Vacinação contra gripe começa na segunda-feira com gestantes, puérperas e bebês

Curitiba começa na próxima segunda-feira (12) a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. O município recebeu, do Ministério da Saúde, via governo estadual, 54.760 doses para esta primeira etapa.

Com a limitação do número de doses disponíveis, a vacinação precisará ser escalonada. Serão priorizados neste momento crianças de 6 meses a menores de 1 ano, gestantes, puérperas (mães que tiveram bebê a menos de 45 dias) e profissionais de saúde da linha de frente de atendimento a pacientes sintomáticos respiratórios.

Para esses profissionais, a vacinação acontecerá nos locais de trabalho. Já para as crianças de 6 meses a menores de 1 ano, gestantes e puérperas, a vacinação ocorrerá nas dez unidades de saúde (lista abaixo) que já realizam multivacinação de rotina e atendimento exclusivo de saúde para este público. A vacinação estará disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.  

“As pessoas não precisam ter receio de ir até essas unidades para fazer a imunização, pois elas não fazem atendimento de casos suspeitos de covid-19. Elas são exclusivas para o atendimento deste público”, explica a secretária municipal da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

De acordo com o diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Alcides Oliveira, a vacina contra a influenza não protege contra o coronavírus, porém auxilia os profissionais de saúde na exclusão de diagnóstico da gripe, já que os sintomas das duas doenças são semelhantes. E, além disso, a imunização contra a gripe ajuda a diminuir a procura por serviços de saúde, diminuindo a pressão no sistema.  

Pontos de vacinação

Veja onde será a imunização contra a gripe a partir do dia 12/4, para crianças de 6 meses a menores de 1 ano, gestantes e puérperas (mães com bebê até 45 dias). A vacinação acontecerá das 8h às 18h.

Regional Bairro Novo
US São João Del Rey
Rua Realeza, 259 – Sitio Cercado

Regional Boa Vista
US Santa Efigênia
Rua Voltaire, 139 – Barreirinha

Regional Boqueirão
US Waldemar Monastier
Rua Romeu Bach, 80 – Boqueirão

Regional Cajuru
US Cajuru
Rua Pedro Bochino, 750 – Vila Oficinas

Regional CIC
US São Miguel
Rua Des. Cid Campelo, 8.060 – Cidade Industrial

Regional Matriz
US Mãe Curitibana
Rua Jaime Reis, 331 – Alto do São Francisco

Regional Pinheirinho
US Fanny Lindóia
Rua Conde dos Arcos, 295 – Lindóia

Regional Portão
US Santa Quitéria I
Rua Divina Providência, 1.445 – Santa Quitéria

Regional Santa Felicidade
US Bom Pastor
Rua José Casagrande, 220 – Vista Alegre

Regional Tatuquara
US Santa Rita
Rua Adriana Ceres Zago Bueno, 1.350 – Tatuquara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Frente fria se aproxima e Curitiba deve ter máxima de apenas 14°C

Uma frente fria se aproxima de Curitiba e região metropolitana nas próximas horas e vai mudar a cara do clima na cidade, de acordo com o Sistema Meteorológico Simepar. Deve chover de forma fraca ou moderada no fim da tarde desta quinta-feira (6) e depois disso a temperatura cai bruscamente.

Segundo a previsão no site do Simepar, nesta sexta-feira a temperatura não deve passar dos 14°C, com mínima de 10°C. O meteorologista Lizandro Jacóbsen, do Simepar, disse que o tempo já mudou nas regiões Oeste (Cascavel) e Sul (União da Vitória).

“O tempo muda nesta quinta-feira, devido ao avanço de uma frente fria para o estado. Já nesta madrugada houve chuvas no Sul e Oeste do Paraná. No decorrer do dia, ela avança lentamente, afetando a área central (Ponta Grossa), leste (Curitiba e região) e Litoral do Paraná. Serão chuvas de fracas a moderadas nestas regiões”

Para Curitiba e região, o resfriamento acontecerá principalmente no período noturno. Depois de uma sexta que deve ser gelada, a temperatura vai subir gradativamente nos próximos dias.

Reprodução Simepar

Informações Banda B

Paraná receberá mais 242 mil doses nesta quinta para vacinar gestantes e pessoas com comorbidades

Chegam ao Paraná nesta quinta-feira (6) mais 242 mil doses da vacina Covishield, da parceria AstraZeneca/Oxford, para vacinar gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente. Elas são parte da 18ª pauta de distribuição do governo federal e pertencem ao lote enviado pelo consórcio Covax Facility ao País no último domingo (2). Todas são D1.

As doses chegam ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, às 15h40, no voo G3-4622. Logo em seguida serão levadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para separação. A expectativa é de encaminhar as doses para os municípios nos próximos dias, se somando ao envio realizado nesta quarta-feira (5).

Essa pauta também será composta de 67.774 doses do imunizante Pfizer/Comirnaty/BioNtech, todas voltadas a gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente. O governo federal recebeu mais 628.290 doses do imunizante nesta quarta. De acordo com o Ministério da Saúde, para o mês de maio estão previstas 2,5 milhões de doses da vacina da Pfizer, que requer acondicionamento em baixíssimas temperaturas. Ainda não foi confirmada a data do envio desses imunizantes.

A pauta também será composta por novas doses da Coronavac, da parceira Sinovac/Butantan, segundo a pasta federal. Nesse caso, ainda não foi divulgado o quantitativo, o público-alvo e a data de envio.

SEMANA CHEIA 

A nova remessa é parte de uma semana de boas notícias na vacinação. O Paraná recebeu entre sábado (1º) e segunda (3) 406.100 doses dos imunizantes da Fiocruz e do Butantan, referentes à 16ª pauta de distribuição, e 32.760 doses da Pfizer, exclusivas para Curitiba, na 17ª pauta.

Elas vão possibilitar o início da imunização em novos grupos do plano estadual, como gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente, além de trabalhadores da educação, segundo orientação do Governo do Estado para vacinação em paralelo ao retorno gradual às aulas híbridas.

O Paraná já recebeu e distribuiu mais de 3 milhões de doses. Segundo o Vacinômetro, 1,8 milhão de paranaenses já receberam a primeira dose e 1,035 milhão já completaram a imunização com as duas doses. Mais de 85% do que foi distribuído foi aplicado.

O Estado já começou a imunizar 14 grupos prioritários: indígenas; idosos em Instituições de Longa Permanência; pessoas com deficiência institucionalizadas; trabalhadores da saúde; trabalhadores da segurança pública; forças de salvamento; Forças Armadas; quilombolas; e sete faixas etárias entre a população idosa, dos 60 a 64 aos mais de 90 anos.