Mais 627 escolas da rede estadual retomam aulas presenciais na segunda-feira

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte prepara para segunda-feira (24) a segunda rodada de abertura gradual dos colégios estaduais. Devem retornar às atividades presenciais, mantendo também o modelo híbrido, 627 escolas de 29 dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs), elevando a abertura para 827 unidades, aproximadamente 40% das instituições da rede estadual de ensino.

Fazem parte deste retorno três escolas de Curitiba e colégios em cerca 174 municípios, incluindo parte das escolas de cidades como Londrina, Ponta Grossa e Paranaguá, onde as aulas presenciais ainda não haviam voltado.

Em todas as instituições de ensino que retomam as aulas presenciais haverá o modelo híbrido de ensino, com parte dos alunos em sala de aula e parte em ensino remoto, assistindo às aulas ao vivo. Os espaços estão equipados com computadores e internet, possibilitando aos professores interagir com ambos os grupos de estudantes.

No último dia 10, 200 colégios estaduais abriram as portas para todas ou parte de suas turmas, conforme a capacidade de estudantes que poderiam ser recepcionados e a disponibilidade de profissionais fora dos grupos de risco. 

Os colégios estaduais que ainda não retomaram as aulas presenciais permanecerão no ensino remoto, por meio da plataforma digital Aula Paraná, das videoaulas exibidas na TV aberta e no YouTube, além dos kits pedagógicos impressos. Eles poderão passar para o modelo híbrido em futuras rodadas de abertura. 

A retomada gradual realizada pela Secretaria estadual da Educação prioriza instituições de ensino onde há mais alunos em situação de vulnerabilidade e sem acesso a equipamentos digitais para realizar as atividades remotas. Outros critérios levados em consideração são a vontade da comunidade escolar e o diálogo com os diretores.

VACINAÇÃO 

Nesta semana, Secretaria de Estado da Saúde começou a distribuir uma nova remessa de doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz, sendo que 22 mil são destinadas para trabalhadores da Educação das redes estadual, municipal e privada. Anteriormente, já haviam sido entregues 32.760 doses.

Com a vacinação dos profissionais de Educação iniciada há pouco mais de duas semanas, o Vacinômetro aponta que mais de 25 mil profissionais foram vacinados até a manhã desta sexta-feira (21). Outros 8 mil profissionais do setor já haviam sido vacinados no grupo acima de 60 anos.

CASOS DE COVID-19 

Em cumprimento às resoluções e orientações das autoridades sanitárias e para manter os colégios como ambientes controlados e seguros para o ensino, a Secretaria e os núcleos regionais vêm fazendo um monitoramento dos casos de Covid-19 nas escolas.

Além disso, a pasta também segue o protocolo de biossegurança e afasta os profissionais e estudantes, além de suspender as atividades em turmas e escolas, em caso de notificação de casos suspeitos ou confirmados da doença.

A Secretaria vem seguindo, ainda, os decretos municipais que determinam a suspensão das atividades presenciais nas escolas, como ocorreu em Guarapuava e União da Vitória e Ubiratã, onde parte das escolas já havia retornado presencialmente e agora está em ensino remoto.

Nessas duas semanas após a abertura das 200 primeiras escolas (em 10 de maio), houve 122 turmas com atividades suspensas e 17 colégios fechados. Também foram reportados 50 casos positivos em alunos, 53 casos em professores e 42 casos em funcionários.

MEDIDAS DE PROTEÇÃO 

As instituições de ensino seguem um protocolo de segurança, garantindo distanciamento de 1,5 metro entre os estudantes. Disponibiliza álcool em gel, reforça a obrigatoriedade do uso de máscara e afere a temperatura de alunos e funcionários na entrada dos colégios. Distanciamento, uso de máscara e aferição de temperatura também são regras dentro do transporte escolar.

AUTORIZAÇÃO DOS PAIS 

O retorno presencial não é obrigatório. Pais, mães ou responsáveis legais que desejem o retorno dos estudantes devem assinar um termo de autorização a ser entregue na instituição de ensino.

