Governo do Paraná libera quase R$ 80 milhões para implantação e melhorias em praças nos municípios

As praças, tradicionais pontos de encontro e atividades de lazer, retomam sua importância para a população com a realização de obras e adequações. Desde janeiro de 2019, 167 municípios paranaenses buscaram recursos junto ao Governo do Estado para 284 ações de implantação ou reforma desses equipamentos urbanos. No mesmo período, foram liberados R$ 79,9 milhões, dos quais R$ 54,5 milhões já pagos.

Os recursos, do Tesouro do Estado (por transferência voluntária) e de operações de crédito, foram liberados pela Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (Sedu) e há, ainda, com contrapartidas municipais.

“Esses locais passam a ser importantes quando estão preparados para acolher as famílias com as suas crianças, os jovens em momentos de descontração, idosos em busca de um banho de sol; artesãos e pequenos agricultores que oferecem seus produtos em feiras de venda direta”, destaca o analista de Desenvolvimento Municipal do Serviço Social Autônomo Paranacidade, Geraldo Luiz Farias. “São espaços de todos, pontos de convergência e de convivência”, afirmou.

DIVERSAS OBRAS 

As obras vão desde projetos completos até adaptações que incluem a construção de quiosques para feiras, instalações sanitárias, parques infantis, academias a céu aberto e quadras esportivas.

São praças como a da Matriz, em Borrazópolis, que recebeu R$ 397,4 mil para a sua modernização, ou uma das 135 unidades Meu Campinho, aprovadas, em execução ou já concluídas, em 102 municípios. Há, ainda, 111 ações para a construção, readequações ou colocação de equipamentos em espaços localizados em 90 cidades.

RECURSOS

Os recursos, do Tesouro do Estado e de operações de crédito, foram autorizados pela secretaria estadual do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (Sedu) para ações operadas pelo Paranacidade.

União da Vitória e São Mateus do Sul estão entre as cidades onde foram colocados quiosques para a realização de feiras locais. Na primeira, a Praça Coronel Amazonas de Araújo Marcondes, na região central, ganhou também diversos equipamentos como bicicletário, pergolados, monumentos em relevo, anfiteatro, chimarródromo, iluminação nova e paisagismo. Os investimentos chegaram a R$ 436.503,41.

Em São Mateus do Sul, com a aplicação de R$ 2,1 milhões, a opção foi por revitalizar a Rua do Mate e a Praça Nossa Senhora da Conceição. “A implantação de quiosques, da cobertura de 3,1 mil metros quadrados e diversas ações de urbanização e paisagismo criaram um novo ponto de encontro e atração turística na região”, explica o analista do Paranacidade.

AGENDA 2030

Farias, que também é o coordenador no Paranacidade do grupo responsável pela difusão dos conteúdos da Agenda 2030 e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), destaca que a adequação dos espaços públicos às diversas necessidades da população torna as cidades inclusivas, conforme prevê o ODS 11. “Elas precisam oferecer locais para o esporte, o lazer e o convívio social. Assim, pela ocupação desses espaços, as cidades serão de todos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bolsonaro anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (21), em Sertânia (PE), que o governo pretende pagar um auxílio a cerca de 750 mil caminhoneiros para compensar o aumento do diesel. Segundo ele, os números relacionados à medida serão informados nos próximos dias. A declaração foi dada durante evento de inauguração do Ramal do Agreste das obras de transposição do Rio São Francisco.

“O preço do combustível lá fora está o dobro do Brasil. Sabemos que aqui é um outro país, mas grande parte do que consumimos em combustível, ou melhor, uma parte considerável, nós importamos e temos que pagar o preço deles lá de fora. Decidimos, então, atender aos caminhoneiros autônomos. Em torno de 750 mil caminhoneiros receberão uma ajuda para compensar o aumento do diesel. Fazemos isso porque é através deles que as mercadorias e os alimentos chegam nos quatro cantos do país”, disse o presidente

Horas após a agenda em Pernambuco, durante sua live semanal nas redes sociais, o presidente voltou a comentar a medida e acrescentou que o programa de apoio aos caminhoneiros deve pagar um auxílio de R$ 400 por mês, ao custo de R$ 3 bilhões.

