6 tipos de curitibanos

Com certeza é muito difícil classificar os curitibanos, como já falamos em posts anteriores: somos bipolares, fechados e incompreendidos! Mas observando ultimamente a galera, chegamos a algumas características peculiares habitantes desta cidade e separamos alguns TIPOS DE CURITIBANOS para vocês.  Lá vai:

1 – PIÁ DE PRÉDIO

Os famosos “piás de prédio”, quem não conhece pelo menos um, né? Eles foram criados normalmente em condomínios fechados e muito, mas muito mimados. São pessoas que se não concordarem com eles, já dão piti! Normalmente estão enfurnados em casa falando mal de todo mundo enquanto jogam um League of Legends. Mais conhecidos por serem criados a “leite com pêra” e seu hobbie é miar o rolê da galera.

butcher-beer2-625x620

 

2- PLAYBOY DA BATEL

Você disse ostentação? Então,  eles são a ostentação em pessoa! Conhecidos por ostentarem em baladas e se vangloriar de suas conquistas financeiras e “amorosas”, os PLAYBOYS DA BATEL são geralmente sustentados pelos pais ou trabalham na empresa dos pais. Você reconhece um quando vai a algum lugar e eles estão em bando usando geralmente camisa polo da Lacoste, Abercrombie ou Aero Postale e prontos para arranjar briga com alguém. Seu gosto musical é um pouco peculiar, na maioria da vezes está escutando Racionais e cantando uma realidade que não é a deles.

play-2-600x400

3- HIPSTER DO LARGO DA ORDEM

Geralmente estão bebendo com seus amigos em ruas como “Trajano Reis” e “São Francisco”, são identificados por suas barbas e coroas de flores na cabeça(mulheres), roupas xadrez, gostam de Los Hermanos, seu meio de transporte é uma Caloi CECI (aquela que você freia com o pedal, manja?) e consumidores de substâncias, digo, ervas medicinais. Pessoas de mente aberta(bem aberta) e piram em qualquer manifestação artística.

hipster

 

4- PILACO

Os pilacos são uma pokevolução dos vileiros. Eles usam roupas largadonas, em grande maioria de marca(ou falsifix), adoram furar tubo ou passar o cartão-transporte para as pessoas em troca de dinheiro, envolvidos com ervas medicinais, também tentam esconder sua realidade “se pagando” de malandrões  e gravam vídeos cantando “rap” para atacar outros grupos de pilacos inimigos.

large

 

5 – CURILOVER

Aquela pessoa que ama a cidade! Pode se encaixar em qualquer grupo, mas tem uma peculiaridade de sair espalhando Curitiba por onde passa e defende com unhas e dentes a nossa cidade. Muitas vezes vira uma pessoa obcecada por tudo que é daqui e é capaz de sair no soco com alguém que discorde que tudo aqui é mil maravilhas.

05_o-iluninado

 

6 – ROCKEIROS DO CAVALO BABÃO

Tradicionalíssimos do Largo da Ordem, os Metaleiros do Cavalo Babão estão aí há décadas. Geralmente estão reunidos em grupos e seguem a filosofia de SEXO,DROGAS E ROCK AND ROLL. Estão vestidos com camisetas de bandas e vários outros acessórios, cabelo comprido e sempre bebendo alguma coisa. Não se deixam levar por modinhas e são fiéis a este estilo de vida.

ramondef

 

 

Separamos estes para vocês, só não venha de MIMIMI e se queimando aqui porque já sabe, né?! O conteúdo é de humor e adoramos brincar com essas observações que sempre fazemos, se você gostou comenta aí e dê uma sugestão de um tipo que faltou aqui! 😉

Restaurante japonês promove 1º Festival do Atum de Curitiba a R$ 10

Atenção amantes do mar! A partir desta sexta-feira, dia 1º de julho, o Ken’eki, restaurante de culinária japonesa contemporânea comandado pelo chef Dudu Sperandio, vai promover a primeira edição do Festival do Atum, que irá oferecer dez opções de preparos que levam o atum como protagonista pelo preço fixo de R$ 10 cada.

