5 lugares para tomar chá em Curitiba

Indicado para acalmar, esquentar e até como remédio natural, o chá é uma das bebidas mais populares em todo o mundo. Repleto de funcionalidades, além de estar associada ao equilíbrio e ao relaxamento, o chá também é indicado para manter o organismo ativo e saudável, podendo agir como antioxidante poderoso, prevenindo doenças, ou auxiliar na perda de peso e na melhora da memória.

Com sabores diversos e combinações surpreendentes, chás são opções perfeitas tanto para o início da temporada de dias frios, quanto para os esporádicos dias quentes. Por ser uma bebida cheia de benefícios, alguns pontos gastronômicos da capital paranaense contam com a iguaria preparada das mais diferentes formas. Confira cinco empreendimentos de Curitiba que oferecem chás especiais.

Barista Coffee Bar

Por ser um dos endereços mais tradicionais quando o assunto é café especial, o Barista Barista Coffee Bar (Rua Moyses Marcondes, 609 – Juvevê) conta com o chá diferente e saboroso, feito da casca seca de café (R$ 5). Há também a opção da bebida fitoenergética da Cura Herbal (R$ 7). São composições das mais variadas, com muitos sabores, preparadas para auxiliar em uma série de problemas e questões presentes no dia a dia, como azia, queimação, cólica, TPM, emagrecimento, reposição de energia, insônia, meditação e chás que despertam a criatividade, acalmam e trazem sensação de alegria e bem-estar.

Café Zurich

Tradicional empreendimento curitibano, o Café Zurich (Shopping Novo Batel – Alameda Dom Pedro II, 255) possui um cardápio bem variado, e os chás ganham um destaque especial na casa. Chás nacionais (R$ 7,20) e importados (R$ 9,40) são servidos quentes, além da versão importada de chás gelados, nos sabores pêssego ou limão (R$ 9,40). Um dos destaques do menu é o delicioso “Java Chai” (R$ 10,30), preparado com chai, leite vaporizado e canela.

Cookie Stories

Na Cookie Stories (Rua Moyses Marcondes, nº 429 e Rua Itupava, nº 1402), o chá é explorado como uma bebida para os dias mais quentes, ou para quem prefere apreciá-la gelada. O cardápio conta com várias opções quentes e geladas, entre elas o tradicional mate batido com limão, o “Lemon Mate” (R$ 8); o “Hibiscus Tea” (R$ 8), chá de hibisco servido gelado com uma rodela laranja e hortelã; e o “Matcha Frappe” (R$ 16), um frappe feito com chá verde em pó com leite.

Prestinaria

Além do mate batido com limão (R$ 6,90) ou com polpa de fruta (R$ 9,70), a novidade da Prestinaria (Rua Euclides da Cunha, nº 699c) é a linha de chás quentes da “Chá Contigo”. O “Sou Frida”, por exemplo, é uma bebida intensa e levemente picante, feita com chá preto, laranja, pimenta rosa e uma pitada de malagueta. O “Baronesa Nha Coca” é feito com o matte em outra perspectiva com chá verde, laranja, jasmin e menta. A casa também conta com os blends de infusão sem cafeína, como o “Sale-Té” feito com hibiscos, canela, cravo, anis estrelado e amora, e o “Dori-Ame”, feito com rooibos, maçã, gengibre, camomila e menta. Os chás da Prestinaria custam a partir de R$9.

Cuore di Cacao

A grande novidade da Cuore di Cacao (Rua Fernando Simas, 347) para as estações mais geladas do ano é o ChocoChai, um blend de chá que tem cacau como grande estrela. Ele é preparado com chá de cacau, chá preto e especiarias, que lembra o tradicional masala chai e pode ser preparado em infusão com água ou com leite. Além de ser saboreado na loja, o preparo pode ser levado para casa em pacotes de 50 gramas pelo valor de R$ 29.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso de smartphone para idosos está com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o curso Inclusão Digital – Smartphone para Idosos, promovido pela Fundação de Ação Social (FAS), em parceria com o Instituto das Cidades Inteligentes (ICI). Os interessados podem se inscrever até sexta-feira (24/9), no portal Aprendere.

