Neste final de semana acontece mais um Beer Train

Um dos eventos mais tradicionais da cervejaria Bodebrown, o Beer Train realiza uma edição neste fim de semana, encerrando a programação de setembro e recebendo a primavera. No sábado (30/9), o trem sai de Curitiba em direção a Morretes, passando pela Serra do Mar com degustação de cervejas. Ingressos estão à venda em www.loja.bodebrown.com.br/beertrain20170930.
 
A cervejaria curitibana seleciona rótulos próprios e de marcas parceiras nacionais a serem degustadas durante a viagem de trem, com vista para trechos preservados de Mata Atlântica. As cervejas são harmonizadas com pães e queijos, que acentuam seus sabores e texturas. Após concentração às 7h na rodoferroviária de Curitiba, o trem parte às 8h em um passeio por mais de 100km de trilhos até chegar a Morretes, no litoral paranaense. Um almoço tradicional com barreado acontece na cidade, incluso no evento (bebidas do almoço cobradas à parte). O retorno é feito de ônibus com previsão de chegada às 17h.
Desde 2012 o Beer Train movimentou a cena cervejeira curitibana com irreverência e criatividade. Tornando-se referência nacional, o evento é um dos mais concorridos atualmente, com vagas encerradas com antecedência por fãs de cervejas que buscam uma aventura enquanto degustam grandes rótulos.
Beer Train da Bodebrown
Data: sábado, 30 de setembro
Horário: concentração na rodoferroviária às 7h
Valor: R$ 418

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cine Passeio comemora dois anos com estreia na programação virtual

Podem ir preparando a pipoca. Considerado um dos 20 cinemas mais legais do mundo pela revista segmentada Exibidor, o Cine Passeio completa dois anos de inauguração com atrações imperdíveis nas salas de exibição virtual Cine Vitória e também no Cine Plaza. Serão seis filmes em cada ambiente a partir desta quinta-feira (25). Cada título poderá ser visto a partir desta quinta (25) até dia 31 no site www.cinepasseio.org, onde também estão os preços.

Cine Passeio comemora dois anos com estreia na programação especial. Foto: Daniel Castellano/SMCS

A sala virtual Cine Vitória terá quatro documentários. Volta à grade de programação o recordista de inscrições e visualizações Marumbi, a montanha por dentro (do brasileiro Matias Dala Stella). Com ele, também serão exibidos Me chamo Samuel (do queniano Pete Murimi); Vida de Artista (do brasileiro João Batista de Andrade) e Conversas do Maranhão (de Andrea Tonacci). A sala virtual traz ainda os argentinos Cuando ella saltó, drama dirigido por Sabrina Farji, e Caño dorado, suspense de Eduardo Pinto.

No Cine Plaza, o público poderá ver uma estreia virtual. É o inglês Prisioneiro espacial, suspense de ficção de Luke Armstrong. Outras opções são os franceses A poucos passos de Paris (comédia de Virginie Verrier) e Um amor proibido: escute o som do seu coração (de Arnold de Parscau), Nona: se me molham eu os queimo (drama chileno de Camila José Donoso), Mambo man (drama anglo-cubano de Edesio Alejandro e Mo Fini ) e o norte-americano O muro (drama de Genevieve Anderson).

Debates de sábado

A trajetória e as perspectivas para o Cine Passeio serão o assunto da mesa-redonda que acontecerá neste sábado (27), a partir das 10h30. Para debater o tema, foram convidados três frequentadores assíduos da programação do Cine Passeio: a produtora e diretora Téia Werner, o desenhista industrial Francisco Nascimento e a produtora cultural e colunista de gastronomia Bárbara Magalhães Browne. A atividade vai até as 12h30.

À tarde haverá outro debate. Em meio às novas tecnologias de acesso aos filmes e à crise sanitária que agora afasta o público das salas físicas dos cinemas, qual será o seu futuro? Para responder à pergunta, Marcos Jorge e Marden Machado convidaram o gerente de produções local dos estúdios Disney, Bruno Bluwol; o fundador da Expocine e editor da revista Exibidor, Marcelo Lima; e a diretora e produtora Cláudia da Natividade. A conversa será neste sábado (27), das 17h30 às 19h30.

Na segunda, a volta dos podcasts

Idealizado para o formato virtual de programação inaugurado na pandemia, os podcasts voltam ao cartaz nesta segunda-feira (29). O convidado para abrir a segunda temporada da atração é Alessandro Larocca – o homem por trás do som de alguns dos mais importantes filmes brasileiros. Ele é supervisor de edição de som sound designer, mixador e responsável pela direção técnica e artística da 1927 Áudio, de Curitiba.

Os interessados em ouvir o bate-papo de Larocca com os curadores do Cine Passeio, Marcos Jorge e Marden Machado, poderão fazê-lo pelo Spotify e pelo Deezer do espaço (www.cinepasseio.org/podcasts).

Sucesso mesmo na pandemia

Desde que o Cine Passeio abriu as portas, em 27 de março de 2019, 99.031 pessoas assistiram a 507 filmes exibidos em 3.127 sessões de filmes de diferentes gêneros e países e destinados a públicos diversos. Os números se referem às charmosas salas físicas Cine Luz e Cine Ritz e também aos contabilizados na segurança do sofá da casa dos espectadores.

