Bolsonaro se manifesta sobre apoio em eleições municipais

Na manhã de hoje (08), o presidente Jair Messias Bolsonaro se pronunciou em suas redes sociais sobre as eleições municipais deste ano. Posando ao lado de Murilo Hidalgo, dono do Instituto Paraná Pesquisas, Bolsonaro postou que não pretende participar no 1º turno das eleições municipais. Ou seja, podendo manifestar apoio a candidatos apenas no segundo turno. Veja o que ele escreveu:

Não pretendo participar das eleições municipais no 1° turno. Pauta do café da manhã com Murilo Hidalgo, Diretor do Paraná Pesquisas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presidente Bolsonaro assina filiação ao PL

O presidente Jair Bolsonaro se filiou hoje (30) ao Partido Liberal (PL). O ato de assinatura da ficha de filiação foi realizado nesta manhã durante uma cerimônia promovida pela legenda.

Eleito em 2018 pelo PSL, Bolsonaro deixou o partido em novembro de 2019 e não estava filiado a nenhum partido. A condição é necessária para a disputa das eleições gerais de 2022. Até o momento, a eventual candidatura do presidente à reeleição não foi oficializada.

Durante o evento, Bolsonaro destacou que a cerimônia foi uma simples filiação ao partido e que não estava “lançando ninguém a cargo nenhum”.

“Estou me sentindo aqui em casa, dentro do Congresso Nacional, aquele plenário da Câmara dos Deputados, tendo em vista a quantidade enorme de parlamentares aqui presentes. Vocês me trazem lembranças agradáveis, lembranças de luta, de embate, mas, acima de tudo, momentos em que nós, juntos, fizemos pelo nosso país. Eu vim do meio de vocês. Fiquei 28 anos dentro da Câmara dos Deputados”, disse.

Pelas redes sociais, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, confirmou que também se filiou ao partido e que será pré-candidato ao Senado pelo Rio Grande do Norte.

Doria vence prévias e será candidato do PSDB à Presidência

O governador de São Paulo, João Doria, venceu neste sábado (27) as prévias do PSDB para escolher quem disputará pelo partido a Presidência da República na eleição de 2022.

Com a vitória, Doria passa a ser o pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto. Uma convenção nacional do partido deve confirmar o nome do governador de São Paulo. A candidatura só será oficializada com o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo para inscrição de candidaturas se encerra em agosto do próximo ano.

*Com informações do G1