Natal de Curitiba: Saiba quais são as atrações gratuitas que não precisam de agendamento

Distanciamento e uso de máscara são obrigatórios, mas há atrações gratuitas do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2021 que não precisam de agendamento para serem curtidas. São programas como o carrossel veneziano e o auto de Natal do Parque Tanguá, as Feiras Especiais de Natal no Centro, espetáculo e atrações interativas do Natal Condor no Passeio Público, o Natal O Boticário na Rua XV de Novembro e o Natal do Consórcio Servopa. Todos têm livre escolha de dia e horário, sem necessidade de marcação prévia no site.

Além disso, toda a decoração “instagramável” que se espalha pela cidade é um convite para conquistar likes nas redes sociais e não precisa de agendamento. São mais de 30 árvores de Natal (de luz ou flores), guirlandas gigantes em prédios históricos do Centro Histórico ou a iluminação cenográfica e os contornos de luz em cartões-postais como a estufa do Jardim Botânico e o Belvedere do Tanguá.

O agendamento on-line ocorre, na realidade, para que algumas experiências sejam inesquecíveis, sem grandes filas e seguras neste momento de pandemia. É o caso dos circuitos natalinos drive-thru (Barigui, Náutico e Passeio Público). Já o voo de balão no Jardim Botânico ainda tem restrições de capacidade e de horários devido à legislação.

Atrações do Natal de Curitiba que não precisam de agendamento

Carrossel do Parque Tanguá por Muffato

Os tradicionais cavalinhos e as “xícaras malucas” do carrossel veneziano voltam a ser atrações do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2021, desta vez no Parque Tanguá (bairro Taboão). Nostálgica e inclusiva, a atração terá patrocínio da Rede de Supermercados Muffato e vai estrear no dia 26 de novembro. O brinquedo tem compartimentos que lembram as “xícaras malucas” dos parques de diversão e, é claro, os cavalinhos, que vêm à memória de todo mundo quando se pensa em carrossel. Serão 34 cavalinhos e quatro xícaras malucas. O carrossel ficará aberto ao público até 9 de janeiro.

Auto de Natal Condor no Passeio Público 

Com apresentações aos sábados e domingos, a partir do dia 27 de novembro, o auto Natal na Ilha das Ilusões é uma das atrações do Natal Condor no Passeio Público e  vai narrar o nascimento de Jesus tendo como palco uma das ilhotas existentes no local, a Ilha dos Poetas. Vinte e três atores vão dar vida a personagens bíblicos, como Nossa Senhora, São José, o Anjo Gabriel e os Três Reis Magos, e encantar crianças e adultos. O público vai acompanhar as apresentações do outro lado do pequeno canal, no deck em frente à ilhota e à árvore de Natal de 15 metros repleta de pontos de luz. Serão duas sessões a cada dia, às 19h30 e 20h30, até 30 de dezembro. O Natal Condor no Passeio Público terá outras atrações interativas que não precisam de agendamento, como a Casa do Papai Noel e um inédito piano gigante interativo, que toca notas musicais ao pisarem nas teclas. Apenas o circuito natalino de carro (drive-thru) Caminho de Luz, que irá ocorrer de terça a sexta (a partir de 25/11), precisa de marcação pelo site do Natal de Curitiba.

Natal O Boticário na Rua XV de Novembro 

Primeiro calçadão de pedestres do Brasil, a Rua XV de Novembro ganha, a partir da próxima segunda-feira (22/11), às 19h, decoração e atrações inéditas com patrocínio de O Boticário. Mantos de luz irão cobrir várias quadras do calçadão, que ainda ganhará mensagens de luz e caixas de presente gigantes ricamente decoradas e que irão proporcionar experiências sensoriais e olfativas. Sobre o chafariz, entre a Alameda Dr. Muricy e a Avenida Marechal Floriano Peixoto, a já tradicional Árvore da Vida de 11 metros e 5 mil vasinhos de sálvias, ladeada pelos postes republicanos transformados em “candelabros” graças a centenas de pontos de luz, além de laços. A atração poderá ser apreciada até 9 de janeiro.

