Zoológico de Curitiba tem novas medidas de segurança para visitação

A partir desta quarta-feira (24/2), o limite de público no Zoológico de Curitiba passa a ser de 750 pessoas simultaneamente. A medida foi tomada para facilitar o distanciamento entre os visitantes, em especial, aos fins de semana. 

No último sábado (20/2) e no domingo (21/2), primeiro fim de semana de reabertura da unidade, muitos visitantes estiveram no local e foi verificado desrespeito às normas de distanciamento.

Outra medida que passa a valer no zoo é a proibição do consumo de alimentos e dos piqueniques. Haverá, ainda, reforço na presença de agentes da Guarda Municipal para garantir que os visitantes não façam aglomerações e permaneçam de máscara durante toda a visita à unidade de conservação.

“Precisamos garantir o respeito às normas contra a disseminação do coronavírus para que não seja necessário fechar o zoológico novamente”, conta o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo. 

Ele pede que a população programe a visita e que a faça, se possível, nos dias de semana, quando há menos procura. Antes de sair de casa, é possível consultar a taxa de ocupação do Zoo

Novas mudanças ainda podem acontecer conforme as determinações da Secretaria Municipal da Saúde. 

Protocolos

O Zoológico de Curitiba voltou a receber o público na semana passada, de terça a domingo, das 10h às 16h. O local foi sinalizado com placas orientativas que lembram os cuidados de distanciamento e uso de máscaras. 

A equipe promove orientações ao longo do percurso, que conta, ainda, com pontos de álcool em gel. Bebedouros estão todos desativados, cada visitante deve levar sua garrafa de água. 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pizzaria da Mathilda estreia releitura de sabor clássico

Um dos sabores de pizza mais amados pelos brasileiros ganha sua versão ao estilo napolitano. A Pizzaria da Mathilda estreia sua Portuguesa no dia 04 de outubro, unindo duas tradições gastronômicas para a nova criação. A pizza, que terá valor de R$ 42, sairá pela metade do preço no dia de lançamento, válido para consumo nas três unidades (Juvevê, Vicente e Água Verde), para retirada e venda no site.

Apesar de não ter uma história oficial, diz-se que a Portuguesa nasceu no Brasil, quando imigrantes portugueses adicionaram ingredientes diferentes às pizzas feitas pelos imigrantes italianos. Na receita da Mathilda, os insumos clássicos se aliam ao estilo napolitano que consagrou a pizzaria curitibana. A massa de fermentação lenta, servida individualmente, recebe molho, presunto, basílico, cebola roxa, mozzarella, ovo caipira e azeitona preta.

O estilo napolitano da Pizzaria da Mathilda é celebrado como um dos mais tradicionais, sendo considerado patrimônio imaterial da humanidade pela UNESCO. A Mathilda conquistou o público curitibano ao seguir as regras dessa tradição com as pizzas individuais em sabores clássicos, como Marguerita, e também com criações originais. Renovando o cardápio, traz pedidas favoritas do público como a Portuguesa. A nova pizza Portuguesa estreia nas três lojas no dia 04 de outubro. A Pizzaria da Mathilda conta com três unidades da rede em Curitiba: Vicente (Av. Vicente Machado, 859), Juvevê (R. Rocha Pombo, 265) e Água Verde (Av. dos Estados, 1066). As lojas abrem de terça-feira a domingo, das 18h às 23h. Além disso, os pedidos poderão ser feitos, também, pelo site www.pizzariadamathilda.com.br. Mais informações no perfil oficial no Instagram (@pizzariadamathilda).

População terá ônibus de graça no domingo, dia das eleições

A população curitibana terá ônibus de graça no próximo domingo (2/10), quando será realizado o primeiro turno de eleições majoritárias. Nesse dia, os eleitores vão às urnas votar para presidente da República, governador, senador, deputados federais e estaduais. A gratuidade está prevista no decreto número 1430/2022.

“A ideia é possibilitar que a população possa exercer sua cidadania, se deslocar até os pontos de votação com calma e facilidade e colaborar com a democracia do País”, disse o prefeito Rafael Greca.

Segundo a Urbanização de Curitiba (Urbs), que gerencia o transporte coletivo na capital, a entrada de graça vale para o dia todo nas 254 linhas de ônibus que operam na cidade. A excecão é a Linha Turismo, que percorre os pontos turísticos da capital e funcionará normalmente com pagamento de tarifa de R$ 50 no domingo.

“O transporte coletivo tem importância econômica e social, é caracterizado como serviço de utilidade pública de caráter essencial. Então, nada mais justo que ele se seja gratuito em um momento em que a população exerce sua cidadania, como no dia das eleições”, diz Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs.

No domingo, os ônibus terão reforço e vão funcionar de acordo com a tabela de horário de sábado. A votação acontece das 8h às 17h.