quinta-feira, setembro 28, 2023
spot_img
InícioCuritibaCuritiba volta a intensificar abordagem e acolhimento de pessoas em situação de...

Curitiba volta a intensificar abordagem e acolhimento de pessoas em situação de rua


Depois de alguns dias de trégua, o frio volta a Curitiba neste fim de semana, quando os termômetros devem registrar a temperatura mínima de 9ºC, mas com índice de frio de apenas 5ºC. Com isso, a Prefeitura de Curitiba irá reforçar os serviços de abordagem e acolhimento para pessoas em situação de rua nas noites deste sábado (29/7/) até segunda-feira (31/7).

A ação faz parte da Operação Inverno 2023, desenvolvida pelo município desde o dia 16 de maio, para proteger a população em situação de rua do frio e do risco de hipotermia.

Durante as três noites, a partir das 18h, a Fundação de Ação Social (FAS) – responsável pelo atendimento social em Curitiba – contará com 16 equipes nas dez regionais para oferta de acolhimento. Atualmente a FAS possui 1.561 vagas para atendimento às pessoas que procuram o serviço ou são encontradas desprotegidas nas ruas.

Nos acolhimentos, as pessoas em situação de rua podem dormir protegidas, além de receber alimentação e ter acesso a local para higiene.

Risco de hipotermia

“Nosso objetivo é oferecer serviços e fazer com que as pessoas aceitem acolhimento antes das madrugadas, quando as temperaturas são mais baixas e o risco de hipotermia é maior”, explica a presidente da FAS, Maria Alice Erthal.

As equipes de abordagem social farão busca ativa de pessoas nas ruas e também atenderão às solicitações que chegarem à Central 156.

Durante o dia, nas regionais, a abordagem a pessoas em situação de rua é feita pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e nos demais horários da noite pela Central de Encaminhamento Social (CES), que funciona 24 horas todos os dias.

Pessoas em situação de rua com problemas de saúde terão atendimento especial. Além de serem monitoradas constantemente pelas equipes, que já conhecem cada caso, elas poderão serem encaminhadas para unidades de saúde do município.

Animais de estimação

Como acontece desde 2019, os animais de estimação também serão transportados com seus tutores. Para isso, a FAS mantém em suas kombis caixas para transportar animais de até médio porte. Para esses casos, o acolhimento será feito em unidades que possuem canis.

Central 156

A Prefeitura pede a ajuda da população para proteger as pessoas em situação de rua. A orientação é para que entrem em contato com a Central 156, por telefone, site ou pelo aplicativo Curitiba 156, sempre que avistarem alguém nessa condição.



Leia a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

MATÉRIAS RELACIONADAS
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img

As últimas do Busão