Rede municipal de ensino começará ano letivo de 2021 com ensino presencial e videoaulas

As 140 mil crianças e estudantes da rede municipal de ensino de Curitiba iniciarão o ano letivo de 2021, no dia 18 de fevereiro, em um modelo híbrido, no qual parte deles irá presencialmente para a unidade e os demais acompanharão os conteúdos por meio de videoaulas, como tem ocorrido desde abril devido à pandemia do novo coronavírus.

A escolha do modelo caberá as famílias. Quem optar pelas aulas presenciais levará o filho para unidade, ou o estudante terá acesso ao mesmo conteúdo, conforme seu ano escolar, por meio das videoaulas da TV Escola Curitiba.

As normas e orientações para o retorno presencial estão no Protocolo de Retorno das Atividades Presenciais, apresentado nesta sexta-feira (18/12), durante videoconferência, na Prefeitura de Curitiba, pelo prefeito Rafael Greca e pela secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

“Curitiba foi mais forte que as dificuldades”, comentou o prefeito. “Em 2021, eles estão voltando”, acrescentou, referindo-se às crianças e estudantes.

A secretária explicou que os chefes dos Núcleos Regionais da Educação, os diretores e profissionais das unidades, além das empresas terceirizadas de limpeza, já estão sendo orientados em relação ao protocolo para as unidades.

“O protocolo tem dez palavras-chave que todos na rede já estão preparados para praticar”, disse a secretária.

A superintendente de Gestão Educacional, Andressa Pereira, frisou que o protocolo foi construído a partir dos estudos e planejamento de um comitê composto por 28 membros de diversos segmentos, instituído pelo Decreto 998 e validado pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal de Saúde.

Nova rotina

Com o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino, as crianças e estudantes terão uma nova rotina, com os cuidados necessários por causa da pandemia.

Para quem frequentar as unidades, o protocolo prevê as medidas necessárias, como uso obrigatório de máscara, distanciamento entre as carteiras de 1,5 metro, horários alternados de intervalo, uso de álcool gel, tapetes sanitizantes, interdição de bebedouros coletivos, aferição de temperatura, entre outros.

Os equipamentos – como tapetes sanitizantes, totens de álcool gel, face shields – já foram adquiridos pela Secretaria da Educação e distribuídos às unidades.

Confira os principais cuidados:

– uso obrigatório de máscara para profissionais e estudantes

– totens e frascos de álcool gel disponíveis

– horários de entrada, saída, refeições e intervalos escalonados para evitar aglomerações

– interdição de bebedouros coletivos

– distanciamento social de 1,5 metro

– desinfecção de mobiliário e materiais em geral com álcool 70%

Saiba mais sobre o coronavírus: https://coronavirus.curitiba.pr.gov.br/

As dez palavras-chave da nova rotina nas escolas:

1. Acolhimento

2. Uso de máscara

3. Uso de álcool gel

4. Distanciamento

5. Organização dos espaços, limpeza e distanciamento

6. Transporte escolar com monitoramento, limpeza e distanciamento

7. Comitê local de monitoramento

8. Termo de consentimento

9. Kits individuais

10. Ensino híbrido

Dúvidas?

Procure a unidade onde seu filho está matriculado ou os Núcleos Regionais da Educação. https://educacao.curitiba.pr.gov.br/unidade/educacao/18401

Economia doméstica

Também foi lançado, durante o evento, o projeto “Mãos na Massa: economia doméstica para os estudantes da rede municipal de ensino”, que será iniciado em fevereiro de 2021 para os estudantes do 6º ao 9º ano das escolas municipais.

O projeto será expandido para as unidades integrais e em seguida para toda rede.

“Quero nossas meninas e piás sabendo comprar, preparar seus alimentos e cuidar dos resíduos. É dever da escola iluminar o aluno com a luz da autossuficiência”, destacou o prefeito.

A secretária explicou que essa iniciativa é resultado do intercâmbio que os profissionais da rede fizeram na Finlândia, ano passado. “Nas escolas finlandesas eles têm cozinhas e ateliês de costura equipados, faz parte do dia a dia deles. A partir de 2021, nas nossas escolas, toda semana teremos uma professora para esse trabalho curricular”, adiantou Maria Sílvia.

