Atletas curitibanas vão disputar a Paralimpíada de Tóquio

O nome de Curitiba estará nas disputas por medalhas dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, em agosto. Neste fim de semana, a professora curitibana Mari Santilli, da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), e Adriana Drica Azevedo, que mora há dois anos em Curitiba, conquistaram a sonhada vaga para os Jogos Paralímpicos na canoagem.

As duas paratletas são beneficiárias do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba.

Mari Santilli conquistou a vaga olímpica na manhã de sábado (15), com uma 7ª colocação na classe KL3 Feminino – 200m nas finais da Copa do Mundo de Paracanoagem. A prova foi realizada na raia náutica do lago Maty-ér Regatta Course, na cidade de Szeged, na Hungria.

Esta será a segunda participação da professora Mari em Jogos Paralímpicos. Ela já esteve no Rio 2016.

A canoísta Adriana Drica Azevedo também garantiu no sábado (15) a vaga para sua estreia em paralimpíadas, com uma 7ª colocação na classe KL1 (Feminino – 200 metros) da mesma competição.

Atletas de Curitiba se classificam para as Paralimpíadas de Tóquio. – Na imagem, Adriana Azevedo. Foto: Divulgação Confederação Brasileira de Canoagem/CBCa

Do Boqueirão para Tóquio

As atletas treinam na raia náutica do Parque Iguaçu, no Boqueirão, pelo Clube de Regatas Curitiba (CRC) e, agora, focando os treinamentos para os Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shopping inaugura pista de patinação no gelo em Curitiba

Verão com pista de patinação no gelo em Curitiba! O Jockey Plaza Shopping inaugura o Vikings no Gelo, a maior pista de patinação no gelo já instalada na capital

Os interessados podem escolher entre patins e trenó. O ingressos estão à venda na bilheteria do local a partir de R$ 28 de acordo com a modalidade escolhida.

A pista de patinação é direcionada para todos acima de 5 anos, mas o espaço oferece opções para todas as idades.  Os pequenos de 2 a 5 anos podem aproveitar o passeio de trenó, guiado pelos instrutores que os leva num divertido circuito pela pista de gelo.

Além disso, a partir do dia 5 de fevereiro a pista irá receber shows de patinação toda sexta-feira às 19h com duração de 10 minutos.

O espaço ainda conta com aulas de patinação aos sábados. Os interessados devem fazer a inscrição com antecedência através do e-mail marketing@jockeyplaza.com.br ou WhatsApp (41) 3216-1642.

Serviço:

Endereço:Jockey Plaza Shopping – Rua Konrad Adenauer, 370, no Tarumã

Data: até dia 21 de março – de segunda a sexta, das 11h às 23h; sábados, das 10h às 23h; domingos e feriados, das 11h às 22h.

Ingressos: 30 minutos: R$ 48; 1 hora: R$ 60; Trenó 5 minutos: R$ 28; Tempo adicional: R$ 35, com duração de 30 minutos – válido antes da retirada do kit de segurança.

Vacinação infantil ganha velocidade em Curitiba, cidade com maior número de crianças

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, acompanhou o início simbólico da vacinação de crianças contra a Covid-19 em Curitiba, nesta terça-feira (18). O evento foi na Unidade de Saúde Mãe Curitibana, no bairro São Francisco, e contou com a participação do prefeito Rafael Greca, do vice-prefeito Eduardo Pimentel e da secretária municipal da Saúde interina, Beatriz Battistella Nadas. São 164.821 crianças na Capital.

“É muito importante que a Capital esteja envolvida na mobilização e na missão de levar a informação positiva da necessidade da vacina para os pais e para nossas crianças”, disse Beto Preto, que deu a largada para a vacinação infantil no Paraná no último sábado (15), em Londrina, no Norte. 

O pequeno Miguel, de 10 anos, foi um dos vacinados. A mãe, Márcia Stankiwich, ressaltou a importância de não acreditar em notícias falsas e vacinar as crianças.

“Não devemos acreditar em fake news, notícias de fontes não confiáveis e duvidar das pesquisas feitas para as vacinas. Para mim, para o Miguel e toda a família, essa vacinação é um momento importante e muito esperado, para que tudo volte ao normal, principalmente na questão pedagógica”, disse Márcia.

Neste momento, Curitiba está vacinando crianças de 9 a 11 anos com comorbidades e deficiência permanente. A orientação é que a imunização seja realizada de forma escalonada, iniciando pelos grupos prioritários. A Capital também já imunizou crianças de 5 a 11 anos acamadas, institucionalizadas e indígenas.

“É uma imensa alegria podermos imunizar quase 165 mil crianças. Estamos vencendo a pandemia em um grande esforço para superar também a variante Ômicron”, disse Greca. “Vacina é vida e a vida para as crianças é o patrimônio mais valioso para uma cidade”.

CAMPANHA – A estimativa do Ministério da Saúde é que o Estado tenha 1.075.294 crianças de 5 a 11 anos. Na sexta-feira (14) a Secretaria da Saúde recebeu 65.500 doses no primeiro lote para este público e menos de quatro horas depois, já descentralizou os imunizantes para as 22 Regionais de Saúde.

Nesta segunda-feira (17) mais um lote com o mesmo quantitativo de vacinas foi enviado ao Paraná e deve ser descentralizado na tarde desta terça-feira (18). A expectativa é que a vacinação infantil com a primeira dose se estenda até abril.

Foto: Gilson Abreu/AEN

“Devemos aplicar a primeira dose até começo de abril e em meados de março já iniciar a aplicação da segunda dose”, explicou Beto Preto. “Vamos ter que trabalhar desta maneira, chegando doses, automaticamente já são fracionadas para que os municípios tenham acesso e continuem sua vacinação”.