Anvisa autoriza análise da eficácia de dose de reforço da AstraZeneca

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta segunda-feira (19), a realização de estudo clínico para avaliar a segurança, a eficácia e a imunogenicidade da aplicação de terceira dose da vacina contra covid-19 da AstraZeneca.

Segundo a Anvisa, o estudo inicial será feito em participantes que já receberam as duas doses do imunizante, com um intervalo de quatro semanas entre as aplicações. A dose de reforço será aplicada de 11 a 13 meses após a segunda dose.

A Anvisa explica que trata-se de um estudo de fase três, em que o voluntário não saberá o que tomou: se uma dose da vacina ou de placebo.

Voluntários

“Serão incluídos voluntários com idade entre 18 e 55 anos, que estejam altamente expostos à infecção com o novo coronavírus, como profissionais de saúde. Não serão incluídas gestantes ou pessoas com comorbidades”, explica a agência, em nota.

Segundo informou a Anvisa, o estudo, patrocinado pela AstraZeneca, será realizado somente no Brasil, nos estados da Bahia (1,5 mil voluntários), Rio de Janeiro (1,5 mil), Rio Grande do Sul (3 mil), Rio Grande do Norte (1,5 mil) e São Paulo (2,5 mil).

Após a quebra do “cegamento da pesquisa”, quando os voluntários ficam sabendo se receberam a vacina ou o placebo, todos os participantes do grupo placebo serão convidados a tomar a dose de reforço.

Proxalutamida

Nesta segunda-feira, também foi autorizada a realização de um estudo clínico para avaliar a segurança e a eficácia do medicamento proxalutamida na redução da infecção viral causada pelo novo coronavírus e no processo inflamatório provocado pela covid-19.

O estudo é de fase três e avaliará a eficácia e a segurança da substância em participantes ambulatoriais do sexo masculino com covid-19 de leve a moderada.

O estudo é patrocinado pela empresa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, sediada na China, e será realizado na Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México, Estados Unidos e Brasil, onde participarão 12 voluntários do estado de Roraima e 38, de São Paulo.

Nesse domingo (18), o presidente Jair Bolsonaro disse que pediria estudos sobre o uso do medicamento no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraná receberá 180.180 vacinas da Pfizer neste sábado, parte do novo lote da semana

O Ministério da Saúde confirmou na tarde desta sexta-feira (30) que enviará ao Paraná 180.180 vacinas Comirnaty, da parceria Pfizer/BioNTech, na madrugada deste sábado (31). Dessa vez, o lote será encaminhado por via terrestre, com previsão de chegada ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) pelas 5 horas. Todas são D1 (primeira dose) e devem começar a ser entregues aos municípios ainda no sábado.

É a primeira parte de um novo pacote com 332.980 imunizantes, 256.580 destinados à aplicação em público inédito (77%). Além das vacinas da Pfizer, serão 152.800 da CoronaVac (Butantan/Sinovac), sendo metade D1 e metade D2, uma vez que o intervalo de aplicação desse imunizante é de apenas 21 dias. Esse segundo lote ainda não tem previsão de chegada.

O Paraná recebeu nesta semana, entre terça e quarta, 649.420 doses. Em 24 horas, todas as D1 foram direcionadas aos municípios, que já retomaram a vacinação. Com a entrega de sábado, serão 829 mil doses recebidas em uma única semana, mas a maior parte destinada à segunda aplicação, com garantia do ciclo vacinal completo.

O Governo do Estado vai imunizar todos os paranaenses adultos com a primeira dose ou dose única até 30 de setembro. A expectativa é de alcançar já no próximo mês 80% desse público. A maioria dos municípios já imuniza a faixa dos 30 anos no Paraná.

Curitiba amplia repescagem da vacinação para nascidos até 1985

A Secretaria de Saúde de Curitiba ampliou a repescagem para vacinação contra a covid-19 e nesta sexta-feira (30/7) serão atendidas as pessoas nascidas até 1985 que ainda não tomaram a primeira dose do imunizante. 

Além da repescagem, nos 19 pontos de vacinação (lista abaixo) estão sendo atendidas também gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz até 45 dias atrás).

Gestantes e puérperas

Para a vacinação das gestantes e puérperas, a Secretaria da Saúde segue as orientações da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações, que indica mulheres desse grupo, a partir de 18 anos, somente com os imunizantes Coronavac ou Pfizer.

Além disso, a vacinação contra a covid-19 também está condicionada a uma avaliação individualizada, compartilhada entre a mulher e seu médico.

As gestantes acompanhadas pela rede privada devem apresentar nos postos de vacinação da cidade a declaração emitida pelo médico por meio do Portal do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR).

Já as gestantes e puérperas acompanhadas pelo SUS Curitibano deve buscar orientação na sua unidade de saúde onde faz o pré-natal. Neste caso, a declaração será incluída no prontuário do E-Saúde e a gestante/puérpera pode procurar um dos pontos de vacinação da cidade.

Orientação para receber a vacina

Para receber a vacina a SMS orienta fazer o cadastro antecipado na plataforma Saúde Já pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo do celular. O cadastro agiliza o processo da vacinação.

Também é preciso apresentar um documento de identificação com foto, CPF e um comprovante de residência com endereço de Curitiba (no caso de estar no nome do cônjuge, deve ser apresentada também certidão de casamento ou de união estável).

A partir de agora, com a vacinação de faixas etárias mais jovens, a Secretaria Municipal de Saúde também aceitará comprovante de residência no nome do pai ou da mãe, anexado a um documento que comprove a filiação.

Já para os casos de locações não formalizadas por imobiliárias, deverá ser apresentado o comprovante do endereço da residência com uma declaração do proprietário do imóvel, com responsabilização legal pela locação e pela informação.

Locais de vacinação 

Das 8h às 17h

1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)

2 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

3 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua  Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra

4 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

5 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

6 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

7 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

8 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

9 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

10 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

11 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

12 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700

13 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo 

14 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

15 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

16  – US Orleans
Av. Ver. Toaldo Túlio, 4577 – Orleans

17 – US Oswaldo Cruz
R. Pedro Gusso, 3749  – CIC

18 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

19 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700