Oratório de Natal Curitibano no Parque Tanguá

Além do carrossel veneziano, o Parque Tanguá terá uma outra atração imperdível, a partir do dia 21 de dezembro. O Oratório de Natal Curitibano será uma superprodução a céu aberto da Fundação Cultural de Curitiba e irá reunir 30 atores, cantores e bailarinos, que tomarão conta do Parque Tanguá, no bairro Taboão, para contar a história do nascimento de Jesus. O público também não pode deixar de apreciar a decoração cênica que toma conta do local, com árvore de natal de 18 metros de altura e iluminação do Belvedere, marca registrada do parque. As encenações do auto vão ocorrer de 21 a 23/12, às 19h30. Já a decoração poderá ser apreciada até 9 de janeiro.

Natal do Consórcio Servopa

A partir de um totem gigante dando boas vindas com um tradicional “HoHoHo!” do Papai Noel, o público será convidado a apreciar a lúdica decoração “instagramável” no Jardinete Heitor Gurgel do Amaral Valente Netto, localizado na Rua Mário Tourinho, com destaque para uma escultura iluminada de 10 metros. A atração gratuita tem patrocínio do Consórcio Servopa e a obra de arte, inclusive, será um presente da empresa para a cidade, ficando permanente no jardinete do bairro Campina do Siqueira. Natal do Consórcio Servopa na Mario Tourinho estreia no próximo domingo (21/11) e poderá ser visitado até 9 de janeiro.

Feiras Especiais de Natal

As tradicionais Feiras Especiais de Natal já estão abertas nas praças Osório e Santos Andrade, no Centro. São 72 barraquinhas que oferecem, até 23 de dezembro, centenas de opções de produtos natalinos confeccionados de forma artesanal e com preços atrativos. Também não poderiam faltar bancas de artesanato gastronômico (como panetones, chocotones, bombons e biscoitos natalinos) e “comidinhas” de diversas regiões do Brasil e do mundo, como acarajé, bolinho de bacalhau, pierogi, empanadas chilenas e polpeta. Na Osório, serão 24 espaços dedicados à gastronomia e, na Santos Andrade, são seis barracas.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA NO SITE https://natal.curitiba.pr.gov.br/. A programação está sujeita a alterações.

A Prefeitura promove o Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2021 com o patrocínio das empresas O Boticário, Ademicon, Volvo, Muffato, Electrolux, Condor, Festval, Ebanx, Consórcio Servopa, Copel Telecom e ParkShoppingBarigüi. A programação começa no dia 18 de novembro e a decoração poderá ser vista até 9 de janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai soltar fogos de artifício em Curitiba? Saiba o que é permitido na cidade

Apenas efeitos visuais, sem estampido. Esse deve ser o cenário das festas de fim de ano em Curitiba, pelo segundo ano consecutivo de vigência da lei que proíbe o uso de fogos de artifício com efeitos sonoros na cidade. O consumidor que estiver pensando em adquirir o material para as comemorações, deve estar atento. 

Podem ser usados na capital paranaense fogos de artifício com efeitos de cores, os ditos luminosos, que produzem efeitos visuais sem tiro (fogos de vista, sem estampido). 

“É importante lembrar que a comercialização de fogos com efeito de tiro não é proibida. As lojas fazem a sua parte orientando o consumidor, que deve estar consciente na hora da compra”, explica o superintendente de Controle Ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Marcos Traad. 

A orientação por parte do comércio é uma exigência do mais recente decreto que regulamenta a norma. Ações de fiscalização do município vem acontecendo neste caráter informativo, informa a diretora de Pesquisa e Monitoramento da Secretaria do Meio Ambiente, Erica Mielke. 

“As lojas receberam cartazes com as informações para que o consumidor não fique em dúvida”, reforça. Também é necessário que o estabelecimento mantenha o cadastro dos compradores, informando o tipo de produto adquirido, data, local e horário previsto da soltura. 

Esforço conjunto

Além de distribuir os folhetos informativos, manter a legislação visível e orientar o consumidor, a Associação Industrial e Comercial de Fogos de Artifício do Paraná (Aincofapar) criou selos que diferenciam os dois tipos de fogos para facilitar a identificação na prateleira. O verde está presente nos produtos com uso liberado em Curitiba e o vermelho, nos que não podem ser soltos na cidade.

O presidente da entidade, Rodolpho Aymoré Junior, conta que o projeto é piloto e que os selos estão disponíveis aos associados. Ainda de acordo com ele, a Aincofapar tem uma lista para orientar a identificação, conforme a legislação municipal. “É uma espécie de homologação dos ‘fogos ecológicos’ que possuem uma frequência sonora menor e atendem aos requisitos da legislação”, comenta.

