Prefeitura lança editais para instalação de painéis solares em três terminais de ônibus


 

Foram lançados nesta semana os três editais de licitação para instalação de sistemas de geração de energia fotovoltaica nos telhados dos terminais de ônibus do Santa Cândida, Boqueirão e Pinheirinho. Os serviços fazem parte do programa Curitiba Mais Energia e devem ter investimento máximo total de R$ 20,6 milhões.

As propostas devem ser encaminhadas até o dia 2 de agosto de 2022 pela internet, pelo Portal de Compras

da Prefeitura Municipal de Curitiba – sistema e-Compras Curitiba (e-compras.curitiba.pr.gov.br).

A cidade vem implantando sistemas fotovoltaicos desde 2019, pelo Curitiba Mais Energia, que tem como objetivo reduzir as emissões de gases do efeito estufa, com o incentivo e a divulgação do uso de energias renováveis. “Queremos acordar o Brasil para a importância das novas energias”, destaca o prefeito Rafael Greca.

O valor da licitação inclui a elaboração de projeto executivo, preparação das estruturas dos telhados, instalação dos painéis, teste de desempenho e garantia de funcionamento e eficiência dos sistemas fotovoltaicos. Nos terminais do Pinheirinho e Boqueirão, as empresas contratadas precisam, ainda, fazer o reparo dos telhados. 

Os novos painéis nos terminais devem ampliar a capacidade de geração dos sistemas fotovoltaicos da cidade. A expectativa é de que eles gerem, juntos, 2,4 milhões kWh/ano.

Os contratos terão a duração de 22 meses – prazo que inclui os testes de desempenho pós-instalação. A geração de energia deve começar oito meses após a emissão da ordem de serviço. 

Publicados em veículos de grande circulação e no Diário Oficial do Município, os editais completos podem ser conferidos pelo site e-compras.curitiba.pr.gov.br. Basta procurar pelos pregões eletrônicos 206/2022, 207/2022 e 208/2022. 

Menos emissões e economia

A primeira usina da cidade é a do Palácio 29 de Março, sede da Prefeitura de Curitiba. Há painéis solares, ainda, no Complexo Imap e Salão de Atos, no Parque Barigui, e na Galeria das Quatro Estações, no Jardim Botânico. 

Estão em andamento as obras da Pirâmide Solar do Caximba, que está sendo construída no antigo aterro sanitário. E devem ser licitados, em breve, os trabalhos no telhado da Rodoferroviária de Curitiba.

O programa ainda conta com a Central Geradora Hidrelétrica Nicolau Klüppel, na queda d’água do Parque Barigui.

“Com todas essas plantas em funcionamento, teremos 60% dos próprios municipais abastecidos com energia renovável e produzida pelo município”, destaca a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza do Carmo Oliveira Dias. 

Mobilidade sustentável

Segundo o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto, a Prefeitura vem desenvolvendo, por meio de vários órgãos do município, um trabalho para estimular a produção da energia limpa, que vem ao encontro do movimento do transporte coletivo.

“Considerando que o futuro do transporte deve ser movido a eletricidade, nada mais interessante que os terminais de ônibus sejam fontes de energia limpa”, diz. “Além disso, a economia de energia também deve ser revertida ao sistema, reduzindo custos”, ressalta Maia Neto.

 



Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MP faz orientação jurídica à população nos bairros; veja as datas

MP faz orientação jurídica à população nos bairros; veja as datas

Uma equipe do Ministério Público do Paraná (MP-PR) realizou na tarde desta terça-feira (16/8), na Rua da Cidadania do Cajuru, atendimentos descentralizados à população de forma gratuita.

A ação é do Núcleo de Atendimento ao Cidadão e às Comunidades (NACC) e tem o objetivo de facilitar o acesso da população à Justiça. Além do Cajuru, até o mês de novembro serão realizados atendimentos descentralizados nos bairros Cachoeira, Caximba, Tatuquara e Bairro Novo.

O NACC atua especialmente para a população em situação de vulnerabilidade. Outros casos são direcionados para as Promotorias de Justiça especializadas na área.

Nos casos em que a demanda do cidadão não for de atribuição do Ministério Público, as pessoas são orientadas sobre quais órgãos devem buscar assistência

De acordo com Júlia Emanuele Ferreira, estagiária de pós-graduação do MP, nos atendimentos são prestadas orientações jurídicas e recebidas demandas relacionadas às áreas de atribuição do Ministério Público. Estão nesse rol, dificuldade em obter vagas em escolas, acesso a serviços públicos de saúde, problemas urbanísticos (como iluminação pública, coleta de lixo, saneamento básico).

Reconhecimento de paternidade

Além disso, o MP também atua no reconhecimento de paternidade e questões relacionadas ao direito de família.

“Quando a mãe procura para fazer o reconhecimento de paternidade da criança, nós colhemos as informações e vamos contatar o pai para buscar regularizar o registro. Tentamos resolver o caso sem processo quando possível”, explicou Roberta Ferst Sampaio, assessora da promotoria.

