Sanepar retoma rodízio em Curitiba e RMC; saiba as novas regras

Agora, a população vai ficar com 60 horas de abastecimento para 26 horas de suspensão

Começa a valer nesta segunda-feira (15), o novo modelo de rodízio de abastecimento de água em Curitiba e região metropolitana. Agora a Sanepar passa a implantar um dia a mais de abastecimento para a população, com relação ao modelo passado. Ou seja, no novo rodízio, a população fica 60 horas com água para 36 horas de suspensão. Ainda, os bairros passam a ser divididos em quatro grupos, com cerca de 900 mil de pessoas em cada.

Segundo a Sanepar, a ampliação do fornecimento de água aconteceu principalmente por causa da evolução do nível das quatro barragens que compõem o Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC). Também houve economia da população, dentro do programa META20 e ainda ações da Sanepar que resultaram em 46,6 bilhões de litros de água incorporados ao sistema.

Nesta sexta-feira (12), o nível do SAIC chegou a 59,56%. A última vez que a Sanepar havia registrado um volume na faixa de 60% foi em abril do ano passado.

No entanto, a Sanepar alerta que a manutenção do novo modelo de rodízio dependerá do nível de reservação. Segundo Hudson José, diretor de Comunicação e Marketing da Companhia, caso o volume volte a cair, chegando a 50%, o modelo de 36×36, com um dia e meio com água e um dia e meio sem água, será retomado.

Sem rodízio

Diversos moradores afetados pelo despejo irregular de resíduos sólidos no sistema Iraí ficam sem rodízio, ou seja, com abastecimento integral até quinta-feira (18). É o caso de bairros que integram os município de Almirante Tamandaré, Araucária, Campina Grande, Colombo, Curitiba, Pinhais, Piraquara e Quatro Barras.

De acordo com a Sanepar, nas regiões com sistemas isolados, como as áreas abastecidas pelos poços do Aquífero Karst e pelo Rio Barigui, em Colombo e Almirante Tamandaré, o rodízio permanece no modelo de 36 horas com água e 36 horas sem água. A alteração do rodízio só ocorrerá na área do SAIC.

Confira os bairros e cidades que irão entrar em rodízio às 16h desta segunda até às 4h de quarta-feira (17).

Curitiba
Curitiba (Área do Recalque do Reservatório Tarumã): Tarumã e Capão da Imbuia

Curitiba (Área do Recalque Baixo do Reservatório Santa Felicidade): Cascatinha, Sta.Felicidade, São João.

Curitiba (área da Gravidade do Reservatório Portão): Água Verde, Guaira, Fanny, Lindoia, Novo Mundo, Capão Raso.

Curitiba: Cidade Industrial, São Miguel, Augusta

Região Metropolitana
Piraquara (Área do Recalque do Reservatório Guarituba Redondo): Jardim Tarumã, Vila Lori, Jardim Das Orquídeas, Jardim Tocantins, Jardim Urussanga, Jardim Santa Clara, Vila Mariana, Planta Monte Líbano, Vila Holandesa, Planta Amazonas, Planta Terezinha, Jardim Trianon, Jardim Santa Helena, Bosque Pinheiro e Fazenda Guarituba.

São José dos Pinhais (área da Gravidade Aeroporto): Afonso Pena, Aviação, Boneca do Iguaçu.

São José dos Pinhais (Área do Recalque do Reservatório Aeroporto): Afonso Pena, Águas Belas, Independencia, Boneca do Iguaçú, Iná, Aviação, Aristocrata, Guatupê, Rio Pequeno.

São José dos Pinhais (Área do Reservatório São Marcos): São Marcos, Campina do Taquaral, Parque da Fonte.

São José dos Pinhais (área do Booster Santa Fé): Guatupê, Academia, Cristal.

São José dos Pinhais (área do Recalque do Reservatório Iguaçú): Guatupê, Ipê.

Histórico do rodízio

  • 17/03/2020 – parcial: Região Sul de Curitiba, Fazenda Rio Grande, parte de São José dos Pinhais. Em abril foram incorporados outros bairros de Curitiba
  • 18/05/2020– modelo 4×1 – quatro dias com água/um sem água. Ampliado para toda Curitiba e 11 cidades da RMC. Cinco grupos de bairros alternados
  • 14/08/2020 – modelo 36×36 – um dia e meio com água/um dia e meio sem água. Três grupos de bairros alternados.
  • 15/03/2021. Modelo 60×36. Dois e meio com água /um dia e meio sem água. Área compreendida permanece a mesma do anterior. Quatro grupos de bairros alternados.

Informações Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 restaurantes de comida italiana em Curitiba

Na próxima segunda-feira, dia 25 de outubro, é celebrado o Dia do Macarrão. A data foi criada em Roma, no ano de 1995, durante o primeiro Congresso Mundial de Macarrão, que reuniu os principais fabricantes de todo o mundo.

Para marcar a data, listamos cinco restaurantes italianos em Curitiba, onde você pode encontrar um cardápio variante, com diversas opções de pratos com macarrão. Confira a lista:

1. Famiglia Fadanelli – Fandanelli é uma tradicional cantina italiana. O cardápio imenso traz receitas clássicas italianas, seleção de vinhos e queijos frios. O restaurante fica na Av. Manoel Ribas, em Santa Felicidade.

2. Ernesto – O restaurante é comandado pelo conhecido chef Dudu Sperandio. O menu reúne massas, risotos e carnes O cardápio até ganhou prêmio na Itália. O restaurante Ernesto fica na rua Myltho Anselmo da Silva, Mercês.

3. Madalosso – Claro, que os Madalossos não poderiam ficar de fora! O restaurante é um dos maiores do mundo e faz muito sucesso  por conta de suas polentas fritas, asinhas de frango e rodízio de massas à vontade. O endereço é na Av. Manoel Ribas, em Santa Felicidade.

4. Cantina do Délio – A Cantina do Délio é mais um clássico curitibano. O ambiente lembra a descontração das cantinas da Itália, que servem comida caseira. Já bastante conhecido na cidade, o restaurante fica na rua Itupava, Alto da XV.

5. Ricciardi Massas – A Ricciardi Massas é um restaurante tradicional de comida italiana, desde 1982. Conta com três lojas (Bacacheri, Água Verde e Jardim das Américas) e oferece massas caseiras, guloseimas, temperos, carnes de primeira qualidade e centenas de outras iguarias.

Curitiba ultrapassa 1,5 milhão de pessoas vacinadas com ao menos uma dose

Curitiba ultrapassou a marca de 1,5 milhão de pessoas vacinadas. Até esta quinta-feira (21/10), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou um total de 1.502.454 curitibanos com a primeira dose ou a dose única (Janssen) da vacina anticovid.

Ao todo, Curitiba já aplicou 2.801.989 unidades do imunizante, sendo 1.464.245 primeiras doses e 1.232.938 segundas doses; 38.209 doses únicas e 66.597 doses de reforço.

Da população total de Curitiba (estimada em 1.948.626 pelo IBGE), 77,1% já receberam ao menos uma dose do imunizante e 65,2% estão totalmente imunizados contra a covid-19, com as duas doses ou a dose única.

Vacinados com 18 anos ou mais

Entre a população com 18 anos ou mais, 1.403.024 curitibanos receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Um total de 1.271.029 pessoas acima dos 18 anos já completou o esquema vacinal até esta quinta-feira (21/10). Destas, 1.232.820 pessoas receberam a segunda dose da vacina e outras 38.209 pessoas receberam a vacina em dose única.

Reforço

Curitiba também está aplicando as doses de reforço para quem já completou o ciclo de imunização, nos seguintes grupos: idosos de 70 anos, pessoas imunossuprimidas e profissionais de saúde. Até esta quinta-feira (21/10), 66.597 pessoas desses grupos receberam a dose de reforço.

Adolescentes de 12 a 17 anos

A SMS também vacinou 61.221 adolescentes entre 12 e 17 anos. Destes, 118 já receberam também a segunda dose, sendo do grupo de gestantes abaixo de 18 anos.

Doses recebidas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 3.041.813 doses de vacinas, sendo 1.551.232 para primeira dose, 1.381.340 para segunda dose, 38.975 doses de aplicação única e 70.266 doses de reforço. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, por exemplo, a quebra acidental de frascos.

O município tem capacidade para vacinar até 30 mil pessoas por dia e o avanço do cronograma de imunização ocorre à medida que as doses são enviadas pelo Ministério da Saúde ao governo estadual, responsável por distribuir os lotes do imunizante aos municípios.

Confira detalhes da vacinação contra a covid-19 no Painel Covid-19 Curitiba.