Entre os destaques do evento estão o Atum Grelhado com Crosta de Gengibre, o mini Tartare de Atum; o Carpaccio de Atum e Tartufata; e o Tuna Salad, com cubos de atum, rúcula, botarga e molho especial da casa. O restaurante ainda oferece diversas porções de niguiri, sashimi, uramiki, entre outros preparos de excelência.

Propondo uma harmonização completa, o Ken’eki trabalha com drinks a base de sake e gin. Além disso, os amantes de atum poderão aproveitar o festival em um ambiente refinado e aconchegante, que vai da parte interna ao deck frontal do empreendimento.

O 1º Festival do Atum do Ken’eki (Rua Myltho Anselmo da Silva, nº 1439) vai acontecer durante todo o mês de julho. Mais informações no Instagram oficial do empreendimento (@keneki.sushi).

Começa amanhã o 7º Festival do Fettuccine no Grana Padano do Ernesto Ristorante

Produzido na planície de Padana, na Itália, o queijo grana padano conquistou o paladar dos amantes da gastronomia ao redor do mundo, em especial dos brasileiros. Afinal, quem não gosta de uma boa massa artesanal preparada dentro de uma enorme peça do queijo, não é mesmo? O fettucine, típico da culinária italiana, ganha ainda mais sabor neste preparo irresistível.

Pensando nesta combinação perfeita, o Ernesto Ristorante, clássico restaurante italiano de Curitiba, comandado pelo chef Dudu Sperandio, vai promover durante todo o mês de julho o 7º Festival do Fettucine no Grana Padano. “Aqui no Ernesto, finalizamos o preparo dentro do Grana Padano, queijo que passa por 12 meses de maturação, seguindo uma forte tradição italiana. Desde que fizemos o primeiro festival, o preparo logo se transformou em uma marca registrada do nosso restaurante”, comenta Dudu Sperandio.

Grande responsável pelo evento, o chef Dudu Sperandio cuida diretamente do preparo do prato, que já na apresentação conquista os apaixonados por gastronomia. “A massa, quase pronta, é finalizada dentro de uma enorme peça de queijo Grana Padano flambado, para aproveitar o máximo do sabor do queijo, bem no meio do salão. Assim, a experiência gastronômica deixa de ser apenas para o paladar, passando a ser, também, uma experiência visual”, destaca o chef.

Durante o 7º Festival do Fettuccine no Grana Padano, os clientes podem escolher entre diversas receitas exclusivas do preparo: fettuccine no grana padano flambado (R$ 79 ou R$ 129 no menu completo), fettuccine no grana padano flambado e trufado (R$ 89 ou R$ 139 no menu completo); mignon grelhado com molho grana e fettuccini no grana padano (R$ 99 ou R$ 149 no menu completo); mignon grelhado com molho trufado e fettuccini no grana padano (R$ 109 ou R$ 159 no menu completo); e fettuccine no grana padano flambado com lascas de botarga e raspas de limão (R$ 99 ou R$ 149 no menu completo).

Para quem optar pelo menu completo, o restaurante oferece dois pratos de entrada: endívia com brie morno e marmelada de maçã com canela ou polenta brustolada com cogumelos e creme de gana padano. Na parte das sobremesas, são três opções de doces: pudim de ovos do Mosteiro de Alcobaça, pudim de leite condensado da vovó ou mousse de chocolate 70%.

O 7º Festival do Fettuccine no Grana Padano acontece entre os dias 01 e 31 de julho, no Ernesto Ristorante (Rua Myltho Anselmo da Silva, n° 1483), no bairro Mercês. O evento é válido durante o jantar, a partir das 19h30, e nos almoços de domingo, a partir das 12h. As reservas podem ser feitas pelo telefone (41) 4141-5477. Mais informações no Instagram oficial do empreendimento (@ernesto.risto).