Saúde promove novo Dia D de multivacinação neste sábado

Os moradores de Curitiba terão nova oportunidade para colocar a carteira vacinal em dia. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba vai promover, neste sábado (23/7), mais um Dia D de vacinação. Serão abertas 19 unidades de saúde (lista abaixo) para a multivacinação de crianças, adolescentes, adultos e idosos, das 9h às 17h.

Estarão disponíveis todas as vacinas do calendário geral oferecidas na rede municipal – como hepatite B, pentavalente, rotavírus e as demais da lista abaixo. Todas as pessoas acima de 6 meses de idade também podem receber o imunizante contra a gripe. Podem procurar a vacina contra a covid-19 as pessoas com 5 anos ou mais anteriormente convocadas e que ainda não compareceram. O uso de máscara é recomendado nas unidades de saúde.

“Queremos que as pessoas fiquem protegidas de doenças que são graves. Quem tem algum imunizante em atraso e não consegue se vacinar durante a semana, deve se programar para participar deste Dia D. Vacina é saúde e um ato de amor. Quem ama vacina”, afirma a secretária municipal da Saúde, Beatriz Battistella.

Este é o segundo Dia D que a SMS promove este ano. No anterior, em 11 de junho, Curitiba aplicou 19 mil doses de vacinas em crianças, adolescentes, adultos e idosos.

O Dia D é realizado na esteira do lançamento da campanha de divulgação Quem ama, Vacina da Prefeitura de Curitiba, que reforça a importância da vacinação. Este Dia D é feito em conjunto com a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), como parte das ações do movimento Vacina Mais, lançado em 29 de junho pela Organização Panamericana da Saúde (Opas), com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais da Saúde (Conasems), o Conselho Nacional da Saúde (CNS) e o Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass).

Como consultar

Para verificar se há vacinas pendentes, basta acessar o Aplicativo Saúde Já Curitiba  (site ou smartphone), e clicar na opção “Carteira de Vacinação” e escolher a aba “Pendentes”, que irá mostrar as doses do calendário nacional de vacinação em atraso.

No caso das vacinas contra a covid-19, confira aqui quais doses você precisa tomar e quais os intervalos entre uma aplicação e outra. O site Imuniza Já Curitiba também informa quais grupos estão sendo convocados e quais podem comparecer nas repescagens contínuas. 

Vacinas disponíveis

Vacinas do calendário – BCG, hepatite B, pentavalente, VIP/ VOP (pólio), rotavírusírUnidade de Saúde, meningo C, febre amarela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), varicela, hepatite A, dupla adulto, HPV, dTpa adulto, pneumo 10, pneumo 23, meningo ACWY e DTP (tríplice bacteriana).

Vacina contra a gripe (influenza) – disponível para pessoas acima de 6 meses de idade que não receberam esta dose em 2022.

 – Vacina contra a covid-19 – primeira e segunda doses e doses de reforço (veja aqui e aqui quais os públicos já convocados e o intervalo mínimo entre as doses) para pessoas com 5 anos ou mais.

Com a recomendação do Ministério da Saúde para a vacinação contra a covid-19 em crianças de 3 e 4 anos, a SMS está avaliando os estoques do imunizante recomendado (Coronavac) para esta população e o envio da Nota Técnica, com as orientações e procedimentos para a imunização deste novo público. Assim que possível, irá divulgar o cronograma de vacinação deste público.
 

Unidades abertas no sábado (23/7) para o Dia D de vacinação

Horário: das 9h às 17h (os locais de vacinação também podem ser conferidos no site Imuniza Já Curitiba)

