Saiba como receber o auxilio alimentar da Prefeitura de Curitiba

O auxílio alimentar lançado pela Prefeitura de Curitiba na última terça-feira (13), vai beneficiar 35 mil famílias em situação de extrema pobreza, vulnerabilidade e risco social.  

O crédito alimentar é de R$ 70 por mês e as famílias beneficiadas poderão fazer compras nos Armazéns da Família, que comercializam gêneros alimentícios e itens de higiene e limpeza 30% mais baratos que no varejo.

O auxílio alimentar será dado por três meses e poderá ser estendido por mais 90 dias.

A iniciativa da Prefeitura é uma ação conjunta da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), da Fundação de Ação Social (FAS) e da Secretaria Municipal de Finanças.

A seguir respondemos possíveis dúvidas das famílias que precisam do auxílio alimentar:

O que é auxílio alimentar de Curitiba?

É um crédito alimentar oferecido pela Prefeitura de Curitiba, no valor mensal de R$ 70, que permite a compra de gêneros alimentícios nos 34 Armazéns da Família para garantir refeições dignas a famílias em situação de vulnerabilidade e risco social da capital.

Quem tem direito a receber o auxílio alimentar?

Famílias em extrema pobreza inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal e atendidas pelos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) da Prefeitura.

Quantas famílias são beneficiadas com a auxílio alimentar?

O crédito está sendo oferecido a 35 mil famílias em situação de vulnerabilidade social.

Como posso saber se vou receber o auxílio alimentar de Curitiba?

As equipes dos Cras estão entrando em contato com as famílias. Além disso, informações sobre o auxílio e quem tem direito ao benefício podem ser obtidas na Central de Cadastro dos Armazéns da Família, telefone (41) 3350 3890.

Não estou inscrito no CadÚnico e não sou acompanhado pelo Cras. Posso receber o auxílio?

Caso haja famílias que ainda não fazem parte do CadÚnico, mas precisam do auxilio alimentar, elas devem procurar o Cras da sua região para se inscrever (confira os endereços neste link).

Por quanto tempo o auxílio alimentar será oferecido?

Inicialmente, será oferecido por três meses, mas poderá ser prorrogado por mais 90 dias.

O Cras já me informou que sou beneficiado com o auxílio alimentar. É só ir ao Armazém da Família?

Sim. Basta se diririgir ao Armazém mais próximo de sua residência ou trabalho, levando levando o CPF e um documento com foto.

Preciso fazer cadastro no Armazém da Família?

Não. Quem tiver direito ao benefício será inscrito automaticamente no sistema dos Armazéns da Família, com base na relação encaminhada pela Fundação de Ação Social (FAS) por meio dos Cras.

Posso retirar o auxílio alimentar em qualquer Armazém da Família de Curitiba?

Sim, exceto nas unidades da Região Metropolitana de Curitiba. Confira os endereços dos Armazéns da Família na capital no link.

Quais produtos posso comprar nos Armazéns com o benefício?

Todos os produtos estão liberados. São mais de 300 itens entre gêneros alimentícios e itens de higiene e limpeza.

Qual a validade do benefício?

O auxilio emergencial alimentar de cada mês tem validade de 30 dias após a sua emissão.

Preciso comprar tudo de uma vez só?

Não. A pessoa tem os 30 dias para ir comprando os produtos. Mas se quiser também pode comprar tudo de uma só vez.

Quem pode retirar o auxílio?

O titular e as pessoas informadas pelo Cras. Todos estarão inscritos no sistema do Armazém da Família.

Meu nome não consta como beneficiário, como proceder?

Procure a unidade do Cras mais próxima da sua residência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrosséis e roda-gigante voltam a ser montados para celebrar os 330 anos de Curitiba

Carrosséis e roda-gigante voltam a ser montados para celebrar os 330 anos de Curitiba

Três atrações do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2022 estão voltando para as celebrações dos 330 anos de Curitiba este ano. São os carrosséis venezianos do Passeio Público e do Parque Tanguá e a roda-gigante da Praça Santos Andrade, no Centro. O brinquedo do Passeio Público começou a ser montado na quinta-feira (26/1) e o do Tanguá será na próxima semana. A roda-gigante está sendo montada nesta sexta-feira (27/1).

