Bar de Curitiba lança menu exclusivo com drinks preparados com cerveja

Não há dúvidas de que as cervejas artesanais conquistaram o público brasileiro nos últimos anos. Além de ser presença garantida e programas clássicos, como happy hour e churrasco, elas passaram a ser encontradas em menus de restaurantes de todo Brasil, podendo ser harmonizadas com as mais variadas iguarias gastronômicas. Marcada pela versatilidade, a bebida ganha combinações e versões cada vez mais saborosas e criativas. Em Curitiba (PR), o Hop Nation, bar especializado em chopes artesanais na capital paranaense, explorou as possibilidades da bebida e desenvolveu um cardápio exclusivo de drinks que têm cervejas artesanais como grande estrela.

Destaque no menu do empreendimento, os drinks são elaboradas com combinações únicas e harmoniosas de cervejas, frutas e destilados. São quatro opções:  o JagerBera, feito com Jagermaister, Energético, Limão e Chopp Red Ale; o Mojito Beer, desenvolvido com Rum, Monin Mojito, Hortelã e Chopp Pilsen; o Erotika Nation, composto por Jurupinga, Monin Cereja e Chopp Pilsen; e o HopSpritz, que leva Aperol, laranja e Chopp especial Witbier ou Pilsen. “O curitibano tem um paladar muito receptivo para as inovações do mundo cervejeiro. Os sabores e harmonizações dos nossos drinks ganharam o público e se transformaram em grandes estrelas do cardápio do Hop Nation”, comenta Rayane Aal, sócia e diretora de operações do Hop Nation.

Instalado no interior da Vila Urbana, complexo gastronômico localizado no centro de Curitiba, o Hop Nation ganhou o público com uma variedade de rótulos conceituados, produzidos por cervejarias nacionais de grande destaque, entre elas Bodebrown, Ignorus, Alright, Bastards, Way Beer, Buddy, Ol Beer, Dogma, Invicta, Ignorus, Roleta Russa e Draft, além de rótulos importados da Bélgica, Inglaterra, Estados Unidos e Alemanha, entre outros. “As cervejas artesanais são ótimos acompanhamentos em qualquer formato e aqui o público tem a oportunidade de conhecer e saborear muitas das possibilidades que a bebida oferece”, completa Rayane Aal.

O Hop Nation está localizado na Vila Urbana (Marechal Deodoro, 686), no Centro de Curitiba, e funciona diariamente, das 11h às 22h. Mais informações nos perfis oficiais do empreendimento no Facebook (www.facebook.com/Hopnationvila) e no Instagram (@hopnationvila) ou pelo Whats App (41)  99995-9932.

Primeira Feira da Agroindústria acontecerá em dezembro em Curitiba

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento promove a Agrifamiliar Paraná 2020 – 1ª Feira de Produtos e Serviços da Agricultura Familiar, que acontecerá em Curitiba entre os dias 3 a 6 de dezembro. As pré-inscrições para as agroindústrias interessadas em expor seus produtos encerram 30 em setembro.

A feira será em frente ao Mercado Municipal de Curitiba. Trata-se de uma iniciativa para aproximar o campo e a cidade, o rural e o urbano, a produção e o consumo.

O evento é promovido em parceria com a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná (Fetaep), Prefeitura de Curitiba/Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater (IDR-Paraná)  e Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar).

Para efetivar a pré-inscrição, a agroindústria deve ter o registro do estabelecimento no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, apresentar a DAP (Declaração de Aptidão do Pronaf) ativa e documentos pessoais do responsável pelo estabelecimento. As agroindústrias familiares que manipulam produtos de origem animal precisam estar inscritas no serviço de inspeção sanitária municipal, estadual ou federal.

Aquelas que manipulam produtos de origem vegetal, bebidas e polpas devem ter licença e alvará sanitário emitido pela Secretaria da Saúde e registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Para quem pretendem apresentar produtos como plantas e flores, é necessário preencher o formulário de autorização da Adapar. 

SERVIÇO – A Agrifamiliar acontecerá de 3 e 6  de dezembro. Na quinta e na sexta-feira o horário será das 10h às 20h; no sábado das 9h ás 20 e no domingo das 9h ás 13h.

As pré-inscrições podem ser feitas no núcleo da Seab de Curitiba, no IDR-PR, na Adapar ou diretamente no site da Fetaep (http://www.fetaep.org.br) e deve ser encaminhada para o e-mail agrifamiliar@fetaep.org.br.

Informações AEN.

Polícia cumpre 53 mandados contra o tráfico de drogas em Curitiba e RMC

A Polícia Civil e a Polícia Militar do Paraná estão nas ruas, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (22), para desmantelar associação criminosa que comanda o tráfico de drogas no Centro e no bairro Cajuru, na capital, e em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Batizada de Lisboa, a operação visa cumprir 37 mandados de busca e apreensão em endereços relacionados aos alvos e 16 mandados de prisão preventiva contra líderes, gerentes, fornecedores e distribuidores de drogas naquelas regiões. 

Durante as investigações, que duraram cerca de 6 meses, a PCPR e a PMPR observaram que houve pouca ou nenhuma alternância na liderança do bando. É como se a associação criminosa fosse composta por líderes gerais, gerentes operacionais e revendedores finais – conhecidos como “pistas”, esses substituídos com frequência. 

CENTRO – As drogas que abasteciam o tráfico no Centro de Curitiba eram fornecidas por líderes distintos que comandavam o crime em Pinhais e no bairro Cajuru. Nesta região, a PCPR e PMPR cumprem 17 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva. 

CAJURU – O gerente operacional que atuava no bairro também distribuía drogas para revendedores finais do município de São José dos Pinhais, na RMC. Seis pessoas são alvos de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão serão cumpridos na região. 

PINHAIS – O tráfico era comandado por um indivíduo com antecedentes por tráfico de drogas. Ele foi preso em 2016, com 73 quilos de crack, e estava em liberdade atuando no município e no Centro de Curitiba.  Aqui a PCPR e PMPR miram oito alvos. Três com mandados de prisão preventiva e cinco com mandados de busca e apreensão. 

INVESTIGAÇÕES – No decorrer das investigações foram presas em flagrante 17 pessoas ligadas ao bando, cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, uma apreensão de adolescente, apreensão de duas armas de fogo, 173 gramas de cocaína, 2,3 quilos de crack e 4,8 quilos de maconha.

Informações AEN.