“No momento em que as novas tecnologias alteraram o modo de consumo de conteúdos audiovisuais, o Cine Passeio vem mostrando que é possível integrar velhos e novos hábitos de apreciar cinema, com muito sucesso. Esse espaço cultural representa o esforço da Prefeitura e supera as expectativas do público, inovando e respeitando as tradições”, avalia a coordenadora de Audiovisual da Fundação Cultural de Curitiba, Valéria Marques Teixeira.

Até o início das restrições resultantes da pandemia do novo coronavírus, o espaço cultural exibiu 260 filmes em 2.699 sessões presenciais que atraíram 89.964 pessoas de todas as idades. Com as portas fechadas pouco antes de completar seu primeiro ano de funcionamento, o Cine Passeio concebeu um variado cardápio de atrações virtuais que reuniram 9.067 pessoas em torno de 428 sessões de 247 filmes, entre atrações grátis e pagas.

Programação diversificada

Fizeram parte da programação 27 lançamentos, mostras e festivais presenciais que atraíram 7.335 pessoas, além de 17 virtuais. Destes, 15 (cerca de 90%) foram realizados por meio de plataformas externas, o que não permite a aferição de público.

Entre os destaques exibidos nas salas do Cine Passeio estiveram os festivais Glauber Rocha 80 anos e Ingmar Bergman 100 anos, além do pré-lançamento nacional de Cemitério Maldito. Como atrações virtuais, destacaram-se as mostras Varilux, Babenco e o 13º Festival de Cinema da Lapa.

Workshops, palestras, bate-papos e podcasts que fazem parte da programação do mais novo cinema de rua de Curitiba também caíram no gosto do público que cultua a chamada sétima arte. Em quase 1 anos de atividades presenciais, foram 20 eventos com 860 participantes.

Já em sua configuração virtual, com o público em casa, o Cine Passeio ofereceu 47 atividades e atraiu 2.877 participantes. A novidade ficou por conta dos podcasts. Em 16 edições, foram registradas 1.101 participações.

Todos esses projetos terão continuidade durante o 1º semestre de 2021. Dessa forma – independente do formato, presencial ou virtual – o Cine Passeio segue as diretrizes estabelecidas pela Fundação Cultural de Curitiba com a missão de apresentar o melhor do cinema para um público apaixonado por audiovisual.

Serviço: dois anos de Cine Passeio

Programação especial de 25 a 31 de março. Filmes, debates, podcasts
Confira em www.cinepasseio.org e www.cinepasseio.org/podcasts

Confira algumas das atrações turísticas de Morretes, no Litoral

Morretes é uma cidade histórica, localizada entre a Serra e o Litoral do Paraná, repleta de casarões antigos que foram preservados ao longo do tempo, a cidade é bastante charmosa e chama a atenção dos visitantes. 

Foto: Priscila Forone / Paraná Turismo

Fundada pelos jesuítas em 1733, às margens da Baía de Paranaguá, a cidade abriga construções históricas bem preservadas e que hoje tornaram-se museus e espaços culturais. O passeio é ideal para quem quer conhecer mais sobre a história do nosso estado. 

É ideal também para quem quer descansar perto da natureza e das montanhas, do ar puro das cachoeiras, de bosques, de recantos ainda inexplorados e das belezas naturais do imponente Marumbi e do Rio Nhundiaquara. 

Foto: Priscila Forone / Paraná Turismo
Foto: Priscila Forone / Paraná Turismo

Nos arredores, a natureza oferece várias atividades para quem curte esportes de aventura: Caminhadas pela Serra do Mar que levam aos saltos dos Macacos e da Fortuna; os trekkings no Parque Estadual do Marumbi; e o boia-cross pelas águas geladas do Rio Nhundiaquara são algumas das opções para quem curte aventura em meio à natureza.

Os lugares mais visitados de Morretes são o Centro Histórico e a Ponte Velha.

Foto: Priscila Forone / Paraná Turismo

ATRAÇÕES

Pico do Marumbi

O Pico do Marumbi é um dos pontos preferidos dos turistas para a prática do montanhismo. O conjunto se destaca pela altura, que oferece lindas vistas e pelas trilhas íngremes. Conta com opções de escaladas em todas as modalidades e graus de dificuldades.

Passeio de trem

O passeio de trem pela Serra do Mar é uma experiência inesquecível e um dos tours mais conhecidos e procurados do Brasil. No trajeto, você terá a oportunidade de passar por diversos túneis, viadutos e pontes, ver a natureza de perto e lindas paisagens, como rios e cachoeiras. O passeio tem duração de mais de 3 horas, e é monitorado por guias especializados, que narram durante toda a viagem a história e as principais atrações.

GASTRONOMIA

Uma das principais atrações gastronômicas da cidade é o barreado, prato típico oficial do Paraná. No centro histórico, o visitante encontra vários restaurantes, à beira do rio Nhundiaquara, que servem o tradicional e verdadeiro barreado paranaense.

Morretes – Litoral do Paraná – Barreado. Foto: José Fernando Ogura/ANPr

Morretes também é a terra da cachaça artesanal, considerada um dos principais produtos da cidade.

COMO CHEGAR

Morretes está a 70 km de Curitiba, aproximadamente 1h30. É possível chegar pela BR-277, pela Estrada da Graciosa e de trem.