Símbolo de Curitiba, as capivaras são os maiores roedores do mundo

As capivaras viraram símbolos de Curitiba, isso porque elas podem ser encontradas nos principais parques da cidade. Devido a notoriedade desse morador tão simpático, decidimos fazer uma matéria pra falar um pouco sobre esse animal que conquistou os curitibanos.

Seja os moradores ou turistas, todos conhecem Curitiba como a cidade das capivaras, muita gente até acha que ela é o símbolo oficial da cidade, mas não. Na verdade, a nossa cidade é conhecida por vários símbolos: a rosácea das calçadas, a araucária com seus pinhões, o jardim botânico e sim, a capivara. 

Foto: @guriah_curitibana

Mesmo não sendo o mascote oficial da cidade, a capivara já tem esse título garantido no coração dos curitibanos. E elas podem ser vistas em alguns parques da cidade. Esse “bichinho” que chama nossa atenção, é o maior roedor do mundo. A capivara tem em média 40 kg, mas pode chegar a 91.

Algumas das características das capivaras é que elas tem uma pequena pele entre os dedinhos, o que as torna animais semi-aquáticos, por isso sempre encontramos elas em lugares com água. Afinal, Parque Barigui, Parque Tingui e seus arredores são os lugares escolhidos por elas. Outro lugar que também costuma ter a presença das capivaras é o Parque São Lourenço, então já sabe né, quando passar por lá fique de olho!

Foto: @dudatoews.fotografia

É importante lembrar que mesmo as capivaras sendo amigáveis com outros animais e com os seres humanos, é sempre bom respeitar os limites e manter uma certa distância delas, isso por que as capivaras não gostam muito dos nossos perfumes e isso pode deixá-las um pouco ariscas. 

E o melhor de tudo é que você pode ter uma capivara em casa! Não gente, vocês não podem pegar uma capivara do Barigui e levar pra casa, calma. Estamos falando da super coleção de capivaras do Curitiba na Bagagem, lá vocês encontram chaveiros, lápis, quebra cabeça, ímã, porta post it, entre outros. Também é possível encontrar outras lembrancinhas de capivara nas lojas #CuritibaSuaLinda, mas infelizmente as lojas estão fechadas devido a pandemia. 

É isso pessoal, quando forem passear nos parques aproveitem para admirarem a presença das nossas famosas capivaras, e também tirem muitas fotos – elas são muito fotogênicas. E se você já tem uma foto de capivara, entre no nosso facebook e poste sua foto nos comentários do post dessa matéria.

Foto: @guriah_curitibana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Semana começa com 3.491 vagas ofertadas pelas Agências do Trabalhador

As 216 Agências do Trabalhador do Estado ofertam nesta semana 3.491 vagas de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Destas, 1.458 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

As principais vagas disponíveis são para alimentador de linha de produção (275); auxiliar administrativo (255), operador de telemarketing ativo e receptivo (249) e ajudante de carga e descarga de mercadoria (192).

A Agência do Trabalhador de Curitiba disponibiliza vagas, para contratação imediata, para vendedor interno (16 vagas), pizzaiolo (4 vagas), torneiro mecânico (2 vagas), trabalhador de preparação de pescados (1 vaga) e técnico em saúde bucal (1 vaga).

O secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, destaca que a Sejuf tem intensificado o trabalho de captação e intermediação de vagas, procurando estabelecer parcerias com as empresas do Estado. “O melhor programa social que existe é o emprego. O trabalhador precisa ter autonomia e dignidade para sustentar a família”, afirma.

ATENDIMENTOS – Os interessados em algumas das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato com a Agência do Trabalhador de seu município. Na capital paranaense, a Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial.

Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento é feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da secretaria através deste LINK.

Curitiba chega a 61% da população com imunização completa

Curitiba ultrapassou, nesta quinta-feira (23/9), a marca de 60% de pessoas com 18 anos ou mais com a imunização completa contra a covid-19. Até quinta, 849.681 curitibanos da população adulta haviam recebido a segunda dose da vacina e outras 38.082 pessoas receberam a vacina em dose única, totalizando 61% da população adulta.

Desde o início da campanha de vacinação contra o novo coronavírus, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou, até quinta-feira (23/9), um total de 1.424.260 pessoas com a primeira dose da vacina anticovid ou com o imunizante de dose única (Janssen).

Já são 1.386.178 curitibanos que receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Desse total, foram vacinados: 864.232 pessoas da população entre 18 e 64 anos (convocadas por idade); 213.576 idosos com 65 anos ou mais; 117.890 pessoas com comorbidades; 13.390 gestantes e puérperas; 8.710 pessoas com deficiência; 82 indígenas; 1.141 pessoas em situação de rua; 7.017 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência; 97.903 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação); 16.360 trabalhadores das forças de segurança; 42.593 educadores (entre professores e trabalhadores da Educação Básica e Ensino Superior) e 1.252 trabalhadores da limpeza pública.

Total de aplicações

O município também está aplicando as doses de reforço para idosos de 70 anos ou mais que já completaram o ciclo de imunização e pessoas imunossuprimidas com o esquema vacinal anticovid completo. Até esta quinta-feira (23/9), 17.894 pessoas receberam a dose de reforço. 

A cidade já aplicou 2.291.835 unidades da vacina anticovid – primeira, segunda doses, dose única e dose de reforço. Ao todo, 98% da população de Curitiba acima de 18 anos já recebeu ao menos uma dose e 61% da população acima de 18 anos de idade foram vacinadas com as duas doses ou a vacina de dose única, concluindo o esquema de imunização contra o novo coronavírus.

Doses recebidas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 2.593.864 doses de vacinas, sendo 1.529.218 para primeira dose, 1.025.671 para segunda dose e 38.975 doses de aplicação única. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, como por exemplo, quebra acidental de frascos.

O município tem capacidade para vacinar até 30 mil pessoas por dia e o avanço do cronograma de imunização ocorre à medida que as doses são enviadas pelo Ministério da Saúde ao governo estadual, responsável por distribuir os lotes do imunizante aos municípios.