Símbolo de Curitiba, as capivaras são os maiores roedores do mundo

As capivaras viraram símbolos de Curitiba, isso porque elas podem ser encontradas nos principais parques da cidade. Devido a notoriedade desse morador tão simpático, decidimos fazer uma matéria pra falar um pouco sobre esse animal que conquistou os curitibanos.

Seja os moradores ou turistas, todos conhecem Curitiba como a cidade das capivaras, muita gente até acha que ela é o símbolo oficial da cidade, mas não. Na verdade, a nossa cidade é conhecida por vários símbolos: a rosácea das calçadas, a araucária com seus pinhões, o jardim botânico e sim, a capivara. 

Foto: @guriah_curitibana

Mesmo não sendo o mascote oficial da cidade, a capivara já tem esse título garantido no coração dos curitibanos. E elas podem ser vistas em alguns parques da cidade. Esse “bichinho” que chama nossa atenção, é o maior roedor do mundo. A capivara tem em média 40 kg, mas pode chegar a 91.

Algumas das características das capivaras é que elas tem uma pequena pele entre os dedinhos, o que as torna animais semi-aquáticos, por isso sempre encontramos elas em lugares com água. Afinal, Parque Barigui, Parque Tingui e seus arredores são os lugares escolhidos por elas. Outro lugar que também costuma ter a presença das capivaras é o Parque São Lourenço, então já sabe né, quando passar por lá fique de olho!

Foto: @dudatoews.fotografia

É importante lembrar que mesmo as capivaras sendo amigáveis com outros animais e com os seres humanos, é sempre bom respeitar os limites e manter uma certa distância delas, isso por que as capivaras não gostam muito dos nossos perfumes e isso pode deixá-las um pouco ariscas. 

E o melhor de tudo é que você pode ter uma capivara em casa! Não gente, vocês não podem pegar uma capivara do Barigui e levar pra casa, calma. Estamos falando da super coleção de capivaras do Curitiba na Bagagem, lá vocês encontram chaveiros, lápis, quebra cabeça, ímã, porta post it, entre outros. Também é possível encontrar outras lembrancinhas de capivara nas lojas #CuritibaSuaLinda, mas infelizmente as lojas estão fechadas devido a pandemia. 

É isso pessoal, quando forem passear nos parques aproveitem para admirarem a presença das nossas famosas capivaras, e também tirem muitas fotos – elas são muito fotogênicas. E se você já tem uma foto de capivara, entre no nosso facebook e poste sua foto nos comentários do post dessa matéria.

Foto: @guriah_curitibana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Feirão do Emprego oferta 5 mil vagas neste sábado; trabalhadores têm ônibus de graça

Feirão do Emprego oferta 5 mil vagas neste sábado; trabalhadores têm ônibus de graça. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Trabalhadores que estão em busca de emprego têm uma grande oportunidade de colocação no mercado de trabalho, neste sábado (24/9), quando acontece o Mega Feirão do Emprego da Construção. Durante o evento, promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-PR) em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e apoio da Prefeitura de Curitiba, serão ofertadas 5 mil vagas com salários que podem chegar a R$ 9 mil.

O feirão vai acontecer no Centro de Eventos da Fiep, que fica na Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres), 1.341, bairro Jardim Botânico, das 8h às 17h. Para facilitar a ida e a volta dos trabalhadores ao local, a Urbs vai oferecer transporte gratuito das 9h às 16h, com saídas de uma em uma hora da Praça Rui Barbosa, no Centro. O ponto será na frente da Casa China.

O Mega Feirão vai reunir construtoras, incorporadoras e prestadoras de serviços interessadas em contratar profissionais que buscam novas oportunidades no mercado de trabalho formal, além de fabricantes da cadeia produtiva.

Oportunidade

No feirão, as pessoas que buscam uma colocação no mercado de trabalho encontrarão na indústria da construção uma oportunidade de uma carreira profissional. Isso porque os organizadores do evento planejam contratar, principalmente, pessoas que não estejam trabalhando e prepará-las para as funções que atualmente têm grande demanda.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-PR) estará no evento para apresentar os cursos técnicos gratuitos voltados para a indústria da construção. Além das vagas ofertadas pelas empresas, os visitantes poderão se matricular nos cursos profissionalizantes oferecidos pelo Sistema Fiep.

Durante a feira também haverá exposição de produtos e soluções tecnológicas desenvolvidas por fornecedores da indústria construção

Encaminhamento de trabalhadores

Além do transporte gratuito, a Prefeitura irá encaminhar para o evento pessoas que são atendidas pela Fundação de Ação Social (FAS), responsável pelas políticas da assistência social e do trabalho e emprego em Curitiba.

O objetivo é promover a colocação de pessoas atendidas pela fundação no mercado de trabalho da área da construção civil.

O evento terá ainda o apoio da Comec, que vai mobilizar a população da Região Metropolitana, e do Governo do Estado, que orientará as pessoas quanto à documentação (CPF e carteira de trabalho), além de ajudar na divulgação e mobilização na Agência do Trabalhador.

Serviço: Mega Feirão do Emprego

Data – sábado (24/9)

Horário – das 8h às 17h

Local – Centro de Eventos da Fiep (Av. Comendador Franco, 1.341 – Jardim Botânico)

Transporte gratuito – ônibus com saídas de uma em uma hora, da Praça Rui Barbosa, ponto em frente à Casa China

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Curitiba recebe encontro de gestores de políticas para diversidade

Fernando Ruthes, assessor de Políticas de Diversidade Sexual de Curitiba. - Curitiba, 23/06/2022 - Foto: Daniel Castellano / SMCS

 

Curitiba recebe na segunda (26/9) e terça-feira (27/9) encontro do Fórum Nacional de Gestores e Gestoras de Políticas Públicas para Lésbicas, Gays Bissexuais Travestis e Transexuais (Fonges LGBT), na Assessoria de Direitos Humanos da Prefeitura, no Centro.

O encontro, exclusivo para convidados, deve reunir cerca de 15 representantes que atuam nos três estados da Região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e também em São Paulo, Campinas e no Mato Grosso do Sul. A pauta gira em torno da LGBTfobia e o atendimento à população LGBT.

Diretor da Região Sul do Fonges, o assessor de Diversidade Sexual da Prefeitura de Curitiba, Fernando Ruthes, destaca a importância da troca de experiências, como forma de aprimorar cada vez mais as políticas públicas da área.

“O fórum tem um importante papel no aprimoramento das políticas públicas e no fortalecimento da participação dos estados e municípios na definição e implementação de políticas para a população LGBT”, diz ele. “A troca de experiências ajuda a facilitar a operacionalização de políticas, respeitando as diversidades regionais.”

Histórico

O Fonges foi criado em 2011 a fim de subsidiar a formulação de diretrizes e integrar as políticas públicas de estados e municípios.

Reúne 98 órgãos gestores que atuam em todo o país, promovendo também intercâmbio de experiências e articulando ações com os poderes executivos e legislativos.

Desde que foi criado, já foram realizadas oito assembleias gerais – a mais recente ocorreu em junho passado, em São Paulo.

Participantes

Participarão do evento em Curitiba a presidente nacional do Fonges LGBT, Valdirene Santos; o coordenador municipal de políticas para LGBT de São Paulo, Cassio Rodrigo; o subsecretário de políticas LGBT do estado do Mato Grosso do Sul, Leonardo Bastos; gestores estaduais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e os gestores municipais de Porto Alegre, Santa Cruz, Cruz Alta, Foz do Iguaçu, Maringá, além de Curitiba.

 



Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba