Moto Passeio Savages volta em grande estilo neste domingo

Neste domingo, dia 18, os amantes do mundo duas rodas têm encontro marcado. O mais tradicional passeio de motos, promovido pela rede de lojas Moto Savages, está de volta: é o 11º Moto Passeio Savages. O evento, que já foi considerado o maior encontro de motos do Brasil, reunindo, em 2014, mais de 10 mil motociclistas, espera receber neste domingo mais de duas mil motos, rumo a Antonina, no 2º Encontro de Motociclistas de Antonina.

De acordo com Igor Friedrich, da Moto Savages, organizador do evento, a ideia de retomar os passeios da Savages surgiu para reunir os amantes de motos em um encontro que vai além do prazer de pilotar e estar em amigos. “Depois de oito anos sem realizar os nossos passeios, resolvemos retornar com a missão de valorizar as belezas do nosso estado no roteiro, além de fazer o bem, ajudando com doações de alimentos para quem mais precisa”, revela Igor. A união entre os motociclistas também é um dos objetivos do passeio. “Independente do estilo ou cilindrada, nossa proposta é que todos possam ter um momento de lazer, gratificante, com muitos quilômetros rodados. Estão todos convidados: quem já participou dos nossos passeios, e quem é novo nesse universo”, afirma o organizador.

O domingo irá começar cedo, com um delicioso café da manhã, servido a todos os participantes do passeio, na Megastore Savages, na Rua João Negrão, 1768. A concentração para o passeio será na Avenida Dário Lopes dos Santos, entre a Rua Conselheiro Laurindo e a Avenida Comendador Franco, a 200 metros do local do café da manhã. O trecho estará fechado com exclusividade para o evento, a partir das 9h com a saída do passeio às 10h. A previsão de chegada em Antonina é às 12h. Durante o passeio, haverá o apoio da Polícia Rodoviária Federal e Batalhão de Polícia de Trânsito – BPtran. Todo o trajeto será acompanhado por batedores e carros de apoio, para a segurança dos motociclistas.

Para participar, basta se inscrever em uma das lojas Moto Savages em Curitiba, nos bairros Rebouças, Novo Mundo, Bacacheri, ou ainda na unidade Pinhais. As inscrições podem ser feitas até sábado (17). A inscrição custa a doação de um quilo de alimento não perecível, que será doado para a Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae de Antonina, além de famílias carentes da região.

Serviço:

11º Moto Passeio Savages

Domingo, dia 18

Café da Manhã às 9h na Megastore Savages, na Rua João Negrão, 1768.

Valor da inscrição: 1 kg de alimento não perecível

Inscrição: até sábado, dia 17, em uma das unidades da Moto Savages em Curitiba ou Pinhais.

Saída: 10h

Destino: Antonina

Previsão de chegada ao destino: 12h

Locais para inscrições e informações:

Megastore Savages / Concessionária Suzuki

Rua João Negrão, 1768 – Rebouças

Moto Savages Rebouças

Rua João Negrão, 1758 – Rebouças

Moto Savages Xaxim

Av. Brasília, 6391 – Novo Mundo

Moto Savages Bacacheri

Av. Pref. Erasto Gaertner, 1499 – Bacacheri

Moto Savages Pinhais

Avenida Iraí, 1275 – Weissópolis – Pinhais

www.motosavages.com.br

http://blog.motosavages.com.br/2022/09/12/11o-moto-passeio-savages/

(41) 3333-3344

Facebook e Instagram: @motosavages

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voos domésticos em agosto chegam a 70% do cenário pré-pandemia

As companhias aéreas nacionais tiveram, no mês de agosto, o quarto mês consecutivo de crescimento no número de voos domésticos, com uma média de 1680 partidas diárias, o que equivale a 70% da média de voos no início de março de 2020, antes dos impactos da pandemia de covid-19 no setor.

Os resultados são do levantamento da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), com base em dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ainda segundo a associação, este é o segundo melhor desempenho do indicador desde o início da pandemia, ficando atrás apenas de janeiro de 2021, que registrou 75% da média de voos pré-pademia.

O presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, avalia que a vacinação contra a covid-19 está influenciando na demanda no setor aéreo.

“A imunização está avançando, com boa parte dos maiores de 18 anos já imunizados com a primeira dose em diversas localidades. A chegada da vacina para mais públicos é essencial para mantermos essa escalada nos números”, disse Sanovicz.