Os alunos que optarem por não ir às aulas presencialmente continuarão no ensino remoto via Google Meet e também pelas plataformas digitais do Aula Paraná na TV aberta, no YouTube, além do kit pedagógico impresso.

ORIENTAÇÕES 

Na página Aulas Seguras 2021, a comunidade escolar encontra importantes orientações sobre o funcionamento das escolas para o ano letivo de 2021, com perguntas e respostas frequentes, uma cartilha com os principais procedimentos de biossegurança, cartazes com dicas para os estudantes e também o termo de compromisso para os pais e responsáveis que desejam o retorno presencial de seus filhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secretaria da Educação organiza o retorno às aulas presenciais

Após 18 meses de pandemia em Curitiba, a Secretaria Municipal da Educação (SME) organiza o retorno às aulas presenciais. A previsão desta retomada é para 27 de setembro e as famílias das 140 mil famílias da rede municipal de ensino podem optar pela volta diária às aulas ou permanecer no ensino remoto, com as videoaulas da TV Escola Curitiba .

O retorno vai acontecer nas 415 unidades de ensino – as 185 escolas municipais e 230 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS) com foco nas seguranças de crianças, estudantes e profissionais, respeitando os protocolos de segurança sanitária.

A superintendente de Gestão Educacional da SME, Andressa Woellner Duarte Pereira, esclarece que, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus, a SME vai manter os dois formatos de atendimento – presencial e remoto – para que os pais e responsáveis escolham a que consideram mais adequada para a organização familiar. O formato híbrido (que alterna uma semana presencial e outra com acompanhamento das videoaulas) deixará de ser ofertado.

Retorno com segurança

A decisão da SME em retomar as aulas leva em consideração os resultados do monitoramento feito desde o retorno às aulas no formado híbrido, no início de agosto. Nesse período, foram avaliados o cumprimento efetivo dos protocolos sanitários e o baixo número de casos confirmados da covid-19 entre profissionais, crianças e estudantes.

Além disso, todas as unidades receberam os equipamentos e cuidados necessários para um retorno seguro. Máscaras, face shields, totens de álcool em gel, tapetes sanitizantes, serviços de sanitização e periodicamente é feita a entrega de produtos de higienização para o combate da covid-19. “Isso nos dá condições para o retorno seguro”, frisa a superintendente.

Até o dia 22 de setembro, a SME faz um levantamento junto as famílias das crianças e estudantes da rede municipal de ensino para dimensionar o número de crianças e estudantes para o atendimento presencial.

Essa consulta possibilita a adaptação das unidades conforme as determinações de distanciamento, mantendo os cuidados de higienização dos espaços, uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIS), máscara e álcool em gel.

Escolha do formato

A migração vai ser automática para o formato presencial para quem já está no ensino em formato híbrido (aulas presenciais + videoaulas), com o fim da alternância dos grupos A e B.

Familiares que preferirem alterar o formato – passar do remoto para o presencial ou vice-versa – devem procurar a unidade de ensino em que a criança está matriculada até 22 de setembro para informar a opção.

Os Centros de Educação Infantil (CEIS) com vagas contratadas pela Prefeitura também deverão seguir o calendário da SME de retorno às atividades presenciais.

Os estudantes do Ensino Fundamental matriculados em período integral seguem tendo as aulas em meio-período como a previsão de, a partir de 4 de outrubro, que retornem ao atendimento em dois períodos.

Retomada gradativa

O retorno às aulas presenciais está sendo feito de forma gradativa na rede municipal de ensino, com a maioria das famílias tendo optado pelo formato híbrido. Desde o retorno às aulas presenciais, no início de agosto, 65% das famílias havia optado por esse formato e 35%, pelo ensino remoto.

A SME continua fazendo a entrega dos kits de higiene e limpeza para todas as unidades de ensino, com materiais de limpeza, higienização e sanitização. Os kits são compostos de água sanitária, desinfetante, álcool gel, álcool 70%, sabonete, papel toalha, máscara e pulverizador (bombinha).

Além disso, as unidades recebem as parcelas do Fundo Rotativo, destinado à aquisição de materiais e pequenos serviços de reparos e, neste momento de pandemia, a aquisição de EPIs e produtos de limpeza.

UEL abre inscrições para o Vestibular 2022 na próxima segunda-feira

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) abre nesta segunda-feira (20), a partir das 17 horas, as inscrições para o Vestibular 2022, que será realizado, excepcionalmente, em fase única, dia 6 de março, com salas de provas distribuídas em escolas e faculdades em Londrina. Serão ofertadas 3.125 vagas em 52 cursos de graduação presenciais. As inscrições custam R$ 140,00 e podem ser feitas no portal da Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS) até as 23h59min do dia 3 de novembro.

Das 3.125 vagas, 2.509 são ofertadas para ingresso pelo Vestibular. As outras 616 vagas são disponibilizadas por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU). A primeira convocação dos aprovados no Vestibular 2022 será divulgada em 19 de abril, ao meio-dia. As aulas do ano letivo 2022 terão início em agosto do próximo ano.

Segundo a professora Sandra Garcia, Coordenadora da Cops, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão decidiu em julho seguir o modelo adotado no último concurso, realizado em 30 de maio deste ano. A prova será aplicada em um único dia, dividida em duas partes, sendo a primeira com 36 questões objetivas sobre Conhecimentos Gerais relacionados ao conteúdo do Ensino Médio; 10 testes de Língua Portuguesa e Literatura em Língua Portuguesa e quatro de Língua Estrangeira (Inglês, Espanhol ou Francês). A segunda parte será composta pela redação, uma produção textual em prosa.

Inscrições do Vestibular 2022 da UEL começam na próxima segunda-feira, dia 20 – LOndrina, 16/09/2021 – Foto: UEL

A expectativa é de mais de 27 mil inscritos, mesmo número de candidatos registrados este ano. Segundo a professora, o otimismo está relacionado ao bom desempenho da UEL nos rankings que atestam a qualidade do ensino e no trabalho realizado pela equipe de aplicação e fiscalização do último Vestibular.

Como na edição deste ano, para ter a redação corrigida os candidatos terão de alcançar pelo menos 26% da pontuação total na parte de Conhecimentos Gerais, Língua Portuguesa e Literaturas em Língua Portuguesa e em Língua Estrangeira. A duração da prova também será de cinco horas, uma a mais do que nos anos anteriores, quando a prova era realizada em duas etapas.

PREVENÇÃO – A Coordenadora da Cops orienta que o concurso do próximo ano, mesmo com a intensificação da imunização contra a Covid-19 na população brasileira, será realizado de acordo com as regras sanitárias exigidas. Serão menos alunos nas salas de provas. Em 2021 foram utilizadas 1.439 salas em 64 locais distribuídos em Londrina – escolas públicas e privadas, faculdades e o campus da UEL.

As recomendações serão as mesmas deste ano. Os candidatos deverão portar mais de uma máscara e levar as garrafas para se abastecer de água durante a prova. Também será incentivado o uso individual de álcool para desinfecção das mãos. “Se houver qualquer alteração vamos comunicar os estudantes”, afirma a professora.

CADASTRO PRÉVIO – A COPS divulgou novo procedimento que trará mais segurança aos dados dos candidatos a partir do Vestibular 2022. Durante as inscrições, a partir desta segunda-feira, no site COPS, eles deverão fazer um cadastramento prévio, com login e senha. A medida segue a Lei de Proteção de Dados e visa proteger as informações e dados pessoais dos vestibulandos. Para o cadastro, o candidato deverá anexar uma foto da identidade (RG) e definir uma senha de acesso.

MANUAL DO CANDIDATO – Os estudantes já podem acessar o Manual do Candidato a partir desta quinta-feira (16), antes mesmo da abertura das inscrições. O documento está disponível no site da COPS – Manual do Candidato – e traz todas as informações relativas ao processo do Vestibular 2022 como cronograma de datas, peso de cada matéria, oferta de vagas por curso e recomendações para o estudante participar do Vestibular pelo processo excepcional, em fase única, com toda a segurança.