Vem pra Foz: Feriadão de Finados registra melhor movimento desde a reabertura do turismo

Neste feriado, o primeiro com a Ponte da Amizade reaberta, números na Itaipu e no PNI foram superiores aos dos feriados da Padroeira e Independência

O movimento turístico durante o feriadão de Finados em Foz do Iguaçu foi o maior desde a reabertura dos atrativos – após o fechamento imposto pela pandemia de covid-19 – e confirma a tendência de retomada gradativa da principal atividade econômica da região. É o que indicam os números de dois dos principais pontos turísticos da cidade.

Foto: Divulgação

De sábado (31) até esta segunda-feira (2), Dia de Finados, 5.003 pessoas visitaram a Itaipu e 12.999 o Parque Nacional do Iguaçu (PNI), onde estão as Cataratas do Iguaçu. Os números são, respectivamente, 6% e 9,7% superiores aos do feriadão da Padroeira, de 10 a 12 outubro – que, por sua vez, já haviam sido 24% e 62% maiores que os da Independência, de 5 a 7 de setembro.

Foto: Divulgação

Os três feriados (Finados, Padroeira e Independência) têm a mesma base de comparação: sábado, domingo e segunda-feira.

Motivos

Entre os motivos para o aumento no movimento está a volta do turismo de compras. O feriadão de Finados foi o primeiro com a Ponte da Amizade reaberta. E os viajantes aproveitaram. “Sem dúvida a reabertura do comércio de Ciudad del Este repercutiu na melhora do número de visitantes, haja vista a maior procura de transporte turístico para as compras”, comemora o presidente do Visit Iguassu, Felipe Gonzalez.

Outra razão para o gradativo aumento dos números é a campanha Vem pra Foz, desenvolvida pela Itaipu e parceiros para divulgar o destino. Lançada no final de agosto como parte de um movimento para a retomada da economia da cidade, a ação tem como objetivo divulgar a região como destino seguro, com protocolos sanitários rigorosos e que oferece ao turista opções de passeios únicos.

Em setembro, foi lançada a segunda fase da campanha, com a divulgação do aplicativo “Foz com Descontos”. Ao baixar o programa no tablet ou smartphone, o turista pode comprar passeios, produtos e serviços e programar melhor a viagem.

As ações de valorização do turismo integram um dos eixos do Programa Acelera Foz, que tem coordenação estratégica da Itaipu e parceiros. O programa foi lançado em maio para estimular a retomada do crescimento da cidade e minimizar os impactos econômicos da pandemia de covid-19.

Natal

“Itaipu sabe a importância do segmento turístico para Foz e região, dando emprego e sustento a um setor que integra desde o empresariado até quem trabalha na linha de frente de atendimento, ou seja, o trabalhador de turismo como um todo”, diz o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

A aposta agora é para o Natal. A Itaipu vai investir numa grande programação natalina, com projeção mapeada inédita na Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, na Vila A, que será produzida pela mesma empresa que fez o abraço do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e uma decoração temática no mesmo espaço.

Já de antemão, o general convida. “Vai ser uma festa religiosa muito linda, com atenção especial para nossos moradores e viajantes. Vem pra Foz.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma das sete maravilhas do mundo, Cataratas do Iguaçu celebram dez anos desse título

Principal cartão postal de Foz do Iguaçu, no Oeste, as Cataratas celebram nesta quinta-feira (11) dez anos do título que reconhece o atrativo turístico como uma das Sete Maravilhas do Mundo. O complexo possui 275 quedas que se estendem por quase cinco quilômetros do Rio Iguaçu.

O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, participou da solenidade do #CataratasDay, que reuniu autoridades e moradores do município em visita à beleza natural selecionada para fazer parte dos atrativos com este reconhecimento.

