Saúde manterá unidades para atendimentos exclusivos de sintomas respiratórios

Devido à continuidade de procura por atendimento de saúde de pessoas com sintomas respiratórios, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) manterá as 12 Unidades de Saúde reestruturadas temporariamente para atendimento exclusivo de pessoas com suspeita de gripe e covid-19 abertas neste sábado (15/1), com horário reduzido, das 8h às 17h. (Veja lista abaixo).

Essas unidades seguirão atuando como apoio às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) na próxima semana, atendendo exclusivamente situações respiratórias ou de emergência, retomando o horário estendido, das 7h às 20h.

A reeoganização será mantida enquanto a demanda por atendimento respiratório de casos leves estiver alta na cidade.  

Nesses locais serão atendidos exclusivamente casos suspeitos e com sintomas leves de gripe e covid-19, como tosse, dor de garganta, febre, congestão nasal, ou de emergência.

Dê preferência ao teleatendimento

A SMS orienta ainda, para que as pessoas com sintomas leves deem preferência para o atendimento pela Central 3350-9000 antes de se deslocar para um serviço de saúde. Por telefone, poderá ter seu caso avaliado por profissionais da Saúde, com os encaminhamentos necessários e agendamento de coleta de exame no período certo.

A central funciona das 8h às 20h, inclusive aos sábados e domingos. Nesse canal, quem suspeitar ter sido contaminado por covid-19 ou gripe, será atendido por profissionais de saúde sem sair de casa e sem o risco de contaminar ou ser contaminado pelos vírus ao buscar atendimento presencial.  

A pessoa também poderá ter a indicação e agendamento de exame para data mais adequada, que deve ser feito entre o terceiro e o quinto dia do início dos sintomas. A coleta não deve ser imediata, pois aumentam as chances de falso negativo devido à baixa carga viral.

Pela Central é possível receber orientação profissional, prescrição de medicamento para tratar os sintomas e também receber o termo de isolamento, tudo isso sem a necessidade de sair do conforto de casa.

Quando ir para UPA

Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) são destinadas ao atendimento de casos de urgência e emergência em saúde, aquelas situações que não podem esperar, que acarretam em risco a vida do paciente ou agravamento do quadro de saúde. 

A SMS reforça para a que a população evite se deslocar para as UPAs em casos de sintomas leves, nessas situações deve-se sempre optar pelo teleatendimento.

Outros atendimentos e vacinação

O sistema de saúde de Curitiba está reorganizado para garantir a continuidades de todos os atendimentos, além dos locais exclusivos para atendimento de pessoas com sintomas respiratórios, são 10 unidades exclusivas para a vacinação contra a covid-19 e outras 10 para a vacinação do calendário de rotina, outras Unidades de Saúde seguem atendendo condições de saúde não relacionadas a sintomas respiratórios.

Para demais serviços de saúde, os curitibanos devem procurar outras Unidades de Saúde em sua região. Para saber os pontos em que a vacinação contra a covid-19 será realizada, a orientação é consultar o site imunizaja.curitiba.pr.gov.br

Unidades de Saúde exclusivas para atendimento sintomas respiratórios

Sábado, das 8h às 17h e de segunda a sexta, das 7h às 20h

•    Distrito Sanitário Bairro Novo – Unidade de Saúde Bairro Novo (Rua Paulo Rio Branco de Macedo, 791, Sítio Cercado)
•    Distrito Sanitário Boa Vista – Unidade de Saúde Santa Cândida (Avenida Paraná, 5050, Santa Cândida)
•    Distrito Sanitário Boqueirão – Unidade de Saúde Vila Hauer (Rua Waldemar Kost, 650, Hauer)
•    Distrito Sanitário Cajuru – Unidade de Saúde Trindade II (Rua Sebastião Marcos Luiz, 119, Cajuru)
•    Distrito Sanitário CIC – Unidade de Saúde Caiuá (Rua Arnaud Ferreira Vellozo, 200, Cidade Industrial de Curitiba)
•    Distrito Sanitário Matriz – Unidade de Saúde Ouvidor Pardinho (Rua 24 de Maio, 807, Praça Ouvidor Pardinho)
•    Distrito Sanitário Pinheirinho – Unidade de Saúde Aurora (Rua Theofhilo Mansur, 500, Novo Mundo)  e Unidade de Saúde Sagrado Coração (Rua Antonio Claudino, 375 ,Pinheirinho)
•    Distrito Sanitário Portão – Unidade de Saúde Guaíra (Rua São Paulo, 1495, Vila Guaíra)
•    Distrito Sanitário Santa Felicidade – Unidade de Saúde São Braz (Rua Antonio Escorsin, 1960, São Braz)  e Unidade de Saúde Pilarzinho (Rua Amauri Lange Silvério, 1251, Pilarzinho)
•    Distrito Sanitário Tatuquara – Unidade de Saúde Monteiro Lobato (Rua Olivio José Rosetti, 538, Tatuquara).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Park Tupã anuncia nova temporada em Curitiba

O Park Tupã anunciou uma nova temporada de diversão em Curitiba, com início no dia 29 de janeiro às 14h.