Em muitos casos, o pai aceita e faz o reconhecimento. Este ano o MP já fez 90 reconhecimentos de paternidade amigavelmente. No entanto, alguns pais questionam e pedem provas do processo.

“Quando é feito pedido de DNA, são as partes que pagam o exame do laboratório. O resultado vai direto para MP e nós damos ciência às partes e fazemos o encaminhamento dos papéis para o cartório. Se mesmo assim o pai questionar, aí o MP entra com um processo de reconhecimento de paternidade”, relatou Roberta.

Outros casos relacionados com o direito da família, como divórcio, guarda de crianças e pensão alimentícia, são encaminhados para o projeto Justiça no Bairro do Tribunal de Justiça do Paraná, que atua em parceria com o Ministério Público.

Regularização de imóvel

Uma situação bastante comum também é de busca de regularização de imóvel. “Nós analisamos os casos e procuramos orientar a pessoa sobre o que deve fazer para regularizar a área”, explicou Júlia.

Foi o que levou Edson Luiz de Paula procurar a ajuda do MP. “Soubemos que o Ministério Público estava aqui na Rua da Cidadania através do Cras e viemos buscar uma solução para nosso caso”, disse.

A casa de Edson foi erguida em uma área irregular e agora a família busca legalizar o terreno. Ele foi encaminhado para verificar a situação do terreno no núcleo da Secretaria Municipal do Urbanismo.

Próximos atendimentos do Ministério Público nos bairros

Bairro Cajuru

Dia 6/9 – 14h às 16h30

Dia 20/9 – 14h às 16h30

Dia 4/10 – 14h às 16h30

Dia 18/10 – 14h às 16h30

Dia 1/11 – 14h às 16h30

Local: Rua da Cidadania do Cajuru – Avenida Prefeito Maurício Fruet, 2.150

Bairro Cachoeira

Dia 12/9/ – 14h às 16h30

Dia 10/10 – 14h às 16h30

Dia 7/11 – 14h às 16h30

Local: Capela Bom Jesus – Rua David Bodziak, 872

Bairro Caximba

Dia 16/9 – 14h às 16h30

Dia 14/10 – 13h30 às 16h30

Dia 11/11 – 13h30 às 16h30

Local: Cras Caximba – Estrada Delegado Bruno de Almeida, 8.280

Bairro Tatuquara

Dia 22/8 – 14h às 16h30

Local: Associação Vovô Vitorino – Rua Tenente-Coronel Manoel Eufrásio de Assumpção, 375

Bairro Novo

Dia 31/8 – 14h às 16h30

Dia 26/9 – 18h às 20h

Local: Rua da Cidadania do Bairro Novo – Rua Tijucas do Sul, 1.700

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Segunda unidade do Venice faz sucesso no Champagnat

A mais nova pedida gastronômica do Champagnat já é destaque no bairro. O Venice Carnes & Chopes foi inaugurado no dia 06 de agosto, trazendo uma saborosa opção de bom churrasco. A loja também traz a expansão da marca, criada em 2019. Esta é a segunda unidade do Venice, que fica na Alameda Princesa Izabel (no 1430).

O espaço tem dois pavimentos e área externa, podendo receber 90 pessoas (40 sentadas). Lá, o público pode apreciar os clássicos hambúrgueres e sanduíches preparados na Parrilla, valorizando o sabor típico de churrasco. Destaque para o Sanduíche de Ragu de ossobuco, servido no pão ciabatta com muçarela de búfala e maionese verde.

“Nosso foco sempre foi e sempre será oferecer carnes de altíssima qualidade, preparadas na grelha, em Curitiba. Dos hambúrgueres aos cortes especiais, queremos proporcionar uma experiência gastronômica muito agradável para o nosso público. Tudo isso em um ambiente aconchegante, que tem a nossa cara e a nossa energia. Um bar despretensioso que se torna fascinante pela qualidade de seus produtos e atendimento”, detalha Fernando Souza, um dos sócios fundadores do bar.

O cardápio celebra ainda outras carnes preparadas na grelha, como assado de tira, picanha, pancetta de porco, linguicinha, sobrecoxa de frango desossada e até camarão grelhado. Todos são apresentados com acompanhamentos, entre eles o favorito do público: um chimichurri de receita exclusiva Venice. Aos sábados, é servida feijoada no almoço, com arroz, farofa, couve refogada com bacon, vinagrete e laranja. Para beber, a parceria com a cervejaria artesanal Swamp Brewing garante várias opções de chopes.

O Venice Carnes & Chopes do Champagnat fica na Alameda Princesa Izabel (n° 1430). A casa abre de quarta a sexta, das 17h às 23h; aos sábados, das 11h30 às 23h; e aos domingos, das 15h às 23h. Mais informações sobre o Venice nos perfis oficiais do empreendimento no Facebook (www.facebook.com/venicecarnesechopes) e no Instagram (@venicecarnesechopes).