As aulas começam no dia 5 de outubro, com previsão de término em 4 de novembro. São 40 vagas ofertadas. Os conteúdos serão apresentados na forma de viodeaulas transmitidas pelo canal do ICI no YouTube.

Os temas abordados no curso serão configurações básicas do smartphone, fotos e vídeos, downloads de aplicativos; uso de WhatsApp, Facebook e e-mail e segurança e privacidade.

Além das aulas on-line, os participantes serão acompanhados por alunas do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Paraná (UFPR), para complementar o conteúdo apresentado.

As estudantes, que integram o Projeto ID60+: promovendo ações educativas favoráveis à inclusão digital de idosos, vão tirar dúvidas dos idosos e ajudar a fixar o conteúdo, de acordo com o modelo do aparelho de smartphone que ele  possui.

O curso de inclusão digital para idosos foi implantado pela FAS em 2019. Ele faz parte do Programa Liceu de Ofícios e acontecia presencialmente, mas precisou ser adaptado para a forma on-line para evitar os riscos de contaminação pelo novo coronavírus.

Dúvidas e informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 3250-7475.

MON promove programação especial na 15ª Primavera de Museus

Museu Oscar Niemeyer (MON) oferece ao público uma programação especial neste mês. As ações fazem parte da 15ª Primavera dos Museus, evento coordenado anualmente pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e que acontecerá até o dia 26 de setembro. São 680 instituições inscritas e mais de 1.700 atividades em todo o Brasil.

Nesta quarta-feira (22), às 16 horas, ocorrerá a edição especial do programa MON ao Vivo: a oficina virtual “Um Mapa na Palma da Mão”. Esta ação é gratuita e destinada a toda pessoa interessada, de 7 anos ou mais – crianças menores de 7 anos devem estar acompanhadas de um adulto.

A inspiração para a oficina é o tema proposto pela Primavera de Museus em 2021, “Museus: Perdas e Recomeços”, além das obras da série “Tente Ver o Oceano” (Maya Weishof), presentes no acervo do Museu. Para fazer a inscrição, é preciso acessareste link.

Depois de preencher o formulário, é só aguardar o recebimento do link de participação. Esta ação, realizada na plataforma Zoom, contará com intérprete de Libras. Para mais informações, é só entrar em contato pelo e-mail educativo@mon.org.br ou 3350-4448.

Já no dia 24 (sexta-feira), às 19 horas, o MON oferecerá o encontro virtual com Vanessa Lima – educadora, historiadora e coordenadora do Núcleo Educativo do Arquivo Histórico Municipal de São Paulo. É coautora do livro “Caminhando a Paulista: Pequeno Manual do(a) Historiador(a) da Cidade” e desenvolve projetos na área de mediação cultural em diferentes museus e instituições.

A videoconferência terá como tema “Sobre Patrimônios e Afetos: Os Museus e a Dimensão da(s) Memória(s)” e pretende traçar relações com territórios, artistas visuais, educadores e dinâmicas do patrimônio cultural que trabalham a partir de poéticas da memória e do esquecimento. Para participar, basta se inscrever em bit.ly/VideoconferênciaVanessaLima.

Serviço

Programação especial – 15ª Primavera dos Museus
ACESSÍVEL EM LIBRAS

Oficina virtual “Um Mapa na Palma da Mão”
Data: quarta-feira (22/9)
Horário: 16h – Plataforma Zoom
Inscrições pelo formulário bit.ly/MONaoVivoSetembro

Videoconferência com Vanessa Lima
Data: sexta-feira (24/9)
Horário: 19h – Plataforma Zoom
Inscrições pelo formulário bit.ly/VideoconferênciaVanessaLima

www.museuoscarniemeyer.org.br