Secretário confirma tendência de alta nos casos de Covid e garante que eleições não definem medidas restritivas

Segundo os boletins do órgão, de segunda a quarta-feira (11) o estado confirmou 4.344 casos e 113 mortes pela doença

Diante de uma alta expressiva nos casos de coronavírus, números que se consolidaram nos últimos três dias, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) voltou a reforçar o alerta para que todos os paranaenses mantenham as medidas sanitárias que evitam a propagação da doença. Segundo os boletins do órgão, de segunda a quarta-feira (11) o estado confirmou 4.344 casos e 113 mortes pela doença. Em entrevista à Banda B, o secretário Beto Preto lembrou que o momento não é de relaxar.

“Vínhamos com números decrescentes, estávamos descendo na curva, mas nas últimas três semanas os números começaram a apontar para cima, o que se revelou verdadeiro nas últimas 72 horas, com a ampliação de novos casos de óbitos. Independente de estarmos entrando nas temperaturas mais altas do verão, o vírus continua em transmissão comunitária e, se não tomarmos cuidado, vamos acabar sendo atingidos”, explicou o secretário.

O Governo do Estado estima que 1,2 milhão de pessoas já tiveram algum tipo de contato, mas Beto Preto destaca que 10 milhões ainda não, o que mostra a necessidade de cuidados por todos.

Para a Sesa, alguns fatores explicam o crescimento de casos no momento: o feriado de 12 de outubro, o feriado de Finados e a campanha eleitoral, que provoca reuniões e aglomerações, mesmo que menores em tempos sem pandemia.

Eleições

Apesar de citar a campanha eleitoral como uma das causas de aumento de casos, Beto Preto elogiou o preparo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para o próximo domingo (15). “É um planejamento rígido, sério e tudo foi muito bem articulado. As pessoas devem votar, já que a eleição do prefeito, vice-prefeito e vereador decide o futuro da cidade. Talvez seja o exercício mais próximo da população. Então quero pedir que as pessoas votem, mas com segurança. Com máscara, evitando tocar superfície, levando a própria caneta e mantendo o distanciamento social”, disse.

Entre as principais medidas recomendadas para as eleições, está o distanciamento de 1,5 metro nas filas dos colégios eleitorais.

Ainda relacionando pandemia e eleições, a reportagem da Banda B questionou o secretário sobre posts publicados em redes sociais sobre novas medidas restritivas. Beto Preto não negou que algo pode ocorrer, mas garantiu que qualquer decisão tem como base critérios técnicos. “Hoje é muito mais difícil tomar medidas restritivas, já que estamos há oito meses em pandemia, mas não há relação com eleição. Se for necessário, vamos tomar, vamos orientar”, garantiu.

Aulas

Com o crescente no número de casos, outro ponto que acaba sendo comprometido é o retorno presencial das aulas. No final de outubro, o governador Ratinho Junior chegou a especular uma volta no segundo semestre de novembro.

Sobre o assunto, Beto Preto disse que não podemos perder o trabalho que foi feito até agora. “Tivemos 5,5 mil pessoas que perderam a vida, mas se não tivéssemos tomado algumas medidas, fatalmente teríamos muito mais. Estamos estudando algumas possibilidades, vamos retomar o assunto nos próximos dias, mas não podemos colocar pessoas em risco desnecessariamente”, enfatizou.

Cuidados

Para encerrar, o secretário estadual ainda reforçou que a Covid-19 ainda não tem tratamento. “Enquanto a gente não tiver um medicamento, como é o caso do Tamiflu para a gripe, enquanto não tivermos uma vacina, não vai haver a retomada da vida normal. Infelizmente não temos um tratamento pacificado, para ir até a farmácia e tratar a virose da Covid-19. Então, nós precisamos continuar nos acalmando, tomando as medidas necessárias e, quem puder, permaneça em casa”, concluiu.

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Eleições 2022: termina hoje prazo para recusar nomeação como mesário

Os eleitores que receberam na última quarta-feira (3) a convocação para trabalhar como mesários nas eleições deste ano têm até hoje (8) para pedir dispensa da nomeação, apresentando justificativa ao juiz responsável pelo cartório eleitoral onde vota.