O último reajuste definido pela Petrobras no preço do diesel entrou em vigor no dia 1º de outubro. O combustível acumula alta de mais de 30% este ano. Até a semana passada, o preço médio do produto vendido nos postos era de R$ 4,97, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Transposição

O Ramal do Agreste, inaugurado pelo presidente Jair Bolsonaro, recebeu R$ 1,6 bilhão em recursos públicos. Maior obra hídrica em andamento no estado de Pernambuco, o trecho tem 70 quilômetros (km) de extensão, entre as cidades de Sertânia e Arcoverde, e vai atender um total de 68 municípios onde vivem cerca de 2 milhões de habitantes.

O governo federal também inaugurou, na Barragem de Campos, a captação definitiva do Ramal de Sertânia, estrutura da Adutora do Pajeú. Com isso, serão atendidas 37 mil pessoas da cidade de Sertânia. O investimento federal nesta obra foi de R$ 10 milhões.

Jornada das Águas

Pela manhã, Jair Bolsonaro participou da inauguração das obras do trecho final do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. A inauguração aconteceu em São José de Piranhas, na Paraíba, durante evento da Jornada das Águas.

A Jornada das Águas começou na segunda-feira (18), em São Roque de Minas, no norte de Minas Gerais, região da nascente do Rio São Francisco, e vai terminar em Propriá, em Sergipe, no dia 28 de outubro.

A viagem de dez dias, liderada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, percorrerá os nove estados do Nordeste com anúncios e entrega de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de ações de governança, com propostas de mudanças normativas no setor.

Bolsonaro anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (21), em Sertânia (PE), que o governo pretende pagar um auxílio a cerca de 750 mil caminhoneiros para compensar o aumento do diesel. Segundo ele, os números relacionados à medida serão informados nos próximos dias. A declaração foi dada durante evento de inauguração do Ramal do Agreste das obras de transposição do Rio São Francisco.

“O preço do combustível lá fora está o dobro do Brasil. Sabemos que aqui é um outro país, mas grande parte do que consumimos em combustível, ou melhor, uma parte considerável, nós importamos e temos que pagar o preço deles lá de fora. Decidimos, então, atender aos caminhoneiros autônomos. Em torno de 750 mil caminhoneiros receberão uma ajuda para compensar o aumento do diesel. Fazemos isso porque é através deles que as mercadorias e os alimentos chegam nos quatro cantos do país”, disse o presidente.

Horas após a agenda em Pernambuco, durante sua live semanal nas redes sociais, o presidente voltou a comentar a medida e acrescentou que o programa de apoio aos caminhoneiros deve pagar um auxílio de R$ 400 por mês, ao custo de R$ 3 bilhões.

O último reajuste definido pela Petrobras no preço do diesel entrou em vigor no dia 1º de outubro. O combustível acumula alta de mais de 30% este ano. Até a semana passada, o preço médio do produto vendido nos postos era de R$ 4,97, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Transposição

O Ramal do Agreste, inaugurado pelo presidente Jair Bolsonaro, recebeu R$ 1,6 bilhão em recursos públicos. Maior obra hídrica em andamento no estado de Pernambuco, o trecho tem 70 quilômetros (km) de extensão, entre as cidades de Sertânia e Arcoverde, e vai atender um total de 68 municípios onde vivem cerca de 2 milhões de habitantes.

O governo federal também inaugurou, na Barragem de Campos, a captação definitiva do Ramal de Sertânia, estrutura da Adutora do Pajeú. Com isso, serão atendidas 37 mil pessoas da cidade de Sertânia. O investimento federal nesta obra foi de R$ 10 milhões.

Jornada das Águas

Pela manhã, Jair Bolsonaro participou da inauguração das obras do trecho final do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. A inauguração aconteceu em São José de Piranhas, na Paraíba, durante evento da Jornada das Águas.

A Jornada das Águas começou na segunda-feira (18), em São Roque de Minas, no norte de Minas Gerais, região da nascente do Rio São Francisco, e vai terminar em Propriá, em Sergipe, no dia 28 de outubro.

A viagem de dez dias, liderada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, percorrerá os nove estados do Nordeste com anúncios e entrega de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de ações de governança, com propostas de mudanças normativas no setor.