Curitiba plantou mais de 85 mil árvores desde a última primavera

Faltam menos de 15 mil plantios para que Curitiba complete o desafio 100 Mil Árvores, iniciado em setembro do ano passado e que termina na próxima primavera, em setembro deste ano. A cidade já soma mais de 85 mil mudas plantadas em parques, praças, vias públicas e áreas recuperadas. 

“É importante registrar que chegamos a essa marca mesmo sem poder realizar mutirões e plantios comunitários, por conta da pandemia da covid-19, desde o mês de março”, lembra a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias.

O último evento comemorativo foi alusivo ao Dia Internacional da Mulher e ao aniversário de Curitiba, quando grupos de mulheres fizeram o plantio de 327 mudas no Parque Barigui. Na ocasião, ainda antes de completar os primeiros seis meses de desafio, já se atingia 50 mil mudas, ou seja, metade da meta.

De acordo com a secretária, para que se mantivesse o ritmo, desde então, foi fundamental o empenho dos cidadãos, das equipes da Secretaria do Meio Ambiente e das administrações regionais da cidade. 

“Nosso Horto da Barreirinha seguiu no atendimento de entrega de mudas para a população, com as solicitações via 156 e observando protocolos de segurança para prevenção da transmissão do vírus”, observou. 

Áreas públicas 

A partir de março, sem a realização de mutirões, foi priorizado o trabalho de plantio com equipes da própria prefeitura e de terceirizados, seguindo os protocolos de segurança e prevenção da covid.

Bosques de unidades de conservação e outras áreas verdes foram enriquecidos com mudas nativas e as regionais atuaram, principalmente, na recuperação de áreas degradadas. 

Foram feitos plantios em locais como a Vila Pantanal e também na Vila Lambari, no Campo de Santana. Recentemente, foram duas mil novas mudas apenas no bosque do Parque Barigui. Outras 4,5 mil foram plantadas nos bosques Sambaqui e Vila Verde. Novas árvores também estão nos parques Tanguá e São Lourenço, além do Passeio Público e no Bosque de Conservação da Biodiversidade Urbana Vitória Régia, na CIC.

Como participar

Quem quiser contribuir para a meta de atingir 100 mil árvores plantadas até a próxima primavera pode solicitar a sua muda e agendar a retirada no Horto Municipal da Barreirinha. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3585-3171.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mutirão de castração no Cajuru tem distanciamento social e doação de árvores

O Parque dos Peladeiros, no Cajuru, transformou-se em um local de apoio ao meio ambiente. Ainda fechado para as atividades esportivas por causa da pandemia do novo coronavírus, o parque recebe a retomada dos mutirões de castrações de cães e gatos nas regionais, ofertados pela Prefeitura. 

Os mutirões, realizados por meio da Rede de Promoção Animal, foram suspensos em março e retomados com adaptações. A Regional Cajuru é a primeira a receber o novo formato e o Parque dos Peladeiros foi o local escolhido. A expectativa é preencher cerca de 12 mil vagas de cirurgias vaté o fim do ano em vários pontos da cidade.

Mutirões de castração parque dos peladeiros regional Cajuru. Curitiba, 05/08/2020. Foto: Levy Ferreira/SMCS

Novos cuidados

Entre os novos cuidados, o número de cirurgias de castração ofertadas nos agendamentos foi reduzido – no Parque dos Peladeiros, serão, em média, 45 atendimentos diários, de segunda a sexta-feira até o final do mês, para evitar concentração de pessoas no local.

“Buscamos locais que favoreçam o distanciamento social. Aproveitamos que os ginásios estão temporariamente fechados e demos esse novo uso”, destaca a chefe da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba, Sueli Sasaoka. 

Obedecendo ao pedido de usar máscara de tecido, a cozinheira Elismara da Silva Valencio, 39 anos, levou Lobinha, uma cachorrinha sem raça definida, ao mutirão e aprovou as medidas adotadas. 

“Os cuidados de segurança estão ótimos. Fui a outro mutirão antes da pandemia e tinha muito mais gente. Aqui, o lugar é amplo e todos estão respeitando o distanciamento” falou Elismara.

A protetora de animais Joanaína de Moraes, 40 anos, levou três gatos ao Mutirão no Cajuru e fala que a retomada da ação é um grande apoio para quem atua no cuidado dos bichinhos.

“Nem toda a população tem a consciência de como tratar os animais. A Prefeitura faz muito ao ajudar a controlar a procriação.”

Ação conjunta

Até dia 14 de agosto, todos que agendaram a castração dos animais no Mutirão do Cajuru também podem levar para casa mudas de árvores frutíferas. Serão doadas 400 mudas limoeiros e pés de pitanga, araçá, uvaia, gabiju, cereja e guabiroba. 

A ação faz parte do Desafio 100 mil árvores, lançada pela Prefeitura em setembro do ano passado e nesta quarta-feira (5/8) cumpre, em menos de um ano, a meta de plantar 100 mil árvores em Curitiba. As mudas seguirão sendo ofertadas para deixar a cidade mais verde.

A auxiliar de produção Soeli Rudiak, 45 anos, levou  pés de uvaia, gabiju e guabiroba para plantar em casa e para um amigo.

“Achei interessante essa ideia de levar para casa essas árvores que conheço desde criança”, disse. 

Próximos mutirões

Mais dois mutirões têm início neste mês de agosto. A partir do dia 17, o Bairro Novo recebe o evento. No Pinheirinho, o mutirão começa no dia 24. Boa Vista, CIC, Boqueirão, Santa Felicidade e Portão terão mutirões nos meses seguintes neste segundo semestre. Agendas são abertas sempre no dia 15 do mês anterior, a partir das 12h.

Os tutores e protetores interessados podem fazer a inscrição no site da Rede de Proteção Animal.

*A programação, porém, pode ser revista caso haja agravamento da pandemia da covid-19, conforme determinação das autoridades sanitárias.

Covid-19: veja o que abre e o que fecha em Curitiba

Ontem começaram a valer novas medidas com algumas ampliações nos horários de funcionamento dos estabelecimentos em Curitiba, até o dia 10/8. Nesse vai e vem, a gente acaba até se perdendo  e por isso fizemos um resumo pra te ajudar a não ficar de fora! Confira:⁣

Novos horários:⁣

  •  shoppings podem abrir das 12h às 22h de segunda a sexta e aos finais de semana somente via delivery⁣
  •  comércio de rua das 10h às 20h de segunda a sexta e aos finais de semana somente via delivery⁣
  •  galerias e centros comerciais das 10h às 18h de segunda a sexta e aos finais de semana somente via delivery⁣
  • restaurantes até as 22h de segunda a sábado e nos domingos somente via delivery ou drive-thru⁣
  • mercados somente de segunda a sábado⁣
  •  panificadoras até as 22h de segunda a sábado e até as 18h nos domingos (proibido consumo no local)⁣
  •  feiras de segunda a sexta, proibido funcionamento aos finais de semana ⁣

Proibido:⁣

  •  bares, festas, teatro, cinemas⁣
  •  parques⁣
  • praças esportivas⁣

Transporte público:⁣

continua circulando somente com 50% da sua lotação máxima ⁣

Hotéis, pousadas e resorts:⁣

  • podem funcionar com somente 50% da sua capacidade⁣

Via @oquefazercuritiba