As atrações serão gratuitas. A Prefeitura está definindo um cronograma de funcionamento, que será divulgado em breve. A intenção é cobrir todos os dias da semana, com exceção das segundas-feiras, quando deverá ocorrer a manutenção dos equipamentos.

De acordo com o superintendente de Obras da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), Jean Brasil, a previsão é de que os brinquedos funcionem por um período de quatro meses.

“Além de serem uma atração para o aniversário da cidade, os carrosséis e a roda gigante também poderão ser usados pelas crianças no período de férias escolares e também pelos turistas que visitam a nossa cidade”, explicou ele.

Como ocorreu na temporada natalina, os carrosséis venezianos irão receber crianças de até 12 anos. Adultos poderão acompanhar crianças de 0 a 2 anos. Já a roda-gigante irá receber crianças e adultos (a altura mínima será de 1 metro). Além disso, os brinquedos terão acessibilidade para o público com dificuldade de locomoção.

330 anos de Curitiba

O aniversário dos 330 anos de Curitiba será celebrado com uma ampla programação descentralizada e os eventos e entrega de obras farão parte dela. O aniversário será só no dia 29 de março, mas vários eventos estão agendados.

A programação de aniversário da capital já começou, este mês, com a 40ª Oficina de Música de Curitiba. Além dos cursos voltados para artistas e professores, BNegão, Vanessa da Mata e Gilsons são alguns dos destaques do line up de shows da 40ª edição do evento da Prefeitura de Curitiba.

Já em março ocorre o Smart City Expo Curitiba 2023, versão brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo. Serão três dias, 22, 23 e 24 de março, do congresso e feira organizados pelo hub de negócios e soluções iCities e com apoio da Prefeitura de Curitiba, da Secretaria Municipal de Administração, da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Gestão de Pessoal e TI (Smap) e do Vale do Pinhão.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Campanha da Prefeitura de Curitiba alerta sobre o assédio sexual no carnaval

Campanha de Direitos Humanos alerta sobre o assédio sexual no Carnaval.

Brincar o carnaval faz parte da tradição brasileira e para conscientizar os foliões, a Prefeitura de Curitiba, por meio da Assessoria de Direitos Humanos (ADH) e Políticas para as Mulheres, começa, neste domingo (29/1), a implementar diversas ações para evitar a importunação sexual durante os dias de carnaval.

Domingo, a partir das 15hs, na Praça Santos Dumont, no encontro entre as Ruas Saldanha Marinho, Ébano Pereira e Cruz Machado, a assessoria irá fazer a distribuição de leques com orientações com o tema” Respeite o meu espaço – importunação sexual é crime” na concentração e no trajeto do Bloco Garibaldis e Sacis.

Conscientização

A assessora de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres da Prefeitura, Elenice Malzoni, alerta que todos devem ter cuidado e atenção nas festas de carnaval.

“Desejamos brincar alegremente o carnaval, sem sofrer nenhum tipo de importunação sexual. Desrespeito não pode ser entendido como mera brincadeira”, salienta Elenice.

Crime e consequência

A Lei 13.718/2018 trata do crime de importunação sexual, que é a prática de ato libidinoso contra alguém sem o consentimento dessa pessoa, com o objetivo de satisfazer o próprio desejo ou o de terceiros, ou seja, tocar o corpo de outra pessoa, sem o consentimento dela, para obter prazer sexual. A pena é de reclusão de 1 a 5 anos.

O que caracteriza o crime

Os principais exemplos do crime de importunação sexual são beijo roubado, puxão pelo braço, agarrar pela cintura, passadas de mão no corpo, tocar o órgão sexual, lambidas, mordidas, ejaculações, entre outros.

As denúncias podem ser feitas pelo número 153 da Guarda Municipal. Em caso de flagrante, os envolvidos serão encaminhados para a Casa da Mulher Brasileira para realizar o boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com