Casa do Papai Noel de São José dos Pinhais tem início na semana que vem

Tradicional há 20 anos no município, a Casa do Papai Noel já tem data marcada para começar suas apresentações este ano. A Casa abrirá a partir do dia 26 de novembro, às 18h, iniciando as programações de natal em São José dos Pinhais.

(Foto: Paulo Szostak/Prefeitura SJP)

Atraindo milhares de pessoas todos os anos, a Casa do Papai Noel conta com mais de 7 mil m² de decoração e iluminação, com mais de 10 milhões de lâmpadas coloridas iluminando e colorindo as noites natalinas. A atração está localizada no Parque da Fonte, na Rua Almirante Alexandrino. Os ingressos custarão R$8, sendo que crianças até 12 anos e idosos com mais de 60 anos não pagam.

A Casa do Papai Noel é uma iniciativa da Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, que visa fomentar o turismo e a economia no município, além de incentivar diversas pessoas a conhecerem São José dos Pinhais e suas atrações.

 

SERVIÇO

Data: de 26 de novembro a 23 de dezembro (todos os dias)

Horário: De segunda a domingo das 18h às 22h

Local: Parque da Fonte

Endereço: Rua Almirante Alexandrino, 1410 – São José dos Pinhais, Paraná.

Ingressos: R$ 8,00 (crianças até 12 anos e idosos com mais de 60 anos não pagam)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sanepar divulga rodízio para Curitiba e RMC até 13 de setembro

A Sanepar divulgou nesta terça-feira (01.09) a tabela de rodízio de abastecimento de água para Curitiba e Região Metropolitana até o dia 13 de setembro. A estiagem e as chuvas abaixo da média têm levado a companhia a manter o rodízio no sistema de abastecimento da RMC.

A Sanepar alerta para que a água seja utilizada com prioridade para alimentação e higiene pessoal. Atividades como limpeza de calçadas, quintais, rega de jardins e lavagem de carros devem ser adiadas.

Confira a tabela do rodízio AQUI.

Onça-parda encontrada em São José dos Pinhais é devolvida para a natureza

Uma onça-parda encontrada na área urbana do município de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foi devolvida ao habitat natural nesta sexta-feira (28) por agentes do Batalhão da Polícia Ambiental – Força Verde. A ação foi acompanhada por biólogos do Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

O animal surpreendeu moradores da região nesta quinta-feira (27) após ser visto por uma criança no alto de uma árvore no terreno da residência da família, que acionou a Polícia Ambiental.  Assustada, a onça-parda ficou várias horas em cima da árvore e chamou a atenção dos moradores do bairro.

O IAT fez a articulação com outras instituições para que ela passasse por todos os procedimentos clínicos necessários que avaliaram se estava apta para ser devolvida à natureza.

“É um animal saudável, macho e jovem, de aproximadamente 50 quilos, e que ainda está em estado asselvajado. Como ele ainda vai criar toda a sua matilha, a devolução dele ao meio ambiente preserva a espécie e faz com que ela se mantenha na natureza”, explica Tauane Ribeiro, bióloga do IAT.

De acordo com ela, não é comum encontrar esses animais próximos a residências, mas isso pode acontecer devido à expansão urbana. 

Segundo o capitão João Serpa, do Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde, a parceria entre todos os órgãos envolvidos possibilitou o retorno da onça ao seu habitat natural em menos de 24 horas. Ela foi encontrada ao meio-dia desta quinta e devolvida ao meio ambiente por volta de 10 horas desta sexta.

“Isso mostra que é possível dar um encaminhamento correto ao animal, evitando a morte da espécie. Temos a obrigação de dar uma pronta resposta para preservar esses animais de qualquer situação”, disse o capitão. “A solução foi dada no mesmo instante, com o isolamento da área até que os especialistas conseguissem concluir os atendimentos necessários”, completou.

CUIDADOS – Ao encontrar animais deste porte em áreas urbanas, a orientação é acionar os órgãos competentes e não se aproximar. Devido às características e instintos não domesticados, espécimes selvagens não devem ser resgatados pela população para garantir sua própria segurança e também a dos animais.

É possível acionar o Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde pelo telefone 180, o Corpo de Bombeiros do Paraná (181) ou, ainda, o escritório regional do IAT mais próximo. Em Curitiba o telefone do órgão ambiental é (41) 3213-3038.