in ,

Um pedaço de Taiwan em Curitiba

A Rua da Glória acumula, na sua pequena extensão, uma diversidade de buffets que competem porta a porta pela enorme clientela dos que trampam nas redondezas do
Centro Cívico.

Em um casarão vermelho e verde, do início do século passado, espremido entre uma muralha de prédios comerciais, existe um pedacinho de Taiwan. É ali que Lee Meng e sua esposa Wu, comandam o Palácio da Glória (Rua da Glória, 330).

Subindo a escadaria que leva ao restaurante, já podemos ver um senhor miúdo de cabelos grisalhos, simpático como sempre, cumprimentando seus clientes em sua língua nativa.

– “Ni hao!” – Diz ele com um baita sorriso no rosto.

Sua esposa, com sua projetada e enérgica voz, apresenta todos os pratos disponíveis no dia, ao som de alguma tradicional música chinesa. São os melhores anfitriões que já vi num buffet, sem dúvida.

Imigrantes da ilha chinesa, vivem em terras tupiniquins há 36 anos. Na bagagem, trouxeram consigo a cultura e os verdadeiros sabores da Ásia. Como diria o próprio Lee, em seu cativante sotaque oriental: “Essa é real comida chinesa, o que se come lá”.

O grande buffet em “L”, disposto no amplo salão, é um pedaço de casa para muitos chineses que moram em Curitiba.

(SPOILER: O piso pode ferrar com seu TOC)

É aqui que batem o “feijão com arroz” deles. Claro que você encontra os pratos comerciais de sempre, como macarrão e arroz Chop Suey, Lombo Agridoce e Rolinhos Primavera.
Mas a verdadeira joia desse palácio são as receitas tradicionais taiwanesas, com combinações orgásticas de sabores que suas papilas gustativas jamais imaginaram.

                          Luo Buo Gao, Fen Si, tofu frito picante e os maravilhosos guiozas.

Precisamos falar dos guiozas, os pasteizinhos feitos na chapa, recheados com carne de porco, alho e gengibre. São os melhores que já comi. Nenhum sabor agride o outro, com a textura contrastante entre macio e o crocante. Para quem é vegetariano tem o Luo Buo Gao, a polenta frita feita de nabo; o Fen Si – um favorito pessoal –  salada de macarrão de arroz com cenoura, cebolinha e óleo de gergelim. São para te deixar estigado por mais uma visita ao buffet.

Se isso tudo não chapou sua mente, o tofu frito picante certamente vai.

Por R$21,90, você pode comer até sair rolando de lá, mas cuidado com a escada.
Se preferir, tem a opção de por quilo também. Recomendo o livre, por motivos óbvios.

Xiè xie!

2 moletons por 299

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MON, cachorros e o amor incondicional

Praça de alimentação ao ar livre será inaugurada no Portão