Paraná amplia as medidas de combate ao coronavírus

As medidas de combate ao coronavírus adotadas no Paraná e aprovadas pela Assembleia Legislativa estão evitando a propagação da covid-19 de maneira descontrolada. No dia 28 de abril, o governador Ratinho Junior sancionou a lei 20.189 que tornou obrigatório o uso de máscara em todo o Paraná. No dia 25 de maio, a lei foi regulamentada pelo  governador e incluiu as sugestões enviadas pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), autor do projeto de lei. Entre as medidas ampliadas está o fornecimento de equipamentos de proteção individual a motoristas e cobradores do sistema de transporte urbano e intermunicipal.

Romanelli afirma que a lei objetiva a redução dos riscos de contágio do vírus. O deputado destaca que o texto determina que a população use máscaras de tecido em espaços abertos ao público ou de uso coletivo, como ruas, parques e praças, estabelecimentos comerciais, industriais e bancários, repartições públicas, assim como no transporte público de passageiros (ônibus, trens, aviões, táxis e aplicativos de transporte) e onde houver aglomeração de pessoas.

“É uma medida para conter o avanço da covid-19 e que está surtindo efeito e evitando a propagação do coronavírus pelo Estado, tanto nos municípios do interior quanto nas grandes cidades e na região metropolitana de Curitiba”, disse o deputado. Ele acrescenta que nas regiões onde as medidas criadas e aprovadas pela Assembleia Legislativa estão sendo respeitadas integralmente, os resultados são ainda mais satisfatórios.

EPIs – Para garantir a segurança dos trabalhadores no transporte coletivo, Romanelli solicitou ao governador e ao secretário estadual de Saúde, Beto Preto, a determinação para que as empresas concessionárias de transporte público municipal e intermunicipal de passageiros ofereçam EPIs (equipamentos de proteção individual) aos motoristas e cobradores.

Romanelli explica que o pedido foi uma reivindicação dos trabalhadores da categoria. “Desde o início da pandemia, consideramos que o transporte público é um serviço essencial à população e, diante da excepcional situação emergencial que enfrentamos, entendemos que as empresas devem cumprir o compromisso social de fornecer aos empregados, gratuitamente, equipamentos de proteção individual adequado ao risco e em perfeito estado de conservação e funcionamento”, explica.

“Os motoristas e cobradores ficam expostos, durante todo o dia, ao contato, ainda que indireto, a inúmeros passageiros que necessitam fazer uso do transporte coletivo, sem que qualquer medida de prevenção tenha sido fornecida. É crucial, para evitar o contágio, o uso de máscaras, álcool em gel, luvas, lenços de papel, para que se observem a mínima higiene a lhes proporcionar tranquilidade para que exerçam suas relevantes funções para o bem estar da população, sem prejuízo a própria saúde”, defendeu o deputado, quando do pedido oficial ao governador Ratinho Junior, em 23 de março.

Ações de prevenção – Na regulamentação, o governador atendeu o pedido do deputado Romanelli e ampliou as medidas de prevenção. O decreto também trata de ações de prevenção em estabelecimentos públicos e privados, que deverão adotar estratégias para certificar que empregados, funcionários, servidores, colaboradores e frequentadores adotem as medidas de proteção contra a covid-19. As ações incluem os trabalhadores nas empresas de transporte coletivo municipal e intermunicipal de todo o Estado.

Segundo o decreto, as máscaras deverão ser fornecidas pelos estabelecimentos aos colaboradores em quantidade suficiente e mediante registro individualizado de entrega. O ato de entrega deve ser acompanhado por orientações de uso, guarda, conservação e descarte adequado do material.

Também é de responsabilidade dos estabelecimentos supervisionar que todas as pessoas, incluindo o público em geral, utilizem as máscaras da forma correta (com cobertura total do nariz e da boca) durante todo o período de permanência no local, independentemente de estarem ou não em contato direto com o público.

