Curitiba entrega autoteste para HIV em casa e de graça

Em Curitiba, o autoteste de HIV pode ser entregue em casa e de graça. O e-testing, direcionado à chamada população-chave (homens que fazem sexo com homens e gays do sexo masculino), agora pode ser recebido por correspondência, em embalagem sigilosa. Com esta facilidade, o autoteste poderá ser feito na casa ou em outro local em que o solicitante se sinta mais confortável.

Para pedir o autoteste, o interessado deve acessar a plataforma virtual www.ahoraeagora.org ou o aplicativo, disponível nas versões Android e IOs e preencher um questionário. Depois, receberá um código, que será sua identificação no endereçamento. Assim que o teste for enviado, o solicitante receberá por e-mail um código de rastreamento para acompanhar a chegada do exame. 

Diagnóstico precoce

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica dos Agravos Crônicos Transmissíveis da Secretaria Municipal da Saúde, Liza Rosso, explica que o objetivo da ação é ampliar o diagnóstico precoce do HIV entre as populações mais vulneráveis.

“Na população-chave, a prevalência de HIV é de 10%, enquanto na população geral o índice é de 0,4%”, esclareceu Liza. 

Em caso de resultado positivo, a orientação é procurar o Centro de Orientação e Aconselhamento (COA) da Secretaria Municipal da Saúde para confirmação do diagnóstico. Caso o resultado seja positivo já se inicia a vinculação do paciente aos serviços de saúde para facilitar o início do tratamento nas unidades básicas. 

Segundo a coordenadora, o diagnóstico precoce é também uma forma de prevenção. Quanto antes a pessoa se descobrir soropositiva e iniciar o tratamento, menor o dano que o HIV fará ao sistema imunológico. O tratamento adequado leva a uma queda de 96% na possibilidade da transmissão do vírus.

Aumento dos exames

O aumento de 53% na busca por exames na rede pública, nos últimos quatro anos, associado ao tratamento adequado, reduziu em 50,8% os casos de evolução para a doença. Em 2014, a cada 100 mil habitantes, 24,2 pessoas tinham Aids. Em 2018, esse coeficiente caiu para 12,2. Os dados são do mais recente Boletim Epidemiológico publicado pela Secretaria Municipal da Saúde, em dezembro de 2019.

“Avançamos também na redução de 30% na mortalidade por Aids. Esse resultado mostra que o diagnóstico e tratamento precoce trazem bons resultados”, avaliou Liza. 

Outras opções 

O autoteste também pode ser retirado nos armários de autoatendimento instalados no Bloco Estadual da Rodoferroviária e no Centro de Orientação e Aconselhamento (COA), na Rua do Rosário, 144, no São Francisco, seguindo o mesmo processo para a solicitação. Ao iniciar a solicitação deve-se informar qual a forma de recebimento do teste.

Para o público masculino e mulheres trans há ainda a opção de fazer o teste no e-COA, que funciona em horário alternativo, das 17h às 22h, na Rua Brigadeiro Franco, 1.300, Centro.

A Prefeitura também oferece o exame convencional para HIV/Aids nas 111 unidades de saúde. 

A Hora é Agora

A ação faz parte do projeto A Hora É Agora – Testar Nos Deixa Mais Fortes, voltado à população-chave da epidemia de HIV. É uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, o departamento de DST/AIDS e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, a Fundação Oswaldo Cruz e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos da América (CDC).

Via: Prefeitura de Curitiba

Sérgio Moro recebe carteira da OAB e abre escritório em Curitiba

Antes de começar a advogar, no entanto, Moro deverá acabar de cumprir a quarentena de seis meses determinada pela Comissão de Ética da Presidência.

O ex-juiz federal que conduziu a Lava Jato e colecionou desafetos entre alguns criminalistas vai atender sua futura clientela em um endereço de Curitiba, base e origem da maior operação já desencadeada no País contra a corrupção.

Antes de começar a advogar, no entanto, Moro deverá acabar de cumprir a quarentena de seis meses determinada pela Comissão de Ética da Presidência. Levando em consideração a data em que anunciou sua renúncia e acusou o presidente de suposta tentativa de interferência na Polícia Federal, 24 de abril, a quarentena do ex-juiz terminará no fim de outubro.

Informações Banda B.

Curitiba tem 362 novos casos e sete mortes por covid-19

Curitiba registrou nesta quarta-feira (16/9), 362 novos casos de covid-19 e sete óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde.

As novas vítimas são três homens e quatro mulheres, com idades entre 39 e 92 anos. Quatro destes óbitos ocorreram nas últimas 48 horas. Os demais foram nos dias 9 e 14 de agosto.

Apenas um dos pacientes não apresentava fator de risco para as complicações da covid-19.  

Até agora são 1.156 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, sobre 39.631 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 33.831 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 4.644 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

UTIs do SUS

Nesta quarta-feira (16/9), a taxa de ocupação dos 334 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 é de 87%. Todos os pacientes que são internados com quadro de síndrome respiratória aguda grave vão para os leitos exclusivos covid-19 e não apenas os casos confirmados da doença. No momento restam 47 leitos livres.

Números da covid-19 em 16 de setembro

362 novos casos
7 novos óbitos

Números totais

Confirmados – 39.631
Investigação: 630
Recuperados – 33.831
Óbitos – 1.156