As Cataratas do Iguaçu se unem ao grupo de maravilhas do mundo, que inclui o Grand Canyon (Estados Unidos); a Grande Barreira de Coral (Austrália); o Monte Everest (Nepal e China); a Aurora Boreal (Região Polar); o Vulcão Paricutín (México); e as Cataratas Vitória (Zâmbia e Zimbábue).

Foz do Iguaçãu – Cataratas. Foto: Jonathan Campos/AEN

Márcio Nunes lembrou que, por fazerem parte das Sete Maravilhas do Mundo, as Cataratas do Iguaçu são uma oportunidade para que o turismo se desenvolva em toda a cidade, com visitantes de todo o Brasil e de outros países.

“A cidade é uma grande âncora para o turismo do Brasil, em especial do Paraná”, disse. “Esse título reconhece as nossas Cataratas como um exemplo do que é debatido hoje no mundo inteiro: sustentabilidade, preservação, conservação, e recuperação do meio ambiente”.

Ele destacou, ainda, que o turismo de toda a cidade ganha abrigando uma das sete maravilhas do mundo. “Atrativos do entorno do parque acabam também recebendo esses turistas que querem ver esse cenário exuberante de quedas d’água”, afirmou. Como exemplos, ele citou o Parque Nacional do Iguaçu; a Itaipu Binacional; o Parque das Aves; o Museu de Carros Antigos; o Marco das Três Fronteiras; entre outros.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, ressaltou que a comemoração deste ano também representa um avanço devido à pandemia da Covid-19. “É muito gratificante ver os moradores de Foz do Iguaçu voltarem a visitar as Cataratas, e ver o turismo voltando com força”, disse.

04/2019 – Foz do Iguaçu – Cataratas Foto: José Fernando Ogura/ANPr

De acordo com ele, a cidade passará, na próxima semana, pelo quarto feriado consecutivo com algumas categorias de hotéis já com 100% de reservas. “Em novembro e dezembro, estamos tendo o retorno de grandes eventos e isso é resultado da vacinação que já alcançou 100% da população do município, e de todas as medidas de biossegurança adotadas em hotelarias, atrativos e comércio”, afirmou. 

CATARATAS DAY – O #CataratasDay é um evento anual que comemora a escolha das Cataratas do Iguaçu como uma das Sete Maravilhas Mundiais da Natureza.

A data relembra os dez anos do título para o maior conjunto de quedas d’água do mundo e convida todas as pessoas que já visitaram o local pelo menos uma vez na vida a compartilhar fotos e vídeos nas redes sociais utilizando a hashtag #CataratasDay.

Além disso, os moradores dos municípios vizinhos ao Parque Nacional do Iguaçu, contemplados no Passe Comunidade, tiveram entrada gratuita para visitar e registrar fotos.

Onças invadem Parque das Aves durante a madrugada e matam 172 flamingos

Duas onças do Parque Nacional do Iguaçu invadiram o Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, e mataram 172 flamingos durante a madrugada desta terça-feira (9). Indira e o filhote Aritana, que está aprendendo a caçar, adentraram o recinto as aves e fizeram o ataque.

Alguns flamingos vieram a óbito pelo estresse da situação (fenômeno chamado de miopatia de captura). Apenas 4 flamingos estão vivos.

O Parque decretou luto de três dias e tem previsão de reabertura ao público na sexta-feira (12).

Neste momento, os colaboradores que criaram a colônia de flamingos desde 1995, quando os 16 primeiros indivíduos resgatados, estão sendo acolhidos. No Parque das Aves, os animais encontraram uma segunda chance de vida, recebendo todos os cuidados e atenção da equipe técnica, posteriormente se reproduzindo e gerando a colônia.

“Essa cicatriz ficará para sempre na história do Parque, porém estamos confiantes de que recomeçaremos a colônia de flamingos e uma nova história. Pedimos a todos que, em respeito ao nosso trabalho, que não divulguem informações, imagens, sobre esse acontecimento, que não venham de nossos canais oficiais”, conclui o parque.