“É um pedido importante que fizemos ao governador e que ele entendeu ser de extrema importância para combater o avanço da Covid-19. Isso fortalece ainda mais as políticas públicas de combate ao coronavírus, resultado do trabalho conjunto dos deputados e da parceria com o Governo do Paraná”, disse Romanelli.

“Feijoada e Pagode” vai agitar cidade da região metropolitana neste fim de semana

Neste sábado, 17 de setembro, a partir das 12h, vai acontecer um super evento gastronômico com Feijoada e Pagode em Balsa Nova, região metropolitana de Curitiba. Quem promove é a Negrão Eventos, famoso espaço de eventos da região que também é conhecido por suas festas sazonais.

Feijoada

As reservas estão disponíveis nos telefones (41) 99916-1575 e (41) 99991-8843 e os ingressos são limitados.

LOCALIZAÇÃO:

SOBRE A NEGRÃO EVENTOS:

A Negrão Eventos é uma chácara localizada na cidade de Balsa Nova, a 10km da cidade de Campo Largo e a 25 km de Curitiba. Propriedade da família Negrão, vem para atender a uma demanda de mercado crescente, oferecendo um ambiente agradável junto à natureza e de muita qualidade.

Privilegiada pela localização e pela bela paisagem seu salão de eventos foi aberto para o público em outubro de 2010. O espaço conta com um salão de eventos de 465,13m², com capacidade para 240 pessoas, ampla área externa gramada e arborizada, excelente para fotos e cerimônias externas, casa de apoio a noiva e estacionamento com capacidade para 100 carros.

A Negrão Eventos atende a casamentos, aniversários, formaturas, eventos corporativos e sociais com excelente infraestrutura.

Sirène Fish & Chips prepara lançamento de 1ª unidade em Cascavel

Dezenas de preparos com tilápia, desenvolvidos com excelência, e diversas porções de batatas rústicas ou onduladas acompanhadas por molhos especiais. A rede Sirène Fish & Chips, considerada a maior do país, teve origem na cidade de Curitiba, no ano de 2016, e hoje prepara sua expansão para as demais regiões do estado do Paraná, com início em Cascavel. A loja, que será inaugurada no próximo dia 10 de setembro, trará todos os destaques do cardápio do empreendimento gastronômico que é um grande sucesso em nove unidades espalhadas pelo país.

“Com muita dedicação, conseguimos desenvolver um projeto que mudou como as pessoas se relacionam com a comida de rua. Trabalhamos com ingredientes frescos de extrema qualidade sem deixar de oferecer preparos com preços acessíveis. Essa combinação tem dado certo e tenho certeza que será um grande sucesso em Cascavel”, comenta Raphael Umbelino, sócio fundador da rede Sirène Fish & Chips.

No Sirène Cascavel, o público terá a oportunidade de saborear com praticidade o incrível Fish n’ Chips que está conquistando o Brasil, servido em quatro tamanhos com peixe frito empanado e batatas deliciosas. Existe a possibilidade, também, de pedir um cone só com peixe frito empanado (Só Fish) ou só com batatas rústicas (Só Chips). O empreendimento oferece ainda o Sandufish, preparado com peixe empanado, pão baguete, cebola caramelizada, molho tártaro e rúcula.

Propondo uma harmonização completa, a casa trabalha com várias opções de chopes artesanais, fornecidos por algumas das principais cervejarias do Brasil, além de drinks clássicos e cocktails autênticos, criados pelo bartender Igor Bispo, entre eles o Mango Spicy, que leva rum, suco de abacaxi, suco de limão e monin spicy mango, e o Ocean Breeze, preparado com vodka, suco de laranja, limão, monin maracujá, grenadine e tônica.

A nova unidade do Sirène Fish & Chips vai ser inaugurada no dia 10 de setembro, na Rua Rio Grande do Sul (nº 2122), no Centro de Cascavel. Mais informações no perfil oficial da unidade no Instagram (@sirene_cascavel).