Reprodução Facebook

O Tupã ficará instalado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, no complexo esportivo do Pinheirão. Entre as atrações estão o Kamikaze, a Roda Gigante e a Zyklon que é a montanha russa.

Serviço

Endereço: Avenida Victor Ferreira do Amaral, no complexo esportivo do Pinheirão

Data de estreia:  dia 29 de janeiro, a partir das 14h

Museu Paranaense tem programação focada nas relações entre humanos e plantas

Entre os meses de janeiro a maio deste ano, o Museu Paranaense (MUPA) promove um extenso projeto experimental em formato de Programa Público. Com o título “Se enfiasse os pés na terra: relações entre humanos e plantas”, o projeto será composto por uma série de ações artísticas, educativas e culturais, visando convidar o público a pensar e se aproximar dos múltiplos vínculos possíveis entre seres humanos e seres vegetais.

Farão parte do Programa Público coletivos indígenas, artistas, pesquisadores das áreas da Botânica, Antropologia, Arqueologia, História, mestres e detentores de saberes e fazeres de populações tradicionais (quilombolas, faxinalenses e caiçaras), escritores, arquitetos, cozinheiros e produtores locais ligados à agroecologia.

Dentre as plantas que se destacam na programação figuram a mandioca, a caxeta, o tabaco, o pau-brasil, além das sementes crioulas quilombolas, ervas medicinais ligadas à cura ou também aos rituais de religiões de matriz africana.     

“Através da realização desta série de acontecimentos que compõem uma estrutura maior, o MUPA busca reafirmar a importância da cultura imaterial, dos saberes ancestrais de pessoas enraizadas em seus territórios, bem como da potência do museu enquanto espaço de relações”, afirma a diretora do Museu, Gabriela Bettega.

Por meio de mesas-redondas, conversas, atividades práticas e ações artísticas, o projeto tem como objetivo promover o encontro entre os sujeitos que carregam consigo uma relação estreita com as plantas – das mais diferentes formas – e o público do Museu Paranaense. As ações serão realizadas na Sala Lange de Morretes e no jardim do MUPA. Todas as atividades propostas serão ofertadas gratuitamente ao público.

SOBRE O FORMATO – Um Programa Público é uma forma de convidar o visitante a pensar sobre um assunto e se envolver com ele. Para isso, mais do que uma exposição ou um evento, a instituição planeja uma série de ações durante um período maior de tempo, para manter aquele tema em evidência.

A ideia é que o visitante possa experimentar, aprender, conhecer, ouvir e sentir de uma forma mais profunda aquilo que está sendo apresentado, debatido ou criado. E isso pode provocar um impacto intelectual, emocional e cultural transformador, não apenas em escala pessoal, mas na vibração cultural mais ampla.

Assim, o MUPA assume o compromisso de levar seu público por essa jornada de saberes ancestrais, científicos e artísticos que marcam o tecido dos vínculos entre seres humanos e seres vegetais.

INSCRIÇÕES – Para as mesas-redondas, palestras ou conversas, a distribuição dos ingressos será realizada 30 minutos antes da atividade, por ordem de chegada, até completar a capacidade do local. Programe-se e chegue com antecedência para garantir sua entrada.

Para atividades como oficinas e outras atividades práticas, os interessados deverão inscrever-se previamente através do site www.sympla.com.br/museuparanaense. Fique atento às redes sociais ou site do MUPA para ficar sabendo quando poderá inscrever-se.

AÇÃO EDUCATIVA – As ações educativas vinculadas ao Programa Público têm como intuito somar à experiência, às práticas e às vivências dos participantes nos encontros promovidos no espaço do Museu, explorando relações particulares de cada pessoa com as plantas. As oficinas destinadas aos visitantes espontâneos e agendados serão organizadas em diversas abordagens, pensadas para diferentes públicos e faixas etárias.

Algumas das atividades previstas incluem a observação de abelhas nativas do Paraná no jardim, a produção de exsicatas botânicas, ilustrações e bordados, explorando afinidades entre seres humanos e vegetais através de memórias sensoriais, sociais e afetivas trazidas pelos participantes.

Serviço

Programa Público “Se eu enfiasse os pés na terra: relação entre humanos e plantas”

Evento promovido pelo Museu Paranaense de janeiro até maio de 2022

A programação completa será divulgada sempre através das redes sociais e site www.museuparanaense.pr.gov.br 

Instagram: @museuparanaense ou Facebook: /Museu Paranaense

Todas as atividades serão gratuitas.

O Museu Paranaense fica na Rua Kellers, 289, São Francisco – Curitiba.