Distrito Sanitário Bairro Novo

Unidade de Saúde Parigot de Souza

Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

Unidade de Saúde Nossa Senhora Aparecida 

Rua Carlos Amoretty Osório, 169 – Sítio Cercado
 

Distrito Sanitário Boa Vista

Unidade de Saúde Abranches

Rua Aldo Pinheiro, 60 – Abranches

Unidade de Saúde Santa Cândida

Avenida Paraná, 5050 – Santa Cândida

Distrito Sanitário Boqueirão

Unidade de Saúde Visitação

Rua Bley Zorning, 3136 – Boqueirão

Unidade de Saúde Hauer

Rua Waldemar Kost, 650 – Hauer

Distrito Sanitário Cajuru

Unidade de Saúde Salgado Filho

Avenida Senador Salgado Filho, 5265 Uberaba

Unidade de Saúde Iracema

Rua Professor Nivaldo Braga, 1571 – Capão da Imbuia
 

Distrito Sanitário CIC

Unidade de Saúde Cândido Portinari

Rua Durval Leopoldo Landal, 1529 – CIC

Unidade de Saúde Oswaldo Cruz 

Rua Pedro Gusso, 3749 – CIC
 

Distrito Sanitário Matriz

Unidade de Saúde Mãe Curitibana

Rua Jaime Reis, 331 – Alto do São Francisco
 

Distrito Sanitário Pinheirinho

Unidade de Saúde Vila Feliz

Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

Unidade de Saúde Fanny Lindoia

Rua Conde dos Arcos, 295 Lindoia
 

Distrito Sanitário Portão

Unidade de Saúde Santa Amélia 

Rua Berta Klemtz, 215 – Fazendinha

Unidade de Saúde  Santos Andrade

Rua Nelson Ferreira da Luz,145 – Campo Comprido
 

Distrito Sanitário Santa Felicidade

Unidade de Saúde Campina do Siqueira 

Rua General Mário Tourinho, 1684 – Campina do Siqueira

Unidade de Saúde Bom Pastor

Rua José Casagrande, 220 – Vista Alegre
 

Distrito Sanitário Tatuquara

Unidade de Saúde Monteiro Lobato

Rua Olivio José Rosetti, 538 -Tatuquara 

Unidade de Saúde Dom Bosco 

Rua Angelo Tosin, 100 – Campo do Santana
 

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Educação oferece curso gratuito de Língua Portuguesa para migrantes e refugiados

Educação oferece curso gratuito de Língua Portuguesa para migrantes e refugiados

Estrangeiros podem procurar a rede municipal de ensino para aprender gratuitamente a Língua Portuguesa. O curso é direcionado para migrantes e refugiados com idade igual ou acima de 15 anos e busca promover a integração social, o acolhimento linguístico e a interação com a cidade.

A oferta do curso é feita pela Gerência da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Secretaria Municipal da Educação, desde 2013.

“Você já se imaginou tendo que abandonar forçadamente seu país, sua família, e ainda deixar para trás todos os seus projetos e sonhos profissionais e pessoais? Para que essas pessoas possam recomeçar, é importante terem domínio básico da língua”, observa a gerente da EJA, Maria Gorete Stival Paula.

Este ano, as aulas são com atendimento presencial, em quatro unidades de ensino. A carga horária é de 60 horas. As aulas são das 19h às 21h, duas vezes por semana.

Escolas municipais que ofertam as aulas

CAIC Cândido Portinari – CIC – às segundas e quartas-feiras

Professora Maria Neide Gabardo Betiatto – Umbará – às terças e quintas-feiras

Professor Germano Paciornik – Boqueirão – às segundas e quartas-feiras

Irati – Cajuru – às terças e quintas-feiras

Inscrições pelo telefone (41) 3350-3019 ou diretamente nas unidades acima.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Dia e noite: FAS intensifica acolhimento de pessoas em situação de rua

FAS intensifica abordagem e acolhimento de pessoas em situação de rua

Com a continuidade da chuva forte e alerta de vento e granizo, a Fundação de Ação Social (FAS) reforça nesta quarta-feira (10/8) o serviço de abordagem social e acolhimento a pessoas em situação de rua. O objetivo é sensibilizar essas pessoas a aceitarem atendimento e seguirem com as equipes para casas de passagem, onde encontram local para higiene, alimentação e camas quentes.

Equipes de educadores sociais estão nas ruas fazendo busca ativa, seguindo roteiros onde há maior concentração dessa população, além de fazerem atendimentos a solicitações que chegam à Central 156. O trabalho continua nesta noite e na madrugada.

O trabalho é desenvolvido pela Central de Encaminhamento Social 24h e tem o reforço ainda das equipes dos dez Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), localizados em todas as regionais da cidade.

“Essa chuva constante e volumosa que atinge a cidade também é um fator que causa muito sofrimento às pessoas em situação de rua e precisamos estar atentos para protegê-las”, explica a presidente da FAS, Maria Alice Erthal.

Ajuda pelo 156

Maria Alice pede a ajuda da população para atender as pessoas em situação de rua da chuva e do frio. “Quem vir uma pessoa desprotegida, entre em contato com a Central 156, por telefone, site ou pelo aplicativo Curitiba 156. Basta indicar o endereço ou local próximo e uma equipe irá até o local para oferecer atendimento”, explica.

Apesar da temperatura mínima estar acima dos 8 graus, a FAS está abrindo vagas emergenciais para acolhimento de pessoas em situação de rua, medida prevista na Ação Inverno – Curitiba que Acolhe, sempre que os termômetros registram frio intenso.

Animais acolhidos

Além da população de rua, a FAS também transporta e acolhe os animais de estimação com seus tutores. Para isso, mantém em suas Kombis para abordagem social, caixas para animais de até médio porte. Para esses casos, o acolhimento é feito na Praça Solidariedade, complexo de atendimento à população de rua, que possui canis.

LEIA MAIS

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba