Curitiba terá pista pública profissional de skate

No ano em que o skate estreia como esporte olímpico no Japão, Curitiba se prepara para ganhar uma das maiores e mais modernas pistas de skate do país. Com potencial para atrair eventos de alto nível na modalidade street, a pista pública está sendo construída pela Prefeitura no canteiro central da Avenida Presidente Wenceslau Braz.

Com 130 metros de comprimento, a nova pista será basicamente em cimento e ocupará uma área de 1.170 metros quadrados (um campo e meio de futebol). O projeto foi especialmente contratado pela Pra Skate – Associação Paranaense do Desenvolvimento e Cultura do Skate e doado ao município, que está investindo na construção.

“Hoje no Brasil não existe nada parecido em termos de pista pública. Curitiba já é um celeiro de campeões, mas ainda não tinha uma pista pública de alta performance. A cidade subirá para um nível mais profissional nesse esporte, que acabou de se tornar olímpico, afirma o skatista Raphael Braciak (Urso), integrante da Pra Skate e um dos idealizadores do projeto.

A pista está sendo construída pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e segue um formato que se integra à cidade. Como se fosse uma praça pública ela simula obstáculos do ambiente urbano: degraus, meios-fios, desníveis, ruas e outros.

“Os obstáculos dessa pista remetem a locais muito usados por skatistas como a Praça da Sé (São Paulo), Praça XV (Rio de Janeiro), Macba (Museu em Barcelona-Espanha). Tudo isso distribuído ao longo da pista”, explica Fernando Johnson, presidente da Pra Skate.

Espaço democrático, no coração da cidade

Atualmente Curitiba conta cerca de 30 pistas públicas de skate, e todas são para nível iniciante. Esta é a primeira com condições para a prática profissional do esporte. O local escolhido para receber a obra também é estratégico, entre os bairros Guaíra, Fanny e Parolin.

“No meio da cidade, onde tem linhas de ônibus e de fácil de acesso, um lugar que é exatamente o espírito democrático do skate, onde pessoas de várias idades e condição social se encontram”, falou Johnson, que é skatista há 45 anos e um dos precursores do esporte no Paraná.

CANAL RAGULO: Um dos melhores canais de gastronomia no YouTube

Com a pandemia a busca por canais de gastronomia no YouTube aumentou consideravelmente. As pessoas começaram a se reinventar em casa e a internet está sendo uma grande aliada. Entre estes canais, se destaca o curitibano, natural de Jacarezinho/PR, Rafael Lopes – com o seu canal chamado RAGULO.

Rafael, ou “RAGULO” como é conhecido, transborda carisma e simplicidade em sua forma de apresentar novas receitas. Traz o “jeitão Pé Vermelho” do interior do Paraná e já cativou mais de 11 mil pessoas em seu canal. 

Em seus vídeos, ele mostra em detalhes o preparo da comida, explicando de maneira didática como se faz. Um de seus sucessos é como se faz “A MELHOR MAIONESE DO MUNDO”, que já atingiu a marca de mais de 124 mil visualizações.

Ragulo, curitibano de alma e coração, além de um grande chef de mão cheia, também é um excelente comunicador ao lado do Rei do Rádio, Luiz Carlos Martins, em um programa matutino da Rádio Banda B. Além disso, Lopes realiza um trabalho incrível na cidade, atendendo várias demandas de comunidades que mais precisam e apoiando causas de grande importância para a nossa a sociedade e também para a nossa região, como é o caso da crise hídrica que enfrentamos recentemente – buscando soluções junto aos órgãos responsáveis.

Aquele trabalho que vale a pena acompanhar e conferir o que vem de novo por aí.

Acompanhe suas redes:

Facebookhttps://www.facebook.com/canalragulo

Instagram: https://www.Instagram.com/rafael_lopes82

YouTubehttps://YouTube.com/canalragulo

Bandeira laranja é prorrogada por mais sete dias em Curitiba

A Secretaria Municipal da Saúde decidiu nesta sexta-feira (18/9) prorrogar a vigência do Decreto 1160, que colocou Curitiba na situação de risco médio de contaminação pelo novo coronavírus. A bandeira laranja vale por mais sete dias, a partir da zero hora de segunda-feira (21/9).

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, explica que é importante aguardar o prazo de 14 dias após o último feriado, o de 7 de Setembro, para avaliar o impacto daqueles dias de folga na pandemia do novo coronavírus.

Ela lembra que quando foi anunciada a mudança da bandeira amarela para a laranja, no dia 4 de setembro, o número de casos de covid-19 estava começando a crescer novamente. “Sem essa intervenção, poderíamos ter voltado para uma situação semelhante à de julho, no pico da doença”, completa a secretária.

Márcia também pediu a colaboração de todos para que os indicadores melhorem e que, na próxima semana, seja possível voltar a adotar a bandeira amarela.

Relembre abaixo as medidas que visam a retomada do controle da disseminação do novo coronavírus na cidade. O não cumprimento das medidas pode acarretar sanções administrativas e multas que variam de R$ 232,92 a R$ 8.336,08.

Atividades suspensas

– Atividades de entretenimento com ou sem música (casas de show, festas, teatros, circo e atividades correlatas), eventuais ou periódicas, bem como estabelecimentos destinados eventos sociais e atividades correlatas, além dos voltados a feiras técnicas ou de varejo, mostras comerciais, congressos, convenções e outros.
– Bares e atividades correlatas.

Funcionamento com restrições

– Atividades comerciais de rua não essenciais, galerias e centros comerciais podem abrir de segunda a sábado, das 10h às 20 horas. Aos domingos, apenas delivery.
– Shopping centers podem abrir de segunda a sábado, das 12h às 22 horas. Aos domingos, apenas delivery.
– Restaurantes e lanchonetes podem abrir de segunda a sábado, até 23 horas. Após esse horário e aos domingos, apenas delivery e drive-thru.
– Mercados, supermercados e hipermercados: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário. Aos domingos, não podem funcionar em nenhuma modalidade de atendimento.
– Panificadoras podem abrir de segunda a sábado, até 23 horas, e domingos, das 6h às 18h, mas é proibido o consumo no local.
– Feiras livres e de artesanato podem funcionar de segunda a sábado.
– Prestação de serviços não essenciais (como salões de beleza, barbearias, academias de ginástica e banho, tosa e estética de animais) não têm restrição de horário, mas não podem abrir aos domingos.
– Comércio de produtos e alimentos para animais: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, sendo no domingo permitido atendimento de delivery e drive-thru;
– Comércio varejista de hortifrutis, quitandas, mercearias, distribuidoras de bebidas, peixarias e açougues: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, com proibição de funcionamento aos domingos;
– Lojas de material de construção (serviço essencial): funcionamento de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário. Aos domingos, podem funcionar nas modalidades delivery e drive-thru;
– Concessionárias de veículos em geral: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, com proibição de funcionamento aos domingos;
– O funcionamento dos parques e praças fica condicionado ao cumprimento de protocolo específico, conforme determinado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Nos parques abertos, fica permitida exclusivamente a prática de atividades físicas individuais, com uso de máscaras. Os parques que estão abertos são: Tingui, Barigui, Barreirinha, Tropeiros, Guairacá, Mairi, Cambuí, Mané Guarrincha, Yberê, Lago Azul, Atuba, Passaúna, Tanguá, Bacacheri, São Lourenço e Náutico.

Devem operar com no máximo de 50% de sua capacidade

– Hotéis, resorts, pousadas e hostels;
– Callcenter e telemarketing: a partir das 9h (exceto os vinculados a serviços de saúde ou home-office, que podem funcionar com capacidade normal);