Na última quarta-feira (3), terminou o prazo para que cada cartório eleitoral fizesse todas as nomeações de mesários e integrantes do apoio logístico para as eleições. O primeiro turno de votação está marcado para 2 de outubro e eventual segundo turno, para 30 de outubro.

Os mesários trabalham nas mesas receptoras de votos ou de justificativa, dando andamento à fila de votação. Neste ano, a Justiça Eleitoral prevê a convocação de 2 milhões de colaboradores para esse trabalho.

Quem foi nomeado recebeu uma convocação pelo correio, por e-mail ou por WhatsApp, a depender de como cada estado optou por fazer a comunicação. Desde a data de recebimento da convocação, o eleitor tem cinco dias para pedir a dispensa. Nesta segunda-feira (8), portanto, termina o prazo para quem recebeu a notificação na última quarta (3).

Pôde ser convocado para compor as mesas de votação qualquer eleitor com mais de 18 anos e que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral. Pela lei, é dada prioridade para pessoas com ensino superior, professores e serventuários da Justiça Eleitoral.

Além dos convocados, há mesários voluntários, que são chamados a partir do alistamento feito em cada tribunal regional eleitoral.

Entre os benefícios de trabalhar como mesário está o recebimento de vale-alimentação diário de até R$ 45, a dispensa do trabalho pelo dobro dos dias dedicados à Justiça Eleitoral, caso o cidadão tenha carteira assinada, e a vantagem em critérios de desempate em concursos.

Não podem ser mesários: os menores de 18 anos; candidatos e respectivos cônjuges e parentes, ainda que por afinidade, até o segundo grau; integrantes de diretórios de partido político ou federação de partidos que exerçam função executiva; autoridades e agentes policiais; e funcionários que exercem cargos de confiança no Poder Executivo.

Caso o cidadão receba a convocação e não informe um desses motivos para impedimento, fica sujeito a penas como multa, até mesmo, prisão.

Se for convocado e faltar sem apresentar justa causa ao juiz eleitoral até 30 dias após a eleição, o mesário pagará multa. Se o faltoso for servidor público, a pena será de suspensão de até 15 dias. Caso a mesa fique impedida de funcionar porque o mesário deixou de comparecer, as penalidades serão aplicadas em dobro.

Fonte: Veja a matéria no site da Agência Brasil

Casa Eliseu Voronkoff reúne artes visuais e música na próxima sexta-feira

Carioca, nascida em 1961, Clara Luhm é uma adoradora das artes desde pequena. Pesquisa, estuda e experimenta muitas técnicas. A mãe estudou na faculdade de Belas Artes no Rio de Janeiro, com Poty Lazarotto, o que iniciou seu interesse pelas artes. Estudou com Andrade Lima (desenho e pintura); Fernando Calderari e Elvo Benito (gravura em metal, litogravura e xilogravura); Maria de Lourdes Zanelatto (aquarela e acrílico aquarelado); Ana Muller (aquarela); casa Alfredo Andersen (desenho).
Participou de exposições com obra premiada na Câmara Municipal de Curitiba, Casa Alfredo Andersen, ABO e Solar do Rosário, entre outros espaços.

A música ficará por conta do Grupo Vocal Curitibôcas, do qual Caita e Ana Paula Frazão, gestora da Casa Eliseu Voronkoff são integrantes. O grupo é formado por 16 participantes, que atuam em diferentes profissões. Sob a regência de Dirceu Saggin, o Curitibôcas, que estreou em 1998, tem seu repertório voltado para a Música Popular Brasileira e realiza um encontro de timbres variados e um diálogo musical, conferindo ao trabalho uma sonoridade única com esmero e acuidade das vozes. E já realizou inúmeros shows e apresentações, inclusive fora do país, tendo se apresentado na Argentina e em Portugal.

O evento será gratuito. A Casa Eliseu Voronkoff fica na Rua Julieta Vidal Ozório, 413 Centro Araucária.

Serviço:

Abertura da Exposição O Mundo em Cores e Luzes, de Caita Luhm, com a participação do Grupo Vocal Curitibôcas.

12 de agosto de 2022, 19h

Casa Eliseu Voronkoff – Rua Julieta Vidal Ozório, 413 Centro Araucária.

Evento Gratuito

Informações: 41 3031 5355 – 41 99850 6246