Trabalhadores da saúde recebem segunda dose; agendamento é feito pelo app Saúde Já

A Secretaria Municipal da Saúde começa nesta segunda-feira (15/2) a aplicação da segunda dose da vacina contra a covid-19 nos profissionais de saúde que já receberam a primeira há pelo menos 21 dias. Para esses profissionais, o atendimento será no Pavilhão da Cura, no Parque Barigui. A agenda com a data e o horário será enviada por meio do aplicativo Saúde Já.

“Os profissionais dessas categorias já imunizados com a primeira dose serão avisados pelo aplicativo Saúde Já do agendamento para a segunda dose”, alerta Márcia Huçulak, secretária municipal de Saúde de Curitiba.

A população indígena da aldeia Kakané-Porã, no Tatuquara, também receberá a segunda dose a partir da semana que vem.

Segunda dose

Em Curitiba, a aplicação da segunda dose começou na quarta-feira (10/2), nas instituições de longa permanência, feita por equipes de Saúde dos Distritos Sanitários.  

Para a etapa da segunda dose, a cidade recebeu 23.160 vacinas que estavam reservadas no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) dentro da cota distribuída ao município de Curitiba.

Somadas as reservadas, Curitiba recebeu até agora 88.410 doses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coreto Digital do Passeio Público lança programação junina

Nesta quinta-feira (24), Dia de São João, o Coreto Digital lança programação junina com a exibição de 13 novos vídeos. O arraial acontece com os lançamentos de videoclipes do Edital Música no Coreto, da Orquestra À Base de Corda com Mestrinho, com o clipe Refloresta de Gilberto Gil e a exposição virtual do fotógrafo Daniel Castellano.

As transmissões no Coreto Digital acontecem de forma rotativa até o fim de julho, de terça-feira a sábado, das 10h às 18h. Para conferir basta uma caminhada pelo parque mais central da cidade.

Os vídeos são exibidos todos os dias em diversos horários, para evitar aglomerações.

Programa Música no Coreto

O programa é resultado de gravações de alta qualidade, realizadas com 35 bandas da cidade, no Teatro do Paiol. O objetivo é divulgar a produção profissional de músicos autorais intérpretes e instrumentistas locais selecionados por edital, com curadoria de Fabio Elias, Glauco Sölter, Gustavo Moro, Junior Bier, Julião Boêmio e Lucas Melo.

Esta é a segunda etapa de lançamento dos vídeos. São vídeos de 15 minutos cada, gravados durante o mês de novembro, seguindo todas as medidas de isolamento social.

Para esse mês, farão parte da programação as bandas Brejeiras tocam Noel, Carigua Trio e Ana Decker, Central Visita Pés do Gigante, Emano Choro, Forró Maneiro, Hora Brasil, Janine Mathias, Luana Godin e Luigi Castel, Maytê Correa e MUV – Movimento Uniformemente Variado.

OABCorda e Mestrinho

A Orquestra À Base de Corda convidou o sanfoneiro Mestrinho para apresentar músicas de Dominguinhos e Luiz Gonzaga, como Noites Brasileiras (Luiz Gonzaga e Zé Dantas), Olha pro Céu (Luiz Gonzaga e José Fernandes), Isso Aqui tá Bom Demais (Dominguinhos e Nando Cordel).  A edição é da produtora Labirinto.

Refazenda de Gilberto Gil

A transmissão do videoclipe da música de Gilberto Gil produzida com o fotógrafo Sebastião Salgado, Refloresta é resultado de uma parceria da Prefeitura de Curitiba com o Instituto Terra com o objetivo de despertar a consciência ambiental na população.

Exposição virtual

Curitiba do Amanhecer ao Anoitecer é o nome da vídeo-exposição de Daniel Castellano que, com fotos de diversos lugares da cidade e pequenas animações em detalhamentos/pontos específicos, mostram Curitiba sobre um outro olhar.  

Serviço: programação junina no Coreto Digital

Local: Coreto Digital do Passeio Público (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, s/n – Centro)
Horário: De terça-feira a sábado, das 10h às 18h, até 30 de abril
Gratuito

Chega ao Brasil lote de 1,5 milhão de doses da vacina da Janssen

O Brasil recebeu nesta terça-feira (22) 1,5 milhão de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19. A chegada ao aeroporto de Guarulhos contou com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A chegada estava prevista para a última terça (14), mas o envio foi suspenso. Além disso, a pasta havia divulgado que o país receberia 3 milhões de doses. A expectativa, agora, é que a entrega seja em etapas.

Em março, o Ministério da Saúde fechou um contrato para obter 38 milhões de doses de vacinas da Janssen, que precisa de apenas uma dose. A previsão inicial de entrega era de 16,9 milhões de doses entre julho e setembro e 21,1 milhões de outubro a dezembro.

A possibilidade de antecipar parte do envio foi anunciada nas últimas semanas. O volume, porém, tinha data de vencimento em 27 de junho, o que gerou preocupação entre secretários de saúde.

Após análise, a FDA, agência que regula medicamentos nos Estados Unidos, ampliou o prazo para até 8 de agosto.

Pedido semelhante para ampliar a validade foi feito pela empresa à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que aprovou o pedido. Com isso, a nova data também passa a valer ao Brasil.

Até então, o prazo de validade da vacina, quando armazenada na temperatura de 2ºC a 8º C, era de três meses. Agora, passa a ser de 4,5 meses. A Anvisa diz que a aprovação foi baseada em avaliação de estudos que demonstraram que a vacina tende a se manter estável pelo período. Aponta ainda ter considerado a decisão recente da agência norte-americana.