de quarta-feira (21), o frio vai perdendo intensidade de forma gradual. “O tempo deverá seguir bastante seco e sempre com temperaturas bem baixas no amanhecer e mais elevadas durante a tarde. No final da semana o Paraná deverá atingir temperaturas máximas acima de 20ºC em praticamente todos os municípios”, disse Brum.

Problemas no ferry-boat levam Guaratuba a decretar estado de calamidade pública

Os constantes problemas no ferry boat de Guaratuba, no Litoral do Paraná, levaram o município a decretar estado de calamidade pública nesta quarta-feira (14). Segundo a Prefeitura, no dia anterior ao decreto, uma balsa que fazia a travessia com o balneário Caiobá, em Matinhos, ficou à deriva.

Sobre a ocorrência, o prefeito da cidade, Roberto Justus, afirmou o serviço tem apresentado constantes problemas que oferecem riscos à integridade física dos usuários. Além disso, tem gerado atrasos na rotina de moradores e visitantes que vão à cidade.

“O decreto que acabo de assinar apenas formaliza uma situação que todos nós guaratubanos e as pessoas que frequentam a nossa cidade estamos constatando há várias semanas (…). Aquilo que em um primeiro momento poderia parecer apenas um dissabor em razão dos atrasos nas filas extrapola todos os limites (…)”, disse o prefeito em um pronunciamento nas redes sociais da Prefeitura, no fim da tarde de quarta (14).

O momento que a balsa ficou à deriva foi registrado por diversos internautas nas redes sociais. Segundo testemunhas, o ferry-boat ficou preso em um banco de areia. Há suspeitas que uma falha mecânica pode ter levado a situação.

O serviço, ainda na tarde de quarta, voltou a ficar normalizado após 40 minutos, de acordo com os usuários. A empresa que opera o serviço não se pronunciou sobre o caso.

Decreto

O município, a partir do momento que emitiu o decreto, exigiu que a dona da concessão para explorar a travessa na Baía de Guaratuba, apresente o alvará de funcionamento e atestados de vistorias das embarcações.

A medida, ainda de acordo com a Prefeitura, também permite a suspensão imediata do serviço prestado pela empresa.

Informações Banda B