RMC tem campo de girassóis “instagramável”; visitantes podem fazer piquenique no local

De carro, caminhando ou de bicicleta, a rota de acesso à Colônia Marcelino, em São José dos Pinhais, é de contemplação e bem “instagramável”. Ali campos de girassol e de camomila foram além da agricultura e de belas fotos e se tornaram o cenário de uma experiência aromática cheia de delícias produzidas na colônia e oferecidas em toalha xadrez pela família Ienkot.

A iniciativa partiu das filhas de Martinho Ienkot, que são a quinta geração da família de origem polonesa que há 30 anos se dedica a plantar e colher camomilas. “A ideia surgiu em decorrência da pandemia, quando um cliente se interessou em fazer um piquenique em meio ao campo de camomilas. Começamos a amadurecer a ideia para remodelar o nosso café colonial e trabalhar com o turismo de experiência”, conta Mônica Ienkot.

As camomilas estarão floridas de agosto a setembro e dão nome ao Circuito da Camomila ou Caminho das Camomilas, que une os maiores produtores de camomila do ranking nacional: Mandirituba e São José dos Pinhais. Mas não é mais preciso esperar tanto para um piquenique florido. Neste ano, um campo de girassóis é o cenário até fevereiro. Você pode levar seu lanche ou optar pela experiência completa em cestas que, só para dar mais vontade, incluem produtos que levam a camomila ou o girassol como ingrediente. As reservas são pelo contato: (41) 98759-6704

Reprodução Instagram

Onde: Colônia Marcelino, em São José dos Pinhais

Quando: florada de girassol, de janeiro a fevereiro;

Ao redor: paisagem rural e demais circuitos da Rota das Colônias

Contato: (41) 98759-6704 – @familia.ienkot (Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.