Serão criados espaços maker (faça você mesmo) com propostas de vivências do cotidiano e atividades manuais, com o objetivo de desenvolver a autonomia dos estudantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba abre Cadastramento Escolar de novas crianças e estudantes

Está aberto o cadastramento escolar de crianças e estudantes para as famílias que têm interesse em matricular seus filhos no pré ou no 1º ano do Ensino Fundamental em 2022 e ainda não fazem parte da rede municipal de ensino.

Educação abre Cadastramento Escolar de novas crianças e estudantes.

O prazo segue aberto desde esta segunda-feira (27/9) até o dia 26 de outubro. O cadastramento deverá ser feito via internet, no site.

As matrículas para esse público poderão ser feitas conforme o resultado do cadastramento, de 29 de novembro a 3 de dezembro.

Para quem já está matriculado na rede municipal neste ano, a distribuição das vagas será automática e a família só deverá participar do cadastramento no caso de necessidade de troca de unidade, por exemplo, por mudança de endereço ou preferência por alguma outra escola que tenha vaga disponível.

A repescagem para famílias de crianças e estudantes de pré e 1º ano que perderem os prazos de cadastramento e matrículas será de 13 a 17 de dezembro.

O gerente de Matrículas, Raphael Fernando Antunes Brotto, frisa que esse cadastramento só é necessário para quem não é estudante da rede pública municipal e quer frequentar uma unidade municipal a partir do ano letivo de 2022.

“Quem já é matriculado em alguma unidade do município, segue normalmente o fluxo escolar, ou será direcionado para a unidade mais próxima da atual, bastando a confirmação da rematrícula para o ano seguinte”, esclarece o gerente.

 As famílias poderão indicar de três a cinco opções de unidades. A distribuição de vagas é feita a partir do endereço da família, sendo que a intenção é garantir a matrícula de cada criança na unidade mais próxima de casa.

Confirmação é necessária

O cadastramento não representa a efetivação da matrícula.

Portanto, depois de cadastrar a criança, as famílias devem aguardar o resultado que será disponibilizado por e-mail, acessando o site do Cadastramento Escolar ou em um dos dez Núcleos Regionais de Educação, com as orientações para efetivação da matrícula, o que assegura a vaga na rede.

Em casos de dúvidas, as famílias podem entrar em contato com o NRE da sua região, nos seguintes telefones:

Bairro Novo – (41) 3221-2850

Boa Vista – (41) 3313-5714

Boqueirão – (41) 3313-5559

Cajuru – (41) 3221-2380

CIC – (41) 3221-2922

Matriz – (41) 3313-5842

Pinheirinho – (41) 3313-5444

Portão – (41) 3350-3967

Santa Felicidade – (41) 3221-2578

Tatuquara – (41) 3221-2616
 

Semana começa com 3.491 vagas ofertadas pelas Agências do Trabalhador

As 216 Agências do Trabalhador do Estado ofertam nesta semana 3.491 vagas de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Destas, 1.458 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

As principais vagas disponíveis são para alimentador de linha de produção (275); auxiliar administrativo (255), operador de telemarketing ativo e receptivo (249) e ajudante de carga e descarga de mercadoria (192).

A Agência do Trabalhador de Curitiba disponibiliza vagas, para contratação imediata, para vendedor interno (16 vagas), pizzaiolo (4 vagas), torneiro mecânico (2 vagas), trabalhador de preparação de pescados (1 vaga) e técnico em saúde bucal (1 vaga).

O secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, destaca que a Sejuf tem intensificado o trabalho de captação e intermediação de vagas, procurando estabelecer parcerias com as empresas do Estado. “O melhor programa social que existe é o emprego. O trabalhador precisa ter autonomia e dignidade para sustentar a família”, afirma.

ATENDIMENTOS – Os interessados em algumas das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato com a Agência do Trabalhador de seu município. Na capital paranaense, a Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial.

Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento é feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da secretaria através deste LINK.