Para o consumidor que está na dúvida, Aymoré explica que os fogos sem estampido mantêm a beleza e a plasticidade, sem prejuízo nenhum ao evento. “Com a vantagem de poderem ser utilizados em qualquer cidade do Brasil”, acrescenta e alerta, ainda, para que a compra seja feita, sempre, por maiores de 18 anos, em lojas devidamente autorizadas.

O que diz a lei

As multas para o cidadão que fizer a soltura ou manuseio dos fogos proibidos variam de R$ 400 a R$ 100 mil, conforme a gravidade da infração. O comércio que não cumprir as normas de orientação e cadastro pode ter o alvará cassado.

Selos desenvolvidos para os produtos para facilitar a venda e orientar os consumidores sobre a legislação municipal. Curitiba, 06/12/2021. Foto: Levy Ferreira/SMCS.

A demanda é, principalmente, da proteção animal, mas também beneficia crianças, especialmente aquelas com Transtorno do Espectro Autista, e os idosos, que também sofrem com os barulhos dos fogos.

A lei foi uma proposta da Câmara Municipal, ainda em 2019, com a motivação, em especial, de proteger animais domésticos, a fauna silvestre, bebês e pessoas portadoras de transtornos do espectro autista. Quem flagrar a soltura de fogos com barulho na cidade, deve fazer a denúncia pela Central 156. 

Veja o cronograma da dose de reforço da vacina contra a covid

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) divulga o cronograma da aplicação da dose de reforço da vacina anticovid. Deverão ser atendidas quase 78 mil pessoas que receberam a segunda dose entre 7 e 23 de julho (programação abaixo).

Com o novo cronograma, Curitiba antecipa a dose de reforço em até dez dias para os novos convocados. A decisão segue uma recomendação do Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde, que considerou a disponibilidade atual de doses em estoques, a chegada de uma nova variante de preocupação aos país (ômicron), além da proximidade das comemorações de festas de fim de ano e viagens.

“A dose de reforço ajuda a manter o sistema imunológico ativo contra a covid-19, o que é fundamental neste momento, considerando a chegada da nova variante e as festas e viagens do fim do ano. Como atualmente temos essas doses em estoque, tomamos a decisão de adiantar o reforço alguns dias para que nossa população fique mais protegida”, afirma a secretária municipal da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

Os convocados para receber a dose de reforço nesta semana receberam uma mensagem pelo aplicativo Saúde Já até a sexta-feira passada (3/12), avisando que estão elegíveis para retornar aos pontos de vacinação.

Quem não puder comparecer no dia da convocação ou quem está com a dose de reforço em atraso pode buscar os pontos de vacinação, de segunda a sexta-feira. A Saúde tem mantido a repescagem contínua para primeira dose, segunda dose e dose de reforço.

Confirme os endereços

Os locais de vacinação podem sofrer alterações de acordo com o público estimado para receber vacina a cada dia. Antes de procurar uma unidade, confira as que farão a aplicação no site Imuniza Já.

Janssen

Pessoas vacinadas com imunizantes da farmacêutica Janssen ainda não poderão tomar a dose de reforço neste momento. A indicação atual do Ministério da Saúde é que estas pessoas recebam uma outra dose do mesmo imunizante num período entre dois a seis meses após a primeira aplicação. O município ainda aguarda o recebimento de doses para esta convocação.

Orientação para receber a dose de reforço

Para receber a dose de reforço, basta procurar um dos pontos de vacinação da cidade, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF.

Quem pode receber a dose de reforço na próxima semana

– Segunda-feira, 6 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 14 de julho;
– Terça-feira, 7 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 17 de julho;
– Quarta-feira, 8 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 20 de julho;
– Quinta-feira, 9 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 21 de julho;
– Sexta-feira, 10 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 23 de julho.

Outros grupos e repescagens

Os pontos de vacinação também seguem aplicando nos dias úteis:

Primeira dose
– Primeira dose para pessoas com 12 anos completos ou mais;

Segunda dose
– Segunda dose agendada;
– Repescagem de segunda dose de pessoas anteriormente convocadas;

Dose de reforço
– Dose de reforço agendada;
– Repescagem de dose de reforço de pessoas anteriormente convocadas.